Batman: Prison Planet - Parte 4 - OZYMANDIAS_REALISTA...

Breaking

Ano IV! Quadrinhos, cinema, opinião, downloads, xadrez e mais 200 coisas.

quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Batman: Prison Planet - Parte 4

Boss 6: Brainiac


Logo quando entra no quartel Batman já vê os robôs vindo em direção a ele. Diz "Brainiac tem todo um sistema a seu favor. Todo esse quartel está sob seu controle. Sem tempo para respirar, o combate começa agora." E então uma longa barra de vida escrito "Brainiac" ocupa todo o topo da tela. Vencer os soldados de Brainiac seria com a mesma estratégia de antes, só que sem poder chamar os drones de suporte por causa de interferência da nave. Os robôs de Brainiac não parariam de vir então Batman teria que avançar enquanto eles continuam vindo.



Quando encontra um computador Batman diz "Eu não posso simplesmente hackear esse sistema, mas se Brainiac está conseguindo interagir digitalmente, eu posso fazer o mesmo. Mas devo ser rápido, antes que mais robôs cheguem." Então ele conecta a sua armadura de forma que consegue interagir em forma digital dentro do computador. De forma parecida com a que acontece no filme "Tron", Batman encontra com Brainiac e deve vencê-lo em desafios com o tempo limite. Quando consegue ele destrói o sistema e a área fica desativada. Isso deixa Brainiac nervoso de forma que ele diz "Você já está indo muito longe, Batman. Eu nem sequer terei que matá-lo. Contaminarei a sua armadura e aí vou te tornar o zumbi mais novo do meu exército."


Enquanto avança às vezes Batman vê hologramas do Brainiac, sempre o insultando e dizendo para desistir. Alguns tentariam hackear a sua armadura, de forma que ele teria que resistir e apertar os botões certos para que a armadura rejeitasse o vírus. Se infiltrando Batman hackearia mais três desses computadores fazendo desafios em suas realidades virtuais, então consegue abrir uma porta onde encontra Brainiac de jaleco.


"Então já terminou o seu corpo? Ótimo. Vai ser mais fácil tirar respostas de você." Batman diz quando o agarra com agressividade e lança no chão com força.
"A sua primitividade não me assusta, pequeno herói. Você não pode me vencer."
Então Batman o pega de novo "Posso se quebrar o seu pescoço agora mesmo."
"Estou além disso... guerreiro inútil." e a cabeça de Brainiac tomba para o lado como se tivesse morrido.
"Droga! Ele migrou para fora desse corpo."

E vários clones desse corpo aparecem para bater no Batman como inimigos comuns. Após vencê-los ele vai até o computador que a primeira réplica estava usando. "Não consigo ler... muitos códigos... Droga! O que eles planejam!?" e em um acesso de raiva soca o teclado, mudando o monitor para uma outra tela que mostra o processo de um projeto para a construção de um Super Brainiac, já estando esse processo em 89% "Tenho que ser rápido... Droga, não consigo me comunicar com Oliver daqui."


Superando o sistema de interferência, Batman consegue chamar os seus drones, que abrem caminho para o projeto central de Brainiac... ele mesmo. No centro da sala estaria um grande corpo musculoso de visual alien conectado a vários cabos, tubos e fios. Conforme Batman tenta destruir as máquinas envolvidas no processo, Brainiac ataca com tudo com os seus clones, robôs e artilharias automáticas de defesa que estavam instaladas. Depois de BASTANTE tempo e muito esforço, Batman desliga tudo e põe um fim a existência de Brainiac naquela área.


A partir daí, áreas que antes não podiam ser acessadas por causa da influência de Brainiac ficariam disponíveis para avançar na história e também para pegar itens e cumprir desafios do Bat-Mirim. Batman liga para Slade e ele o atualiza: "O Bizarro tá te procurando no setor natural. Ele acredita que você tá invisível, tá prestando atenção em cada centímetro."
"Batmaaaaaaaan?! Pode me ouvir?! Bizarro vai te encontrar!!!!"
"Entendido, Exterminador. Já estou indo aí, antes só vou pegar a pedra bizarro."


Enquanto isso Arqueiro fica de guarda em frente a sala que tem a grande rocha de kryptonita azul, a kryptonita bizarro. "Batman não está querendo ajuda, mas melhor ficar aqui de guarda. Vai que algum vilão resolve surgir para roubar a rocha? Aí lascou." Ficando lá ele vê o Bat-Mirim surgir e pergunta
"Bat-Mirim? Mas que porra é você, rapaz?!"
"Eu...? Oh, Arqueiro Verde. Eu sou o maior fã do Batman de todos os tempos."
"Não foi o que eu quis dizer. Meio que você surgiu do nada."
"Ah, entendo a sua confusão, meu caro herói inferior ao Batman."
"Ai..."
"Eu sou uma criatura da quinta dimensão. Sabe o Mxyzptl?"
"Infelizmente sei. Aquele maldito anão..."
"Então, vim do mesmo lugar que ele. Mais ou menos a mesma coisa."
"Acredite, ser esquisito de poder ilimitado, no momento nós realmente não precisamos de mais um vilão simplesmente nos atazanando pra se divertir."
"Não! Você me entendeu errado, Arqueiro. Eu sou divertido, estou entretendo o Batman aqui! E queria avisá-lo que deixei alguns desafios escondidos para você também, Arqueiro Verde! Agora, se me dá licença, a vida de um detetive é muito ocupada. Foi um prazer"  e some em uma nuvenzinha.
"Ha, claro. Falou."


Então Arqueiro vê o Batman se aproximando ao fundo. Ele parece estar encurvado e anda de um jeito esquisito, ele diz "Ei! Batman! Está tudo bem aí?!" e então ele dá um salto com cambalhota a frente e diz "Não, parece que você se enganou arqueiro. Eu não sou Batman. Sou Batzarro, o pior detetive do mundo."


"BATZARRO! Você ainda existe?!"
"Claro que Batzarro ainda existe. Vocês se lembram de Batzarro#1 na hora de mandá-lo para cadeia no espaço, mas se esquecem dele na hora que está resolvendo o seu maior caso."
"Caso? Que caso você está resolvendo?"
"Se eu soubesse, não seria um caso, e vocês não precisariam do pior detetive do mundo para o trabalho. Mas se quiser, se sinta bem-vindo a me ajudar, meu chapa. HAHAHAHAHAHA."
"Tá... falou."
"Ei, o que é isso aí?"
"A pedra? É kryptonita azul."
"Kryptonita azul fazer bem para Batzarro, melhor ficar perto. Se ver o Batman, diga que sinto falta dele. Batman ser o meu grande ídolo."
"É, tô vendo que ele é bem popular, todo mundo gosta do Batman."
"É claro, nem precisa ser o pior detetive do mundo para saber disso. Até a próxima!"   e some com uma bombinha de gás. A partir de então Arqueiro Verde teria missões secundárias acompanhando o Batzarro para resolver "o grande caso" do Planeta Prisão. Mas isso é uma das coisas que eu não vou escrever.


Quando Batman chega lá logo consegue abrir a porta e levanta a kryptonita com os dois braços, por ser uma grande rocha. Quando ele está saindo com o Arqueiro, Coringa começa a falar "Indo acabar com a diversão do Bizarro?! Um dos caras mais divertidos que estão no Planeta Prisão?! Eu não vou deixar vocês bullies mexerem com o meu amiguinho retardado. Hora de você matar saudade, Batman! E acho que essa noite seria correto dizermos que por aqui recordar... É MORRER! HAHAHAHAHAHAHA. Brinquem direitinho mocinhas. Menos você, Batman. Você pode se ralar todo que eu não ligo."


Em pouco tempo monstros Titans estariam povoando o corredor. Batman não poderia enfrentá-los ocupado em carregar a kryptonita bizarra, então sobraria pro Arqueiro Verde. Mas Batman chama os seus drones para ajudá-lo. Após terminarem a briga, no setor natural Bizarro se enfurece e começa a destruir tudo. Controlando o Slade você tem que fugir do prédio e então liga para Batman "O Bizarro pirou. Ele destruiu a torre inteira e nem cansou."
"Era exatamente o que eu temia que acontecesse. Bizarro é tolo, mas tem a força do Superman. Eu estou com a pedra bizarro. Impeça que ele cause muito dano até que eu chegue aí com o Arqueiro Verde, não devo demorar."
"Porra! E como você espera que eu faça isso, porra de melhor detetive do mundo?!"
"Am... SOLOMON GRUNDY! Você sabe onde ele está?"
"Grundy?! Acho que não muito longe daqui. Quer que eu peça ajuda pra ele?"
"Deve ser o único nesse planeta que aguentará danos físicos vindos do Bizarro, afinal, ele é imortal. Ele está me ajudando. Explique que eu já tenho comando sobre as pulseiras, mas ele precisa me ajudar. Ele entenderá."
"Espero que sim."


Slade avisa Grundy, e o controlando você tem que combater Bizarro na mão, tomando cuidado com os seus golpes de gelo e fogo. Em certo ponto durante a luta Grundy vê a sua pulseira sair e cair no chão, ele diz "Batman deve estar por perto" e Bizarro responde "Batman?! Onde?!" e usando a sua visão telescópica vê Batman, começando a lançar objetos na direção dele. No controle de Batman você tem que se aproximar de Bizarro tomando cuidado com os objetos, até chegar perto o suficiente para conseguir lançar a kryptonita nele. Batman grita "Bizarro! Pega!" ele o faz e imediatamente ajoelha no chão, ficando um pouco trêmulo.


Eles o prendem na área onde estava originalmente e retiram a kryptonita para que ele não morra. Então, pela primeira vez, Batman, Arqueiro Verde, Exterminador e Solomon Grundy se reunem. Batman diz.
"Então, Wilson, o que você acha de nos passar algumas informações sobre o plano de Lex Luthor?"
"Bem, detetive, ninguém gostou muito de ser enviado para cá. Então eles pretendem sair."
"Como? Que eu saiba isso não deveria ser possível."
"Pelo o que eu peguei, Luthor pretendia com a ajuda de Brainiac transformar o Planeta Prisão em uma nave e voltar para a Terra realizar a vingança de todos que estão presos aqui dentro."
 Mas então eles são interrompidos por um helicópterozinho que vem com uma tela com o rosto do Coringa gritando histericamente:

Isso, que nem o do Bioshock, só que com uma telinha.
"EXTERMINADOR! GRUNDY! Não acredito que vocês estão trabalhando com o Morcego! Não se pode mais confiar em literalmente ninguém hoje em dia?!"
Slade: "Eu não fiz promessas, Coringa."
Grundy: "E eu queria me livrar da pulseira. Luthor podia ter feito isso o tempo todo, mas Luthor só quer controlar as pessoas!"
Arqueiro: "Verdade, sua hora vai chegar, Coringa."
Coringa: "Quanto lenga-lenga. Arrrgh.... eu e Luthor já nos conhecemos há muito tempo, sabemos nos virar. COMO EU E VOCÊ, BATS!"
Batman: "Corte o show, Coringa. Diga logo o que você quer."
Coringa: "Oh, eu? Ia dizer que só quero me divertir, mas isso já está ficando até clichê. Eu-estou-ficando-entediado, Batman. Essa vai ser A noite. Vai ser a noite em que vai rolar. Sei muito bem que você já imaginou. Vou matar a Mulher-Gato, antes que aquela vadia nos traia por você, como esses dois... que com certeza... SERÃO OS PRÓXIMOS!"
Slade atira no robôzinho o explodindo "Ele está saindo da linha."
Grundy: "O Coringa nunca esteve na linha."
Vem outro robozinho: "Estão falando de mim???? Eu tenho mais desses!!!!!" Slade explode o outro "E eu tenho mais balas."
Batman: "Selina..."
Arqueiro: "Você vai atrás dela? Podemos ir juntos, cuidamos disso tudo de uma vez."
Batman: "Eu não sei..."


Slade: "Então é bom descobrir logo, sr. detetive, porque eu não estou mais do lado deles e não corri o risco de ser esmagado pelo Bizarro pra ficar aqui parado."
Batman: "Certo! Coringa e Luthor estavam na mesma sala, Mulher-Gato deve estar indo para lá."
Slade: "Não tem porque irmos juntos"
Arqueiro: "Certo, separar."
Batman: "Grundy, posso confiar em você?"
Grundy: "Só me prometa que vai me tirar desse maldito planeta."
Batman: "É uma promessa. Agora vamos!"

Já vestindo o seu uniforme, a Mulher-Gato anda abaixada como um gato pelos corredores do prédio principal, você a vê pela câmera do gameplay, mas não pode controla-la. Ela chega na sala de reunião que está com as luzes apagadas, bem escura, só o Coringa está lá parado. Ela pergunta: "E então, Coringa, qual é o grande plano?"
"Melhor do que você imagina." ele responde de forma sombria enquanto um gás verde se espalha pela sala fazendo a Mulher-Gato desmaiar.


Continua .-.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog