Mega Post: O Poderoso Thor de DAN JURGENS (Leitura Pré-Vingadores - A Queda) - OZYMANDIAS_REALISTA...

Breaking

Ano IV! Quadrinhos, cinema, opinião, downloads, xadrez e mais 200 coisas.

sexta-feira, 8 de junho de 2018

Mega Post: O Poderoso Thor de DAN JURGENS (Leitura Pré-Vingadores - A Queda)


Mega Post com as análises de Thor #1-79, Anual 1999, 2000 e 2001, escrita por Dan Jurgens entre julho de 1998 e julho de 2004!!




O Poderoso Thor #1-8, do encadernado Thor by Dan Jurgens & John Romita Jr #1, com roteiro de Dan Jurgens e desenhos de John Romita Jr, e tecerei breves comentários sobre as edições.
Edição #1: Após seu retorno do universo alternativo de Heróis Renascem criado por Franklin Richards, Thor encontra Asgard totalmente em ruínas, Mas, não há tempo para lamento, pois seus companheiros Vingadores estão enfrentando o Destruidor e precisam de sua ajuda.
Edição #2: Durante a batalha Thor é mortalmente ferido, a ponto de ser levado até Hel. Lá, na presença de Hela, o misterioso Marnot revela que um mortal, o paramédico Jake Olson foi morto salvando uma pessoa durante o confronto entre os Vingadores e o Destruidor. Para que o equilíbrio fosse restaurado, Thor deve voltar e dividir seu corpo com Olson.

Edição #3: O acordo entre Thor e Marnot não aconteceu conforme o esperado, e o Deus do Trovão passa a ocupar o corpo de Olson, mas ainda sendo Thor, ou seja, vivendo a vida de Jake, mesmo sem saber nada sobre seu hospedeiro mortal. Além disso, uma nova ameaça surge das profundezas do mar – Sedna.
Edição #4: Thor é salvo por Namor antes de sucumbir aos encantos de Sedna. Ao mesmo tempo, todos ao redor de Jake são afetados por seu “estranho comportamento”. Na destruída Asgard, dois misteriosos deuses – Perrikus e Adna – estão no trabalhoso processo de reconstrução da cidade celestial.
Edição #5: Enquanto Thor tenta se adaptar a sua nova vida como Jake Olson, não consegue em momentos de tensão disfarçar sua identidade nórdica, despertando dúvidas em Jane Foster. E surge a Majestosa Zélia para reinar na nova Asgard.
Edição #6: A fim de descobrir o que aconteceu com Asgard, Thor pede ajuda de Hércules para falar com Zeus. Mas, quando os dois chegam ao Olimpo, encontram o lugar em ruínas.
Edição #7: Ao chegarem ao Olimpo, Zeus diz que foram traiçoeiramente atacados por Odin e os asgardianos. Thor sabe que isso não é verdade, embora não tenha como provar. Apesar de tudo, Hércules fica ao lado do deus do trovão e retornam à Terra. A busca pelos deuses de Asgard ainda continua, sem Thor saber que os responsáveis são os Deuses Negros.
Edição #8: Em Asgard, o aprisionado Odin vê Balder, o Bravo tombar diante de Perrikus. Enquanto que Tokkots, outro deus negro vai à Terra e provoca o caos. Thor aparece para combatê-lo, mas não está sozinho.
Peter Parker Homem-Aranha #2: Homem-Aranha e Thor enfrentado os perigosíssimos Tokkots em plena Nova York. Thor precisa recuperar Mjolnir antes que volte a ser Jake Olson e mais uma vez, o Homem-Aranah se vê diante do dilema de salvar a cidade ou sua Tia May.
Após os eventos da saga Massacre e Heróis Renascem, uma nova direção na vida do Poderoso Thor, com uma dupla de respeito – Dan Jurgens e John Romita Jr. O mistério em torno de Asgard e a nova identidade de Thor dá um início intrigante. E a participação especial de Hércules remete aos tempos clássicos. Leitura recomendada.


Li O Poderoso Thor #9-13 e Anual 1999, do encadernado Thor by Dan Jurgens & John Romita Jr #2, com roteiro de Dan Jurgens e desenhos de John Romita Jr, e farei breves comentários sobre as edições.
Edição #9: Marnot conta a Thor sobre os Deuses Negros de Narcisson, e a verdade sobre a derrocada de Asgard e de como Odin e seus companheiros foram feitos prisioneiros desses deuses malignos. Finalmente o Deus do Trovão conhece a identidade de seus inimigos e o destino dos asgardianos.
Edição #10: Os Deuses Negros em Asgard ficam sabendo que Thor ainda está vivo. Perrikus atrai o filho de Odin até a desolada Asgard para um confronto final, onde nem mesmo o poderoso martelo Mjolnir pode suportar o poder de Perrikus.
Edição #11: Sem seu martelo, Thor retorna à forma humana de Jake Olson e tenta se esconder, mas é capturado e levado aos subterrâneos de Asgard, um local onde os dejetos e restos mortais são tão preciosos como alimento. Mas, ao conseguir Mjolnir de volta, Thor resolve fugir e buscar ajuda.
Edição #12: Thor consegue valiosos aliados como o Destruidor e Hércules e parte para a batalha final contra os Deuses Negros, libertar Odin e os demais asgardianos e acabar de vez com essa situação.

Edição #13: Com Asgard restaurada, é hora de saber toda a verdade por trás da identidade e da missão de Marnot.
Anual 1999: Durante a saga Heróis Renascem – O Retorno, Thor salvou Franklin Richards das mãos do Dr. Destino. Agora, o Quarteto Fantástico faz uma festa surpresa para o deus do trovão. Além disso, Thor ainda demorou várias semanas para retonar ao universo correto. A edição mostra o que aconteceu com Thor e Doutor Destino antes de finalmente retornarem.
As principais questões levantadas no primeiro arco foram encerradas nesse, como o destino de Asgard e seus habitantes e a identidade de Marnot. Ótimo trabalho de Dan Jurgens respeitando a mitologia do personagem mesmo sob a identidade de outra pessoa. 


Li O Poderoso Thor #14-17, com roteiro de Dan Jurgens e desenhos de John Romita Jr, Mike McKone e Lee Weeks além de Homem de Ferro #21-22, Peter Parker Homem-Aranha #11, Fanático – O Oitavo Dia #1, do encadernado Thor by Dan Jurgens & John Romita Jr #3, e farei breves comentários sobre as edições.
Edição #14: O Homem de Ferro ajuda Thor a levar alguns artefatos que ajudarão na reconstrução de Asgard. Ao retornarem à Terra, enfrentam o Homem-Absorvente e Titânia. Durante a luta, Thor volta a ser Jake Olson e é gravemente ferido por Enrakt, um dos Encantadores que busca vingança de Odin.
Edição #15: Jake Olson é acusado de roubar drogas do hospital onde trabalha, e até mesmo Thor não sabe dizer se isso pode ser verdade ou não. Jane Foster, que descobriu a verdade sobre a nova identidade do deus do trovão tenta ajudar Jake a fugir da polícia. Os Três Guerreiros são enviados à Terra para proteger Mjolnir que está preso em uma parede e ajudar Thor.

Edição #16: Em Midgard, Thor e os Três Guerreiros são derrotados por Enrakt, que parte em seguida, para Asgard. Lá, Odin está desaparecido e Loki tomou seu lugar.
Homem de Ferro #21: Um achado arqueológico raríssimo leva Tony Stark até as geleiras do Ártico, onde eles tentam encontrar um meio de entrar no Templo de Balthakk. Porém, um grande e misterioso poder se esconde atrás de suas portas. Prólogo para a história “O Oitavo Dia”.
Edição #17: Thor mal se recupera da surra que levou de Enrakt, quando o Fanático aparece na cidade atraído por uma misteriosa força.
Homem de Ferro #22: Oito entidades místicas milenares, incluindo Cyttorak que deu poderes ao Fanático, estão retornando e se unindo para a Octessência, uma cerimônia que permitirá às entidades criar uma máquina mística que pode dividir o planeta em oito partes, sendo que somente uma delas poderá sobreviver.
Peter Parker Homem-Aranha #11: Ao investigar alguns tremores no subsolo do Clarim Diário, o Homem-Aranha se depara com os oito Exemplares construindo a Máquina Celeste, ele foge do local e vai à mansão dos Vingadores em busca de ajuda. Com o Homem de Ferro e Thor enfrentando os Exemplares e mais a ajuda do Professor Xavier, o Homem-Aranha consegue destruir a Máquina Celeste, porém, as entidades desencadearam um novo plano que levará nossos heróis até o Polo Norte.
Fanático – O Oitavo Dia #1: A batalha final pelo destino da humanidade se dá no Polo Norte. Com os quatro heróis presos, a única esperança reside no conturbado e pouco confiável Fanático.
Este volume traz um crossover com a participação do Homem-Aranha e Homem de Ferro, além de grandes revelações sobre a origem dos poderes do Fanático. Apesar do crossover, a trama se manteve coesa. Leitura recomendada.


Li O Poderoso Thor #18-25 e Anual 2000, do encadernado Thor by Dan Jurgens & John Romita Jr #4, com roteiro de Dan Jurgens e desenhos de John Romita Jr, e farei breves comentários sobre as edições.
Edição #18: Depois de resolver a questão da Octessência, Thor retorna à Manhattan para por um fim à ameaça das criaturas liberadas por Enrakt que estavam sendo combatidas pelos Três Guerreiros. Depois, a Feiticeira Escarlate revela o paradeiro de Odin enfrentando os Encantadores e Thor parte em auxílio de seu pai.
Edição #19: Engolidos por uma das enormes feras dos Encantadores, Thor e Odin são salvos pela Feiticeira Escarlate. Agora é o momento do acerto de contas, mas ao descobrir a verdadeira identidade de Enrakt, Thor terá uma enorme surpresa. Loki vai até o reino infernal de Mefisto para trazer Jake Olson de volta como parte de seus planos malignos.
Edição #20: Depois de contar toda a verdade sobre Enrakt e Ceranda, Odin envia os Encantadores de volta ao Limbo do Infinito como punição. Na Terra, Thor se encontra com Jake Olson?! Os planos de Loki continuam a perturbar a paz de seu meio-irmão.
Edição #21: Em Asgard, Thor enfrenta o poderoso Mangog, enquanto que Tarakis trai o soberano Odin, ao fazê-lo entregar o Mapa do Fim de Tudo à Thanos. Agora, em posse do mapa e do Cálice da Ruína, Thanos tem em suas mãos um poder inimaginável.



Anual 2000: Loki continua usando o verdadeiro Olson para incriminar Thor. Sabendo da ameaça de Thanos, o Deus do Trovão precisa resolver de uma vez por todas as questões envolvendo Jake Olson, incluindo sua vida e todos à sua volta, e ainda lidar com Loki, mas sem a ajuda de Odin, isso parece impossível. Após se apossar da Pedra Iluminista dos rigelianos, Thanos está cada vez mais próximo de encontrar a Designada.
Edição #22: Antes de capturar a Designada, Thanos e Magog levaram a Pedra Iluminista destruindo o planeta Rigel e nem mesmo Thor pôde impedi-los. Odin envia Balder em uma missão que poderá mudar os rumos dessa peleja.
Edição #23: Thor busca a ajuda da Monarca Milenar para encontrar Thanos e Mangog. Então, ele, o Registrador e o Senhor do Fogo partem para deter o titã louco antes que ele encontre Tarene, a Designada, mas chegam muito tarde.
Edição #24: Thor, Senhor do Fogo e Registrador finalmente encontram Thanos e seus aliados em posse dos artefatos mágicos e de Tarene, mas infelizmente, são subjugados. Em Asgard, Odin assiste a tudo sem nada poder fazer.
Edição #25: São os momentos finais do universo quando Thanos bebe do Cálice da Ruína com as lágrimas da Designada. Mas ainda pode restar uma última esperança, quando Odin manda que se criem armas específicas para derrotar Thanos. Thor prova porque é um dos seres mais poderosos do universo Marvel.
Fim de todas as tramas criadas por Dan Jurgens desde que assumiu a revista. Porém, ao final, ele deixa duas questões em aberto para as histórias seguintes. Marca também o fim da colaboração de John Romita Jr nos desenhos. Leitura recomendada.


Li O Poderoso Thor #26-35, do encadernado Thor: Across All Worlds, com roteiro de Dan Jurgens e desenhos de Erik Larsen, Andy Kubert e Stuart Immonen, e farei breves comentários sobre as edições.
Edição #26: As últimas batalhas enfraqueceram o Pai-de-Todos de Asgard, e apenas o Sono de Odin poderá recuperar a onipotência do soberano. Em uma atípica decisão, Lady Sif é escolhida para portar o Anel Imperial e governar o Reino Dourado durante esse período. Em Midgard, Mary, a Titânia, esposa de Crusher Creel, o Homem-Absorvente padece de um câncer terminal e necessita urgentemente de ajuda médica.
Edição #27: O Homem-Absorvente rapta a Dra. Jane Foster até seu esconderijo, um prédio abandonado na cidade. Porém, Jane percebe que somente com a ajuda médica adequada Mary tem alguma chance de tratamento. Com a ajuda do Homem de Ferro, Thor descobre a localização do Homem-Absorvente.

Edição #28: Thor e seus companheiros, os Três Guerreiros fazem um passeio pela cidade de Nova York, degustado de suas especialidades. De repente, são surpreendidos pelo Destruidor, Aríete, Maça e Bate-Estaca, a Gangue da Demolição, que estão atrás da energia vital dos quatro valorosos asgardianos.
Edição #29: Hogin é morto em combate contra a Gangue da Demolição. Thor consegue revive-lo, mas seu estado ainda é crítico. O Deus do Trovão pede à Fandral e Volstagg que acompanhem seu amigo sob os cuidados da Dra. Jane Foster, enquanto Thor vai atrás da gangue. Em Svartalfheim, Malekith se apodera da Arca dos Invernos Antigos.
Edição #30: Balder vem à Terra levando o elixir que pode salvar a vida de Hogun, mas antes de chegar ao hospital, se encontra com Pantigaar, guerreiro enviado por Malekith à procura pelo Deus do Trovão. Thor se encontra no espaço ajudando seus amigos Vingadores durante a saga Segurança Máxima.
Edição #31: Com Hogun recuperado e o retorno de Bill Raio Beta que havia sido preso durante a saga Segurança Máxima, é a hora de Thor e seus companheiros retornarem à Asgard. Mas, ao chegar, encontram o Reino Dourado com o aspecto de uma enorme geleira. Malekith e seu exército invadem a câmera onde Odin se recupera em seu sono profundo, e mesmo com a bravura de Balder e Sif, nada parece impedir o destino fatal do soberano de Asgard.
Edição #32: Thor e seus companheiros chegam à tempo, mas Malekith tem um aliado inesperado – Kurse. À procura da Gema dos Sóis Infinitos, Thor deixa que Sif combata o Elfo Negro dentro do Saguão das Almas Perdidas.
Edição #33: Nullitron foi enviado do futuro para acabar com Thor, e não é somente ele quem está atrás do Deus do Trovão. Lady Sif ainda lamenta que Odin demore em retornar de seu sono restaurador. Quando Thor está prestes a perder Mjolnir durante a batalha contra Nullltron, acaba recebendo uma ajuda inusitada.

Edição #34: Tarene, a Designada vem à terra como a nova Deusa do Trovão e decide ficar um tempo com Thor para um período de aprendizado. A vida pessoal de Jake Olson não está fácil e acaba colocando em risco a vida de Amanda quando o Gladiador é enviado para evitar um futuro caótico.
Edição #35: No momento em que Thor volta a ser Jake Olson, Tarene aparece para intervir na batalha contra o Gladiador, mas é rapidamente derrotada. Mesmo assim, esse curto tempo foi o suficiente para que o Deus do Trovão recuperasse seu martelo Mjolnir novamente. Em Asgard, Ulik e seu exército de Trolls invadem a cidade dourada e Sif é obrigada a partir em busca da ajuda de Thor.
O escritor Dan Jurgens dá prosseguimento à mitologia do Deus do Trovão, recuperando velhos inimigos do passado como o Homem-Absorvente, a Gangue da Demolição e Malekith, além de inserir elementos clássicos como o Sono de Odin, as aventuras dos Três Guerreiros em Midgard e o retorno de Bill Raio Beta. Além de deixar vários assuntos importantes pendentes para os próximos arcos. Leitura recomendada.


Li O Poderoso Thor #36-44 e Anual 2001, do encadernado Thor: The Death of Odin, com roteiro de Dan Jurgens e desenhos de Stuart Immonen, e farei breves comentários sobre as edições.
Edição #36: Condenado por Odin a ser meramente um mortal, a vida de Thor está por um fio no corpo de Jake Olson. E para agravar ainda mais a situação, Karnilla liberta Loki de sua prisão encantada e o Deus da Trapaça está sedento pela morte de seu meio-irmão.
Edição #37: Loki usou seus poderes para transferir a energia vital da predestinada Tarene para o corpo do Destruidor. Sem poder combater o gigante metálico, o Deus do Trovão está fadado a perecer. A aparição do Vigia na Sala do Trono de Odin prenuncia o caos que está por vir.
Edição #38: Após 60 segundos longe de seu martelo, Thor volta a ser o mortal Jake Olson. Sif se vê sozinha contra o Destruidor, mas por pouco tempo, pois Encantor não pretende deixar seu amado Thor perecer tão facilmente. Além disso, Odin também resolve intervir, se Loki permitir.
Edição #39: Apesar de derrotar o Destruidor e libertar Tarene, frustrando os planos malignos de Loki e Karnilla, Thor (e seu alter ego Jake Olson) ficou severamente ferido. Ele e Jane vão até Asgard para uma cura e uma solução. Odin, em sua sabedoria suprema resolve o problema. Na Noruega, Surtur é invocado e tem um início uma onda de destruição sem limites.
Edição #40: Odin envia suas tropas asgardianas à Midgard para enfrentar Surtur e seus demônios flamejantes. Até mesmo Hércules, Bill Raio Beta e Kurse são convocados à guerra. Mesmo assim, sem a presença de Thor, ainda se curando de seus graves ferimentos, a batalha parece perdida. Porém, a chegada de Tarene pode mudar o rumo da peleja.



Anual 2001: Hércules pede ajuda à Thor e Bill Raio Beta. Um mal muito grande se apodera do Olimpo, na qual até mesmo Zeus está de mãos atadas. Mesmo sob a desconfiança dos três nobres guerreiros, o Silencioso os envia para evitar um futuro catastrófico para o lar dos deuses olimpianos. A história questiona e reflete sobre os atos divinos e suas consequências.
Edição #41: Surtur foi erradicado, mas o preço foi alto – Odin pereceu e seu Anel Imperial foi derretido no fogo. Tarene, a Designada perdeu seus poderes e agora é apenas mais uma deusa asgardiana. O povo da Cidade Dourada está em luto e Thor decreta que o trono deve permanecer vazio enquanto não houver alguém digno de sucedê-lo.
Edição #42: Muitas questões precisam ser resolvidas em Asgard, mas Thor se recusa a liderar o povo, sentindo-se indigno do trono de seu pai. Ao invés disso, na esperança de que Odin ainda esteja vivo, ele parte do visionário Orikal para descobrir onde se encontra o Pai de Todos.
Edição #43: Thor assume o trono de Asgard e o Poder de Odin aos poucos, começa a fortalecer-lhe. Além disso, cuidar dos assuntos asgardianos requer seu tempo integral, por isso, Thor pede para Tarene ser a nova protetora de Midgard, e logo em sua primeira missão, já tem de enfrentar Skurge, o Executor.
Edição #44: Chegou o dia do funeral de Odin. Dentro da Sala do Trono, Thor, Balder e Sif relembram momentos em seus passados em que foram ajudados, de uma forma ou de outra, pelo Todo Poderoso. Até Loki tem suas lembranças.
A presença de Surtur sempre representou grande destruição e perda nas vidas dos asgardianos. E dessa vez não poderia ser diferente. Com a passagem do trono real de Asgard, mais um capítulo na vida de Thor é escrita. Além disso, mais uma vez, o escritor Dan Jurgens mostra o fantástico poder do Deus do Trovão, um dos seres mais poderosos do universo Marvel. A introdução de uma nova Thor enfatiza que esse volume está recheado de mudanças no status na mitologia de Odinson. Leitura recomendada.


Li O Poderoso Thor #45-50, do encadernado Thor: Lord of Asgard, com roteiro de Dan Jurgens e desenhos de Stuart Immonen, Joe Bennett e Tom Raney, e farei breves comentários sobre as edições.
Edição #45: Thor, agora o novo soberano de Asgard, envia Balder com um grupo de guerreiros em busca da misteriosa Arca da Fortaleza. Enfrentando desafios mortais, alguns dos bravos asgardianos começa a questionar sobre o modo de governar do jovem Thor.
Edição #46: Nova protetora de Midgard, a destemida Tarene ainda tem muito o que aprender, principalmente sobre suas prioridades ao proteger os inocentes contra a maldade. Em Asgard, um inexperiente Lorde Thor precisa conquistar a confiança e o respeito de seu povo. E a presença de Amora deve piorar a situação.
Edição #47: O Gárgula Cinzento está de volta, em sua busca pela imortalidade. Ele transforma Tarene em pedra, quebra-a em vários pedaços e se apossa de seu martelo. Jake tenta ajudar a jovem Designada e, com o encanto do espelho de Amora, se transforma novamente em Thor, no exato momento em que Lorde Thor combatia os Gigantes do Gelo.
Edição #48: Mesmo enfraquecido sem saber que está compartilhando seus poderes com Jake, Lorde Thor ainda é um combatente digno de temor ante os Gigantes de Gelo. Na Terra, Jake tenta ajudar Tarene, mas de separa com a chegada de Desak, o aniquilador de deuses.

Edição #49: Lorde Thor chega à Midgard e com a Força Odin, recupera seu pleno poder, deixando Jake Olson em sua forma mortal novamente. Com todo o seu poder, Thor enfrenta Desak de uma vez por todas.
Edição #50: Enquanto Thor combatia Desak na Terra, guerreiros asgardianos tombavam sem vida enfrentando os Gigantes de Gelo, aumentando ainda mais a desconfiança do povo em seu soberano. Cabe à Lorde Thor conquistar a confiança e o respeito de seus súditos, uma tarefa aparentemente impossível.
Arco que acompanha os primeiros passos de Thor como novo soberano de Asgard, suas dificuldades, responsabilidades e compromissos. Dan Jurgens tem uma boa oportunidade de explorar essa mudança na vida do Deus do Trovão e o faz de maneira brilhante, desenvolvendo o personagem a partir de toda a experiência que ele teve, tanto em Asgard, quanto entre os mortais. Leitura recomendada.


Li O Poderoso Thor #51-58, Homem de Ferro #64 e Vingadores #63, do encadernado Thor: Gods on Earth, com roteiro de Dan Jurgens e desenhos de Tom Raney, Joe Bennett e Alan Davis, e farei breves comentários sobre as edições.
Edição #51: Asgard se materializa sobre Nova York. Lorde Thor deseja “resolver” todos os problemas de Midgard de uma vez por todas. O Homem-Aranha vai investigar o que aconteceu e acaba criando um debate filosófico com o Deus do Trovão, mas o questionamento dura pouco.
Edição #52: Há muito tempo atrás quando os vikings oprimiam e massacravam todos que encontravam pela frente, em nome dos deuses de Asgard, Thor questiona seu Pai Todo-Poderoso sobre essas ações. A origem do conselheiro Thialfi é contada.
Edição #53: Já se passaram cem dias que o Senhor de Asgard age ativamente em prol dos fracos e oprimidos. Isso piora sua situação com as autoridades mundiais, que passam a agir em secreto. E os Deuses negros estão de volta para o acerto de contas.
Edição #54: A irmã Mary presencia o sofrimento do dia-a-dia no hospital e começa a questionar suas próprias crenças quando recebe a visita de Lady Sif trazendo elixires com poder de cura. Roxy Perez trabalha com ajuda voluntária e conhece pessoalmente Thor, o Senhor de Asgard. Charlie estava prestes a ser assaltando dentro de seu ônibus, quando os meliantes foram detidos por Balder e Hogun. Três vidas completamente diferentes que tiveram experiências em comum.
Edição #55: Embora não esteja reinado Asgard, Loki finalmente conseguiu o que sempre almejou. Thor vai à ONU e se segue um longo e difícil debate sobre sua política de imposição.



Edição #56: Thor cria fontes de energia duradouras e puras. Um jovem mutante, determinado a acabar com a soberania do Deus do Trovão, faz de tudo para expor o “deus falso”, mas é impedido pelo Homem-Absorvente, que agora, luta ao lado de Thor.
Edição #57: Volstagg reúne algumas crianças ao redor da lareira de sua casa e passa a contar histórias das façanhas de Thor, o Senhor de Asgard. Em especial, sua luta contra a criatura chamada Jardineiro, na Lua terrestre. Um conto de fantasia que teve a participação de vários desenhistas.
Edição #58: Dan Jurgens / Alan Davis – Sem saída (Standoff 01)
A Slokóvia é um pequeno país cujo regime político tem torturado seu povo. Alguns de seus oprimidos cidadãos foram mortos oferecendo preces ao Deus do Trovão, que foram captadas por Heimdall. Thor atende às orações e envia seus valorosos guerreiros contra o exército do general slokovaco Stoykovicz. O problema é que a Slokóvia faz fronteira com a Lavtéria, preocupando o governo americano.
Homem de Ferro #64: Mike Grell / Michael Ryan – Sem saída (Standoff 02)
A presença de Thor e a aparição do Homem de Ferro para tentar um diálogo, cria um impasse na região da Slokóvia. Nos EUA, o culto à Thor divide opiniões. O Dr. Destino sabe de uma arma que Tony Stark vem guardando e que pode ser o último recurso, caso precise enfrentar seu amigo asgardiano.
Vingadores #63: Geoff Johns / Alan Davis – Sem saída (Standoff 03)
Thor e Homem de Ferro se enfrentam sem perceber a destruição que estão causando. O Capitão América tenta intervir. Três antigas e grandes amizades podem estar se despedaçando devido aos planos malignos e sutis do Doutor Destino. 
O escritor Dan Jurgens dá prosseguimento a uma nova fase na vida do Deus do Trovão. Como soberano de Asgard, impondo sua vontade e justiça acima do poder de escolha e livre arbítrio que a humanidade tem, o escritor abre espaço para questões políticas, sociais, filosóficas e religiosas. São caminhos delicados, mas conduzidos de forma razoável e lúcida. Leitura altamente recomendada.


Li O Poderoso Thor #59-67, do encadernado Thor: Spiral, com roteiro de Dan Jurgens e desenhos de Joe Bennett, Ben Lai, e tecerei breves comentários sobre as edições.
Edição #59: No futuro ano de 2.026, um “velho maluco” afirma ser Thor, o Deus do Trovão, que espera o retorno de seu martelo Mjolnir, perdido em batalha. O jovem DJ vive nas ruas da cidade, sem lar, contando somente com seus instintos de sobrevivência. Até que, um dia, ele descobre o martelo feito de Uru nos subterrâneos. Agora, DJ se vê diante de um dilema e da perspectiva de grandes aventuras. Escritor convidado: Priest, que criou um conto interessante onde a perspectiva de um jovem sem esperança pode mudar todo o seu futuro.
Edição #60: Um garoto ficou preso entre as ferragens de um carro após um terrível acidente. Sua única chance de sobreviver terá um custo – sua perna. Jake Olson é o único no local em condições de fazer isso, mas a mãe do menino se recusa a permitir essa operação, pois acredita que o deus Thor virá em seu socorro.
Edição #61: Para se juntar ao Conselho Elite, formado pelas mais poderosas entidades divinas, o atual Senhor de Asgard terá de passar por um teste que revelará seu verdadeiro caráter. Mas, antes de partir, Thor designou Volstagg para “proteger” Tarene enquanto ela estiver em Midgard. E Jake Olson começa a questionar os métodos do Deus do Trovão.
Edição #62: Cegado pelo seu desejo de ajudar a humanidade, Thor se recusa a ouvir qualquer outro comentário que contrarie sua vontade. As pessoas na Terra dividem opiniões e suas vidas começam a ser afetadas diretamente, influenciando suas atividades diárias.



Edição #63: Lars Skoglund e sua família são católicos devotos e preferem continuar assim, apesar do crescente aumento dos seguidores de Thor. Mesmo assim, o negócio de pesca de lagostas está indo de mal a pior e Lars sequer tem dinheiro para o básico, quanto mais, para pensar no futuro de seu filho. Situações desesperadas sempre requerem medidas desesperadas?
Edição #64: O Vaticano está preocupado com as ramificações sociais e espirituais que os atos de Thor tem provocado na população mundial, e se reúne com o Senhor de Asgard. Embora, sua intenções jamais tenham sido em sentido religioso, mas apenas no sentido caritativo, Thor está irredutível quando à sua posição. Lars e sua família se converteram ao culto do Thor, mas a pequena cidade dividida está se tornando um perigo para seus moradores.
Edição #65: Thor definitivamente tomou o controle do destino dos mortais em suas mãos. O Conselho Elite não pode tolerar que isso prossiga por mais tempo. E a situação chega à um ponto insustentável quando Thor tenta usar a Força Odin para ressuscitar uma criança.
Edição #66: A tentativa fracassada de Thor em trazer uma garotinha de volta à vida foi o estopim. Um conselho secreto de nações aprova um ataque direto ao Deus do Trovão e uma invasão inesperada em Asgard. Mesmo que isso custe a vida de milhares em Nova York.
Edição #67: A invasão em Asgard acontece diante dos olhos de Zarrko, o Homem do Amanhã, tenta recuperar seu dispositivo de tempo. EM Nova York, Jake Olson descobre que o Deus do Trovão está vivo e tenta deter Thor de uma vez.
O escritor Dan Jurgens parece não ter limites ao explorar o que aconteceria com nossa sociedade atual, caso um deus realizasse todos os nossos desejos e prometesse acabar com a fome, miséria, violência, guerra e doenças, sem que precisássemos fazer nada, a não ser... suplicar. O escritor se mostra corajoso e levanta questões incômodas e tabus, ao colocar frente a frente o conflito de crenças religiosas dentro de uma sociedade carente e insatisfeita. Uma obra instigante e que deve ser apreciada e refletida. Leitura obrigatória.


Li O Poderoso Thor #68-79, do encadernado Thor: Gods and Men, com roteiro de Dan Jurgens e desenhos de Scot Eaton e Roger Robinson, e tecerei breves comentários sobre as edições.
Edição #68: Dezessete anos se passaram. Como retaliação ao “domínio” de Thor, Nova York foi sacrificada pelos Vingadores e a cidade não existe mais. Loki é o chefe de segurança de Midgard. Thor e Amora se casaram e tem um filho, Magni. Todos os bebês que nascem devem ser registrados, pro caso de algum nascer com poderes. Neste cenário, Jane Foster tenta proteger o bebê recém-nascido da Feiticeira Escarlate, para que não caia nas mãos do Senhor de Asgard.
Edição #69: É o ano 2.170, ou seja, mais de 150 anos se passaram. Nova Asgard é um lugar de paz e harmonia, embora seja guardada com mãos de ferro. A jovem Jordy tenta se dar bem com seus pequenos furtos, mas é descoberta pelos soldados asgardianos. Durante a perseguição, Thialfi é arremessado diretamente do passado, nos eventos mostrados na edição #67.
Edição #70: A chegada de Thialfi é recebida com alegria e surpresa por Lorde Thor. Ele passa a mostrar sua Terra utópica, um lugar de fartura infindável, onde os mortais não mais precisam se preocupar com as ansiedades a lutas diárias por sobrevivência. Magni cresceu, e é o Príncipe de Asgard. E uma misteriosa feiticeira age nas sombras planejando a derrocada do governo asgardiano.



Edição #71: Kya, a filha de Wanda que sobreviveu graças ao sacrifício de sua mãe e de Jane Foster, usa seus poderes místicos e dá a Thialfi a oportunidade de ver com seus próprios olhos, o outro lado da sociedade paradisíaca de Thor, onde a monotonia e a preguiça causadas pela falta de um objetivo, cobram o seu preço.
Edição #72: Depois de ter testemunhado pessoalmente o martelo Mjolnir em posse de Kya, Thialfi questiona Lorde Thor sobre a verdade. Suas dúvidas parecem cada vez mais serem sanadas à medida que Magni, o próprio Príncipe de Asgard também começa a contestar as decisões de seu pai.
Edição #73: Não há dúvidas de que Thialfi e Magni estão cientes das falhas de Lorde Thor em impor sua vontade sobre os mortais e governá-los da maneira como ele tenciona ser o certo. E, através de um pesadelo, Thor relembra os eventos do ano de 2.020, quando os Vingadores que restaram empreenderam seu último ataque pela liberdade.
Edição #74: A rebelião liderada por Kya e com o apoio de Thialfi está há um passo de seu clímax, quando Lorde Tor está prestes a entrar no Sono de Odin. Magni resgata Jordy de uma das celas de recondicionamento criado por Loki.



Edição #75: Exilada de Nova Asgard, Sif ainda mantém contato e auxilia o Príncipe Magni sempre que possível. É com ela que o príncipe deixa Jordy sob cuidados. Ao retornar à Nova Asgard, Magni fica sabendo sobre o atentado de Thialfi sobre seu pai, antes de entrar no Sono de Odin, e presencia a execução em público de Kya.
Edição #76: O inesperado aconteceu – Magni ergue o martelo Mjolnir e prova ser digno. Agora ele tem certeza de que seu pai, Thor está equivocado ao permanecer na Terra. Lorde Thor desperta de seu Sono Odin e terá um teste duro pela frente.
Edição #77: Magni coloca seu pai à prova exigindo que, se ele ainda for digno, que erga Mjolnir. Nesse instante, Desak, o Assassino de Deuses retorna da morte, incansável e irrefreável para acabar com todos os deuses de Asgard, de uma vez por todas.



Edição #78: Nada parece parar Desak. Um a um, os deuses asgardianos tombam. Nem mesmo Thor, com sua Força Odin está em condições de derrotar o Assassino de Deuses. Nessa hora, Loki, o responsável pela segurança, libera sua arma mortal e secreta – o Destruidor. Mas quem estaria energizando a poderosa criatura?
Edição #79: É o ato final de tudo o que o escritor Dan Jurgens criou até agora. Quem criou Desak? E com que objetivo? Qual será o futuro da Terra de agora em diante? Thor conseguirá entender o que tem feito ou continuará se apegando a seus ideais? Ele ainda é digno de erguer Mjolnir? Todos os conceitos levantados desde as primeiras edições serão esclarecidos.
Depois do fenomenal arco anterior, Espiral, o escritor Dan Jurgens não satisfeito com a evolução feita com o personagem, cria um futuro baseado nas ações de Lorde Thor. Uma analogia à uma sociedade utópica onde “liberdade” e “independência” são temas que se chocam com a dura realidade humana. Neste clima de “O que Aconteceria Se...”, Jurgens cria toda uma sociedade mundial e brinca com conceitos que afetam a todos nós atualmente. Um brilhante exercício de criatividade e um desfecho arrebatador. Leitura indispensável.

Por Roger


DOWNLOAD #01 - #32



DOWNLOAD #33 - #79






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog