Pesquisar este blog

smc

terça-feira, 24 de novembro de 2015

O VELHO LOGAN POR BRIAN M. BENDIS...


Editora: Marvel
Número de edições: 05
Tamanho: 132 MB
Roteiros: Brian Michael Bendis
Desenhos: Andrea Sorrentino

O final cinematográfico de Velho Logan (Mark Millar / Steve McNiven) atiçou por anos a imaginação dos leitores sobre como seria uma continuação daquilo. Gavião Arqueiro voltaria? Quem era de fato o Doutor Destino? Veríamos o bebê Hulk crescer? E principalmente: quem seriam os novos déspotas no caminho de Logan? Após o termino de Old Man Logan, lamentavelmente Mark Millar se achou maior que a Marvel e rumou para obras autorais questionáveis, McNiven até ilustrou uma delas, a “Nêmesis”, porém sem o mesmo detalhismo de outrora...  E quando ressurgiu a oportunidade ao ilustrador de retomar seus traços em Wolverine, o roteiro que veio foi desanimador...
Quem ousa-se dar continuação a considerada melhor história do Wolverine da década passada, deveria ter o mínimo de respeito e espirito competitivo em tentar superar “o original”, atitudes aparentemente não tomadas por Brian Michael Bendis, levando tudo como “mais um –- DOS VÁRIOS -- trampo mensal”, percebe-se isso com a velocidade do enredo, soluções fáceis e intenções de não se alongar em nada, ou mesmo responder algumas questões. A tão almeijada continuação vira um embaralhamento desordenado de multiversos fantasiosos e irreais, até mesmo para um quadrinho, já que linhas alternativas não respeitam mais nem linhas temporais...

A edição #01 é presa em excesso, –- leia-se repetições preguiçosas de argumentos feitos por Millar – enquanto a #02 se transforma em uma caça por um deus inatingível, em “outra realidade”. O foco de Bendis foi mais inserir com artimanhas –- Logan como um ponto cego do multiverso – o personagem no universo 616 para preencher a lacuna de sua versão tradicional, bem como “oferecer uma segunda chance” ao mesmo, tudo numa compressão para jogar a bomba passar adiante à Jeff Lamire em um futuro título mensal, com o mesmo desenhista: Andrea Sorrentino.

As ilustrações de Andrea Sorrentino são um verdadeiro achado, embora seu estilo -- ao meu ver – não case tão bem com o título, aqui um Ron Garney ou Adam Kubert seriam excepcionais, isso de maneira nenhuma desqualifica Sorrentino, seu estilo lembra bastante Tim Bradstreet e Jae Lee, seja pela maneira sombria, traço fino e predileção pelo preto e branco, além de aparentemente não ser fã de desenhar musculaturas de fisiculturistas em quase todos que aparecem na revista.
Restam só esperanças –- ultimo e mais ardil mal da caixa de pandora – do cavaleiro solitário Logan continuar de fato sua cavalgada de homem imortal X mundo irreparável, afinal, se o Cavaleiro das Trevas da DC vai ganhar até a parte 3, por quê não o mesmo para o da Marvel?
...


Nota: 5.6


Nenhum comentário:

Postar um comentário