Batman: Prison Planet - Parte 10 - OZYMANDIAS_REALISTA

Breaking

Ano IV! Quadrinhos, cinema, opinião, downloads, xadrez e mais 200 coisas.

quinta-feira, 9 de agosto de 2018

Batman: Prison Planet - Parte 10


General Zod está preso dentro da Zona Fantasma. Ele percebe que está sendo observado então começa a lançar insultos e maldições, é quando duas mãos fecham as cortinas. Batman fala para Superman:
"Ele com certeza não parece muito feliz."
"Pense bem nisso. Havia muita polêmica em Krypton quanto a sentença na Zona Fantasma. Deixo Zod aí dentro por ser imparável. Ele sabe que é culpa dele..."
"Não muito diferente do nosso amiguinho... Mas estou incerto, acho que recorrerei a outro meio. Droga! Eu gostaria tanto de me livrar dele!"
"Afinal, não achou sinais de sobrevivência de Luthor e Coringa?"
"Sinal nenhum. Absolutamente nada."
"Isso quer dizer que estão provavelmente mortos."
"Já passei por isso antes. O Coringa sempre volta. Perturba inocentes. Só queria colocar um fim nisso."
"Eu entendo, Batman, eu entendo. Eu entendo a sua responsabilidade pelo Coringa, mas não se culpe, você não é tão diferente assim. O Capitão Marvel falou comigo uma vez quando viu o Dr. Silvana apodrecendo numa cela. Ele me contou que estava com pena, porque era o maior inimigo dele. Nós criamos essa ligação, Batman, não é só você. Eu posso ter mandado Luthor para o Planeta Prisão, mas também não teria coragem de arrancar a cabeça dele para evitar que afetasse mais inocentes. Não fazemos isso, Batman. Somos heróis. É claro, o seu vilão também é provavelmente o pior."
"Sim... Mas a culpa foi minha. Eu fiquei fora de mim."
"Mais uma vez, não se culpe. Você ainda pode ser o Batman, mas segurar todos aqueles vilões seria trabalho fácil nem para mim. Você fez muito bem, estamos orgulhosos de você, Bruce, sempre será um dos maiores heróis da Terra. Mas temos que falar sobre esse anel."


Batman então tira o anel do cinto de utilidades: "É tanto poder... Um poder enorme."
"É tentador. Você deveria se livrar desse anel."
"Eu sei, Clark, mas ainda não estou certo disso. Um lado me diz para tirá-lo, mas por outro... Não é a primeira vez que tomo posse de um anel do medo. Me sinto como se estivesse recebendo uma segunda chance. Com um poder desses Gotham ficaria mais segura do que nunca."
"Mas dependeria de você. Estava planejando a sua aposentadoria, lembra? Ficar com o anel será o cancelamento definitivo disso. E não deve demorar até Hal vir falar com você... ou Sinestro."
"Sim... Mas é uma escolha que não posso fazer agora. Manterei o anel comigo temporariamente."
"Espero que faça o que é certo, Batman. Pense bem. Agora vamos."


Andando pela Fortaleza da Solidão de Superman, os dois  heróis vão passando por enfeites peculiares como naves e itens do espaço pendurados para fins de decoração. Chegando na sala de estar, os dois encontram Arqueiro Verde, Mulher-Gato, Robin, Ravena e Mulher-Maravilha. Arqueiro fala: "E como vai o melhor detetive do espaço? Haha!"
"Bem melhor agora, Oliver, graças a Deus."
"Você assustou a gente cara, você assustou."
Superman: "Sinto muito mesmo por não ter ajudado. Mas com as ameaças na Terra, eu achei que fosse melhor confiar em vocês."
Arqueiro: "E foi mesmo. Nós cuidamos de tudo."
Mulher-Maravilha: "Eles se mostraram aptos para a missão, não precisaram de ajuda alguma."
Batman: "É, falando nisso, como ficou o Slade?"
Arqueiro: "Por lá mesmo. Aquela maldição realmente achou que eu ia deixar ele sair de lá? HA!"
Mulher-Maravilha: "Mas o que aconteceu?"
Arqueiro: "Precisamos da ajuda dele. Mas dane-se, ele nunca quis ajudar mesmo. O Robin tava muito puto. Sorte que você tinha descido o sarrafo nele antes."
Robin: "Dane-se Slade! Ele vai apodrecer no Planeta Prisão! E ei! Vocês não acham genial como eu consegui convencer a Ravena a vir?"
Ravena: "Quieto, Robin... isso ajuda em nada."
Batman: "Bem, obrigado a todos vocês. Eu provavelmente não teria conseguido sem ajuda."
Robin: "Nem sinal do Coringa, Batman? Nem do Lex Luthor?"
Batman: "Não... devem estar queimando no inferno..."


Batman: "Foi tanta coisa que deu errado... Mas de qualquer forma, o Planeta Prisão é um sucesso."
Superman: "Sim, exatamente."
Robin: "Como assim? O que vocês querem dizer com isso?"
Superman: "O objetivo sempre foi manter os super vilões longe de inocentes."
Batman: "E nessa fuga toda, eles não puderam fazer vítimas. Nem sequer alcançar áreas civilizadas! Desde o início, a ideia era essa."
Superman: "Sim, se não fosse por Brainiac e o anel do medo, eles não teriam sequer começado, não houveram falhas internas. Agora devo caçar Brainiac... não sei dizer se ele é um oponente que pode ser completamente vencido..."
Robin: "Parece que o Asilo Arkham vai ficar fora de uso."
Batman: "Com certeza perderam os seus pacientes mais desafiadores."
Robin: "Simplesmente não consigo acreditar que o Coringa se foi. Tipo... já passamos por isso antes. Já chegamos a ver o cadáver dele! Mas ele sempre volta!"
Mulher-Gato: "Vai ter que se esforçar bastante dessa vez. Explosão de espaço-nave..."
Robin: "Não sobrou nada?"
Mulher-Gato: "Na-na. O bonitão cuidou de tudo. Afinal..."
Batman e Superman falam juntos: "É o meu trabalho."
Mulher-Maravilha: "Eu não acredito..." Robin e Arqueiro Verde dão risada, enquanto Ravena esboça um sorriso. Por fim Batman diz: "Sinto muito não poder ficar até mais tarde, mas eu e Selina temos que ir. Todos, adeus. Superman, obrigado pela hospitalidade. Até uma próxima vez. Obrigado por tudo."
"Imagina. E gostei disso, dessa nova mentalidade, tenho um bom pressentimento. Nos veremos novamente. Se precisar de ajuda é só me chamar."
Batman: "Essa fala devia ser minha."


"Sei que não é fácil trabalhar com isso no Brasil. principalmente nessa fase que a gente tá vivendo.
Mas o seu blog me fez passar por vários momentos difíceis da minha infância, e me inspirou fazer coisas que me transformaram no ser humano que eu sou hoje... Amo arte e qualquer coisa que esteja relacionada a ela muito por conta de blogs como o seu."

Comentário de um cara que acessava o aposentado Blog Joker. A vida tem umas interessantes... Mais uma vez, obrigado aos leitores e... até a próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog