Mega Post: The Flash de Geoff Johns (Leitura Pré-Crise Infinita) - OZYMANDIAS_REALISTA...

Breaking

Ano IV! Quadrinhos, cinema, opinião, downloads, xadrez e mais 200 coisas.

quarta-feira, 11 de julho de 2018

Mega Post: The Flash de Geoff Johns (Leitura Pré-Crise Infinita)


Mega Post com as análises de The Flash #164-225, escrita por Geoff Johns entre setembro de 2000 e outubro de 2005!!

Li The Flash #164-169, do encadernado The Flash: Wonderland, com roteiro de Geoff Johns e desenhos de Angel Unzueta e Doug Hazlewood, e farei breves comentários das edições.



Edição #164: Flash é preso e levado sob custódia, acusado de matar um policial. Atrás das grades, sua mente nublada e distorcida tem dificuldades em raciocinar e organizar as ideias. E as começas começam a piorar ainda mais quando ele vê (ou pensa ter visto) Barry Allen.
Edição #165: O Capitão Frio parece ser o único que conhecer o Flash, libertando-o da prisão. Sem seus poderes de velocidade, Wally vai procurar por Jay Garrick, mas descobre que ele já está morto e nunca foi um Flash. Aliás, esse mundo jamais teve um Flash em toda a sua história.
Edição #166: Um plano mal sucedido para acabar de vez com o Flash, acabou prendendo o Mestre dos Espelhos e o Capitão Frio junto com o Corredor Escarlate nessa realidade diferente. Percebendo que foi vítima de uma armadilha, o Mestre dos Espelhos tenta tirar Snart e Flash desse reflexo espelhado, antes que sejam destruídos.
Edição #167: Enquanto correm contra o tempo, Flash e seus “aliados” temporários têm de enfrentar seus próprios reflexos e o Saqueador. Além disso, descobrem que o Pensador está por trás de todo esse plano.
Edição #168: Flash, Capitão Frio e Mestre dos Espelhos conseguem escapar da realidade reflexiva dentro do diamante do anel de Linda West. O problema é que Keystone City desapareceu. Seguindo uma pista e adentrando novamente pelo mundo dos espelhos, os três descobrem que o Irmão Grimm está por trás de tudo o que aconteceu até agora.
Edição #169: Ver Jay Garrick e sua esposa Linda ao lado do Irmão Grimm é o fim para Wally. Mas uma colaboração inesperada do Capitão Frio e do Mestre dos Espelhos pode renovara as forças do Flash.

Primeiro arco escrito por Geoff Johns. Traçando paralelos com a obra literária Alice no País das Maravilhas, o escritor insere o herói velocista ao lado de dois de seus vilões clássicos tentando escapar de uma realidade distorcida. Uma ideia interessante, porém, ousada para quem está iniciando um trabalho em uma revista já estabelecida. Leitura interessante e vale a pena.


Li The Flash #170-176, do encadernado The Flash: Blood Will Run, com roteiro de Geoff Johns e desenhos de Scott Kollins, Doug Hazlewood e Ethan Van Sciver, e farei breves comentários das edições.


Edição #170: Uma onda de crimes assolam Keystone City, mas não parecem ser apenas aleatórios. Enquanto se depara com situações inusitadas, pessoas próximas ao Flash correm perigo de vida, a começar pela oficial Julie Jackam, que já foi interesse amoroso de Wally no passado.
Edição #171: A polícia da cidade descobre que todos os assassinatos ocorrendo tem algo em comum – uma conexão com o Flash. E a chegada de Magenta piora ainda mais a situação para o Velocista Escarlate
Edição #172: Flash é capturado por Magenta e levado até o culto de Cicada. Lá, ele descobre uma verdade sombria acerca da existência de seu líder, seu objetivo e motivo de sua existência. O detetive Morillo e o policial Chyre estão determinados a descobrir o responsável pela onde de assassinatos envolvendo o Flash,
Edição #173: Jessé Quick chega a tempo de salvar Linda durante a explosão. Flash tenta se libertar da obsessão de Cicada. Morillo e Chyre encontram o culto, mas se isso será de ajuda ou irá atrapalhar ainda mais, o Flash terá de descobrir.
Edição #174: Depois de perder sua casa na explosão, Wally e Linda se mudam mais para o centro de Keystone. E surge um novo vilão na cidade, Poço de Piche.
Edição #175: A policial Julie Jackam foi morta por Cicada, mas deixou um filho. Chyre acredita que Wally West seja o pai. Enquanto essa questão não se resolve, o herói de Keystone City enfrenta o Mago do Tempo.
Edição #176: O verdadeiro pai do bebê de Julie é o Mago do tempo, que pretende descobrir porque seus poderes são aperfeiçoados quando se aproxima da criança. Flash começa a desconfiar de algo maior envolvendo o retorno de tantos vilões de sua galeria.

O segundo arco do Flash escrito por Geoff Johns mantém um ritmo “rápido” com muita ação e mistérios à serem resolvidos. Criar novos vilões e resgatar antigos ajudou a criar boas histórias com uma dinâmica ágil e simples. Leitura satisfatória.

Li The Flash #177-182, do encadernado The Flash: Rogues, com roteiro de Geoff Johns e desenhos de Scott Kollins, e farei breves comentários das edições.



Edição #177: Numa bela noite, após um romântico passeio com sua noiva, Chunk é baleado e seu corpo começa a sugar todas as coisas ao seu redor. Antigo amigo seu, o Flash é chamado antes que toda Central City seja transportada para outra dimensão. Para parar a Singularidade, o Flash precisa se arriscar dentro do buraco negro de Chunk.
Edição #178: Por trás de um misterioso plano, o mestre dos Espelhos foi o responsável pelo que atentado contra Chunk. Em seguida, ele se certifica de que o Gorila Grodd seja solto causando total destruição em Keystone City.
Edição #179: Hartley Rathaway, o Flautista é suspeito do assassinato de seus próprios pais. A prisão Iron Heights é sitiada pelos prisioneiros metahumanos que foram contaminados com a fórmula do Coringa. Edição ligada à história A Última Risada do Coringa.
Edição #180: Victor Stone está visitando Central City e revendo seus velhos amigos, Wally e Linda. Mas a visita dura pouco, pois os dois heróis precisam entrar em ação e recuperar um rim roubado por uma nova metahumana, a Ka-Bum. Além de descobrir o motivo do roubo.
Edição #181: É véspera de Natal. Mas a tranquilidade de Central City não dura muito, quando o Fissão escapa e começa a contaminar todos a seu redor com seus poderes radioativos. Íris Allen faz uma visita surpresa para Linda West e conta porque adotou o pequeno Josh. E os planos macabros do Mestre dos Espelhos faz mais uma vítima.
Edição #182: Lenny Snart e sua irmã foram vítimas de um pai abusivo e se tornaram o Capitão Frio e a Patinadora Dourada. Com o tempo, sua irmã foi morta pelo Calafrio. Leonard sempre seguiu um código de regras sobre não matar quando atuava com seus companheiros da Galeria de Vilões. Mas ele está determinado a quebrar essa regra e vingar a morte de Lisa.


Um plano para derrubar os velocistas vem sendo efetuado sem que o Flash perceba. Além disso, a prisão Iron Heights vem sendo administrado de forma inescrupulosa. O escritor Geoff Johns não tem dado vida fácil para o Flash, inclusive as histórias até mesmo ganharam um tom mais dramático e sombrio nesse volume, até mesmo fugindo um pouco das características normais de Johns. Leitura recomendada.

Li The Flash #183-191, do encadernado The Flash: Crossfire, com roteiro de Geoff Johns e desenhos de Scott Kollins, e farei breves comentários das edições.


Edição #183: Hartley Rathaway, Chunk, Max Mercúrio, Jessé Quick, Victor Stone, todos achegados de Wally Wast, estão passando por alguma situação ruim. Wally acredita que todos esses acontecimentos não podem ser apenas coincidências. Além disso, o detetive Chyre passa a desconfiar de seu parceiro, Morillo e descobre, tarde demais, a verdade sobre o seu destino. E Keystone City “recebe” a chegada do novo Trapaceiro para piorar ainda mais a situação.
Edição #184: Com Jay e Joan Garrick fora da cidade, e a inteira força policial da cidade presos no mundo dos espelhos, Wally fica literalmente sozinho e à mercê da nova Galeria dos Vilões, liderada por Forja. O Pensador capturou todos os outros achegados do Flash e tem seus próprios planos malignos.

Edição #185: Fraco e infectado pelo vírus Frenesi, Flash corre de volta pra Keystone City atrás do antídoto que deve estar nos laboratórios STAR. O Velocista Escarlate é ajudado pelo Pensador, pois para concretizar seu plano, precisa do herói vivo. Morillo e Chyre conseguem deter o Saqueador, mas descobrem os planos da Galeria de manter as cidades gêmeas isoladas do resto do país.
Edição #186: Morillo e Chyre vão até a delegacia libertar Cyborg e os demais policiais da cidade, com a inesperada ajuda do Capitão Frio. Após um breve confronto entre o Pensador contra a nova Galeria, Wally escapa e descobre que Áureo, ex-marido de Forja é o elo de ligação com tudo que tem acontecido ultimamente.
Edição #187: Agora, a batalha contra o Pensador é dentro da própria mente de Wally. Vencer Devoe requer muito mais do que velocidade. Mas a ameaça à Keystone City ainda não acabou. A Rede de vilões continua seu ataque contra a cidade e Forja quer vingança contra seu ex-marido.
Edição #188: Esgotado e ferido, Flash está à mercê da galeria de vilões. Ao invés de escapar, Áureo volta com reforços dando a oportunidade do Flash derrotar o Mestre dos Espelhos e derrubar a redoma que isolava as Cidades Gêmeas. Agora, a batalha pode se igualar.

Edição #189: Extasiado com a notícia de que vai ser pai, Wally viaja pelo país convidando seus amigos para um jantar. Jessé Quick, os Garrick, Bart Allen, Cyborg, Íris West, Det. Morillo, são incluídos, embora nem todos possam comparecer. E ainda recebe a boa notícia de que o Flautista foi inocentado do assassinato de seus pais.
Edição #190: Hartey Rathaway foge da prisão e, enquanto tenta encontrar uma chance de provar sua inocência (até para si mesmo), relembra os eventos de seu passado que o levaram até aqui. Ele procura por seus companheiros regenerados, James Jessé e o Onda Térmica.
Edição #191: Um pé de feijão gigantesco brota das ruas de Keystone City. O Irmão Grimm está de volta, querendo “reinar” na cidade. O Flash não está sozinho para enfrentar os dragões e criaturas encantadas, pois conta com a providencial ajuda do Gavião Negro.

Geoff Johns praticamente fecha as várias pontas criadas desde que começou a escrever a série. Ao mesmo tempo, abre novas oportunidades com a gravidez de Linda West. Além disso, Johns mais uma vez mostra que fica bem à vontade para explorar seu vasto conhecimento de universo DC e seu legado, usando todos os personagens disponíveis da vasta galeria de coadjuvantes do Flash, mas sem ser superficial. Leitura recomendada.

Li The Flash #192-200, do encadernado The Flash: Blitz, com roteiro de Geoff Johns e desenhos de Scott Kollins, e farei breves comentários das edições.


Edição #192: Hunter Zolomon vai à penitenciária Iron Heights visitar Kabum e como de costume, encontra resistência por parte do Diretor Wolfe. De repente, a prisão é invadida por um exército de gorilas poderosos. É o preço a se pagar por prender atrás de suas grades o Gorila Grodd.
Edição #193: Em Iron Heights, Flash enfrenta o Gorila Grodd em uma batalha brutal. Além da superioridade física, Grodd conta com sua telepatia para ferir o Velocista Escarlate. Sem contar que sua crueldade pode atingir os amigos achegados de Wally.
Edição #194: Flash atravessa o oceano e vai até o Congo atrás de Grodd. Lá chegando, descobre que Gorilla City foi restaurada e tem um novo líder pacífico, Nnamdi, filho de Solovar. Enquanto conversavam, Grodd aparece mais ameaçador do que nunca.
Edição #195: Durante a fuga de Grodd, todos os prisioneiros da Galeria de Vilões do Flash também escaparam. O Pião retorna à Keystone City e está decidido a se tornar o novo Prefeito da cidade. O Flash logo aparece, mas o vilão parece ter desenvolvido novas habilidades.

Edição #196: Depois de ser brutalmente espancado por Grodd e incapacitado de andar novamente, Hunter Zolomon pede à Wally que ele use a Esteira Cósmica criada por Barry Allen, retorne ao passado e impeça o acidente. Quando o pai de Kabum não resiste ao transplante de rim e morre, a jovem metahumana se torna uma ameaça a todos ao seu redor.
Edição #197: Seu pai foi um serial killer que assassinou a própria esposa e foi morto pela polícia. Desde então, Hunter Zolomon se tornou um analista de perfis, trabalhou no FBI e mais recentemente na polícia de Central City. A tragédia causada por Grodd o levou a usar a Esteira Cósmica de Barry Allen, com consequências arrasadoras.
Edição #198: Wally e Linda reúnem os familiares e amigos para contar a novidade, estão grávidos de gêmeos. Mas, a alegria dura pouco. Hunter Zolomon, o novo Zoom aparece decidido a, segundo ele, “ajudar” o Flash, atacando seus entes queridos.
Edição #199: Em sua mente distorcida, Zoom quer tornar o Flash um herói melhor, atacando Linda de forma violenta e com uma velocidade inimaginável. Mesmo com as velocidades combinadas de Jay e Bart, Wally não consegue sequer chegar perto dos poderes de Hunter.
Edição #200: A primeira lição de Wally já acabou. É hora da próxima. Porém, com os poderes de Jay, Bart e Jessé Quick emprestados, o Flash consegue, pelo menos, se igualar à Zoom, que acessa sua velocidade de forma diferente dos demais velocistas. Uma edição que muda tudo na vida de Wally West e seus achegados.

Como toda boa trajetória na vida do Flash, o Gorila Grodd tinha de estar presente. Mas sua fuga e retorno à cidade Gorilla deixou sequelas. Hunter Zolomon, grande amigo de Wally perdeu sua habilidade de andar e se submeteu à Esteira Cósmica de Barry Allen. O escritor Geoff Johns faz um magnífico trabalho nesse volume, trazendo elementos clássicos, mas também, ampliando o universo do Velocista Escarlate e avançando sem medo. Leitura altamente recomendada.

Li The Flash #201-206, do encadernado The Flash: Ignition, com roteiro de Geoff Johns e desenhos de Alberto Dose, e farei breves comentários das edições.


Edição #201: Em decorrência dos últimos acontecimentos, o mundo não sabe mais que Wally West foi o Flash, inclusive o próprio! Wally trabalha como mecânico da polícia de Keystone. Ele e Linda tentam lidar da melhor forma com a perda dos gêmeos. Um novo status para o herói de Keystone.
Edição #202: Wally sobreviveu a um acidente automobilístico e acredita que recebeu poderes de velocidades dados pelo Flash, que está desaparecido. Uma onda de assassinatos de policiais aponta para o Capitão Frio.
Edição #203: Ainda tentando entender seus recém-adquiridos poderes, Wally faz “amizade” com Len Snart. Enquanto os dois conversam na hora do almoço, “Capitão Frio” ataca novamente, ferindo dois policiais. É hora do Flash entrar em ação.

Edição: #204: Wally descobre que o Sr. Elemento está por trás dos crimes. Tenta deter o Capitão Frio, que também está por trás de quem está tentando incriminá-lo. E a situação se agrava quando conhece Ashley, ex-esposa de Hunter Zolomon. Ela pediu para ser transferida para a polícia de Keystone depois que soube o que aconteceu com Zoom.
Edição #205: O mundo todo se esqueceu quem é o Flash, mas nada está fora do alcance do maior detetive da DC. Depois de investigar à fundo, Batman descobre que o Flash era Wally West. Ao confrontá-lo em Keystone, Wally se lembra de tudo, provavelmente fruto de algum gatilho criado pelo Espectro.  
Edição #206: Wally descobre a identidade do Sr. Elemento e “corre” para salvar Ashley Zolomon. Mas os problemas mal começaram. Agora que teve todas as suas memórias restauradas, precisa contar para sua esposa Linda sobre sua identidade e tudo o que aconteceu antes.

Depois de fazer referências aos elementos clássicos do Flash, o escritor Geoff Johns resolve dar um recomeço, quase como um reboot na vida de Wally West, partindo de como seria se o mundo se esquecesse de quem foi o Flash, inclusive ele mesmo. Um exercício de imaginação, que foi relativamente bem desenvolvido, mas deixando a impressão de que poderia ser melhor, devido à algumas saídas um pouco “fáceis” demais. Leitura razoável.

Li The Flash #207-211, 213-217, do encadernado The Flash: The Secret of Barry Allen, com roteiro de Geoff Johns e desenhos de Howard Potter, e farei breves comentários das edições.



Edição #207: Flash está volta, mas Linda resolve tirar um tempo para si e refletir sobre sua situação e seu relacionamento com Wally. Durante o desfile de homenagem no Dia Oficial do Flash, Trapaceiro chama alguns aliados e tenta estragar a festa.
Edição #208: Deter os vilões Trapaceiro, Poço de Piche e Abra Kadabra e ainda salvar as pessoas presentes no desfile não está sendo uma tarefa fácil. Mas com a chegada de Jay Garrick e Kid Flash (Bat Allen), a balança fica equilibrada. E os três velocistas fazem uma visita ao novo Museu do Flash.
Edição #209: Depois do encantamento de Hal (Espectro), todos da Liga (com exceção do Batman) não se lembram mais do alterego do Flash e decidem dar uma chance para o velocista se explicar. Mas o Flash tem outras prioridades no momento, como encontrar Linda, e vai embora. Porém, o Superman não desiste tão fácil e a “corrida do século” acontece mais uma vez.
Edição #210: O Pião descobriu o “segredo” do Onda Térmica, mas o Capitão Frio e sua Galeria de Vilões acham que ele está maluco. Depois de revelar sua identidade a seus amigos heróis, mas não ao público, e retomar o legado de Barry Allen, Wally termina sua jornada nos Novos Titãs e seu melhor amigo, Dick Grayson.
Edição #211: O Gorilla Grodd está de volta e determinado a destruir o Museu do Flash. Desta vez, Wally tem a ajuda do Asa Noturna. Ashley Zolomon sofre um acidente de carro, e justamente do veículo que Wally consertou.
Edição #213: Chyre e Morillo levam Wally até a delegacia para ser interrogado sobre o acidente de carro de Ashley Zolomon. O fato de não gostar de Ashley e de ter sido o mecânico responsável pelo conserto do carro dela, faz de Wally o principal suspeito. E o Flash ainda tem de lidar com o Tartaruga.

Edição #214: Ligação com Crise de Identidade. Antigos membros da LJA vão atrás do Dooutor Luz e acabam enfrentando e sendo derrotados pelo Exterminador. O Arqueiro Verde conta para o Flash o que aconteceu no passado e que teve um envolvimento direto de Barry Allen em tomar uma decisão que mudaria para sempre o rumo da história dos heróis DC.
Edição #215: Ligação com Crise de Identidade. Depois do que a LJA fez com o Doutor Luz, Barry Allen teve outra ideia, que naquela ocasião, parecia ser o melhor a se fazer. Um segredo de seu passado que Wally terá de consertar. Em meio à Crise, Asa Noturna ajuda o Flash a descobrir o paradeiro de Linda.
Edição #216: Ligação com Crise de Identidade. Flash pede ajuda à Zatanna para restaurar a condição anterior do Pião, mesmo sabendo que isso pode trazer graves consequências. Agora, antigos aliados podem se tornar terríveis ameaças.
Edição #217: Ligação com Crise de Identidade. A crise foi resolvida, e agora é hora de mostrar suas sequelas. O funeral do Capitão Bumerangue serviu para unir alguns vilões que estavam desaparecidos. Mas a boa notícia é o retorno de Linda Park-West.

As primeiras histórias ainda lidam com as consequências da decisão de Wally West e como afetaram sua vida pessoal. Porém, quando a história Crise de Identidade começa, o Flash mal tem tempo para pensar em sua vida, pois o que está em jogo é a memória de seu tio Barry Allen. O escritor Geoff Johns estava deixando várias pequenas pistas aparentemente sem importância desde o início de sua fase no título, e agora, com a Crise de Identidade, muitas delas fizeram sentido, fazendo com que esse volume seja não somente esclarecedor, mas também, mostra o bom talento do escritor. Leitura recomendada.

Li The Flash #212, 218-225, do encadernado The Flash: Rogue War, com roteiro de Geoff Johns e desenhos de Justiniano Howard Porter, e farei breves comentários das edições.


Edição #212: A origem secreta de Evan McCulloch, o Mestre dos Espelhos. De sua infância num orfanato na Escócia, escapou de ser abusado e começou sua carreira como mercenário. Sua carreira o levou a tragédias e conquistas. Por fim, ganhou o uniforme do antigo Mestre dos Espelhos, Sam Scudder.
Edição #218: A origem secreta de Mick Rory, o Onda Térmica. De sua infância em uma fazenda em uma pequena rural de Central City, sua doença incontrolável e obsessiva por fogo, até se tornar o Onda Térmica. Hoje, regenerado e trabalhando para o FBI, recebeu a missão de capturar Murmúrio.
Edição #219: O que o Flash mais temia, aconteceu... Zoom foi libertado. Quando fica sabendo que foi a Mulher-Leopardo quem libertou Solomon, Wally busca informações com a Mulher-Maravilha e acaba ganhando uma aliada nessa caçada.
Edição #1/2: Prelúdio do arco Guerra dos Vilões, mostrando os últimos passos do jovem Trapaceiro que devem desencadear o ataque da Galeria dos Vilões. Além disso, Zoom está de volta e ameaça Linda Park-West novamente.
Edição #220: A Galeria dos Vilões – Capitão Frio, Mestre dos Espelhos, Mago do Tempo, Trapaceiro e o novo Capitão Bumerangue invadem um dos escritórios do FBI atrás do corpo de Digger Harkness, o antigo Bumerangue. Mas a divisão do FBI liderada por James Jesse, o ex-Trapaceiro e seus aliados regenerados estão prontos para o revide.
Edição #221: Enquanto mantém o corpo de Digger e tenta conseguir informações sobre os vilões, James Jesse, o ex-Trapaceiro, e seu grupo de regenerados – Flautista, Magenta e Onda Térmica tentam prender a Galeria dos Vilões. Mas é claro que um confronto desses só poderia causar destruição na cidade inteira.
Edição #222: Finalmente o Flash chega até o local da “guerra dos vilões”, mas antes que pudesse sequer entender o que está acontecendo, a situação piora com a chegada do Pião. Ele desfaz a condição heróica dos regenerados, fazendo com que voltem a ser vilões novamente. E está decidido a liderar a Galeria. O que o coloca em rota de colisão com o Capitão Frio.

Edição #223: Voltando a ser um vilão novamente James Jessé leva Owen Harkness até o laboratório onde está seu pai. Chegando lá, encontram Ashley Zolomon e tentam matá-la, despertando a fúria de Zoom. Enquanto isso no centro de Keystone, Flash se coloca no meio da confusão entre a Galeria do Capitão Frio e os aliados do Pião.
Edição #224: Agora parece ser o fim. Hunter traz de volta Eobard Thawne, o Professor Zoom e usa seus poderes para retroceder no tempo, para que Wally possa reviver o dia em que Linda perdeu seus filhos. Nem mesmo a ajuda de Jay Garrick e Kid Flash é suficiente para deter a loucura dos dois Zooms.
Edição #225: Quando tudo parecia perdido, Barry Allen consegue detectar a presença de Thawne e aparece para ajudar seu sobrinho. Para não afetar ainda mais a linha do tempo, Barry leva Thawne embora de volta ao momento decisivo de suas vidas. Cabe à Wally por um fim na loucura de Hunter Zolomon.

Espetacular conclusão da fase de Geoff Johns à frente da revista do Flash. Cada pedaço que foi sendo costurado sempre que a Galeria de Vilões aparecia no decorrer das edições passadas se completou em uma verdadeira batalha campal. Várias reviravoltas entre os próprios vilões, muitas referências e elementos clássicos da mitologia do Flash desde a Era de Prata e um final inesperado. Apesar de alguns arcos razoáveis no decorrer dos anos, Johns consegue um excelente encerramento. Leitura altamente recomendada.

Por Roger



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog