Batman: Prison Planet - Parte 2 - OZYMANDIAS_REALISTA...

Breaking

Ano IV! Quadrinhos, cinema, opinião, downloads, xadrez e mais 200 coisas.

segunda-feira, 30 de julho de 2018

Batman: Prison Planet - Parte 2


Solomon Grundy encontra com o Coringa, que havia fugido do Batman.

"Solomon Grundy! Conseguiu esmagar aquele morcego ridículo?"
"Am... ele fugiu."
"Oh, não se sinta mal, já aconteceu com todo mundo. Tipo... todo mundo mesmo. Venha comigo, vamos dar uma volta, você pode ser útil."


Enquanto segue o Coringa, Grundy vê uma série de telas e gráficos relacionados ao estado do Planeta Prisão. Há alguns aparelhos tecnológicos, mas nada que ele possa entender enquanto o Coringa fica matraqueando. No final do caminho eles entram em uma sala com uma grande mesa e várias cadeiras, uma sala de reuniões. Lá se encontrariam Luthor, Metallo (meio danificado depois de enfrentar o Batman), Coringa e Slade. Luthor diz:


"Solomon Grundy. Ele está se unindo a nossa causa, Coringa?"
"Ele não morre, é grandão e gosto daquela coisa que ele fala."
"Claro. Solomon Grundy. Seja bem-vindo, sente-se. Como eu estava dizendo, o plano está sendo um sucesso pois dependemos de poucas peças. A maior parte dos super-vilões no Planeta Prisão servirão de distração contra qualquer herói que tente nos impedir. E no final... os acertaremos sem que eles sequer percebam. Bem, vamos começar a reunião."
Slade: "Não é você que vai falar, Luthor?"
Então o monitor de um computador verde acende e Luthor pergunta: "Como anda o plano, Brainiac?"
Coringa: "É, Brainiac, quando vai se juntar aos caras?"


Brainiac: "Minha nave já está pousada no Planeta Prisão e como vocês podem ver, todo o sistema de segurança já está sob meu controle."
Luthor: "Então já deve estar trabalhando no seu corpo físico?"
"Ainda não. Estou quase terminando a construção do meu quartel-general a noroeste do Setor de Gravidade 01."
Coringa: "E quanto ao Batman?!"
Brainiac: "Ele não será problema."
Luthor: "Mas não podemos arriscar, afinal, ele é o Batman. É um membro da Liga da Justiça. O único que está aqui além de Oliver Queen. Exterminador, você cuidará dele."
Slade: "Será um prazer."
Luthor: "Mas ainda não. Por enquanto preciso que você vá cuidar de outra coisa. Deixe que o Esquadrão Suicida o distraia por enquanto."


A câmera passa de Grundy para Batman, que estava ouvindo tudo graças ao transmissor que ele havia deixado escondido em Grundy. Ele informa o Arqueiro Verde a informação e status dos membros do Esquadrão Suicida que estão no Planeta Prisão. o Arqueiro diz: "Beleza. Eles estão meio longe de você, vou cuidar deles enquanto você vai... O que você vai fazer?"
"Vou buscar ajuda, Oliver. Para a nossa sorte eles não podem sair daqui e ferir inocentes. Esse era o propósito do Planeta Prisão. Mas há criminosos muito perigosos aqui. Não podemos correr riscos ou morreremos facilmente. Agora, não temos tempo a perder. Boa sorte, desligando."


O comando passaria para o Arqueiro Verde, que com a sua própria jogabilidade seguiria para as coordenadas dadas pelo Batman. De surpresa no caminho ele encontraria alguns robôs gigantescos. Com uns 2,5m. Ele poderia imobilizá-los temporariamente com flechas de efeito chaff, mas seria incapaz de vencê-los, tendo que passar incógnito. Ele vê dois membros do Esquadrão sendo vencidos pelos robôs e parte atrás dos que sobraram. Oliver consegue pegar a Arlequina de surpresa mas é surpreendido pelo pistoleiro, o que resulta em uma luta a distância entre flechas e balas, mas por fim ele consegue vencer todos e colocar as pulseiras neles. Então ele liga para o Batman avisando que os derrotou.
"Obrigado Oliver, isso vai ajudar bastante. Estou a caminho da central de segurança. Há algo lá que eu ainda posso usar."
"Batman, no caminho eu encontrei com Brainiac. Não ele exatamente. Parecia... eu não sei, eram uns..."
"Devem ser os robôs dele, Arqueiro. Recebi informações de Grundy que Brainiac ainda não está em um corpo físico definitivo. Isso talvez facilite as coisas, talvez ainda haja tempo para impedi-lo."
"Alguém reclamou de tempo?"


"FLASH REVERSO!"
"Como fico feliz de encontrar um super-herói aqui. Será que estou delirando? A pior coisa que vocês poderiam ter feito é nos colocar nesse maldito planeta! Longe de tudo!"
"Zoom, não pretendo lutar contra você. Não entre no meu caminho, tenho que impedir Brainiac, Luthor e Coringa de seja lá o que eles tem planejado."
"Então vou te eliminar tão rápido que você nem vai perceber, Batman. Levar o Planeta Prisão de encontro a Terra é a única forma que há para eu me vingar do Flash depois que vocês me exilaram aqui."
"Pois saiba que isso é impossível. Não tem como você voltar a Terra do Planeta Prisão. Luthor te enganou."
"Calado. Olhos abertos, Batman. Hora da luta!"

Boss 4: Flash Reverso


Como eles estão em uma sala fechada o Flash Reverso não consegue distância pra pegar velocidade o suficiente e estourar a armadura do Batman, então ele aguenta o tranco, mas não muito. Seria similar a batalha contra Mr. Freeze, mas em outro nível. Enquanto tenta chegar na sala marcada da central de segurança (haveria um bat-símbolo marcando a sala), Batman tem que usar estratégias diferentes para imobilizar o vilão temporariamente enquanto segue para lá, já que em velocidade é impossível superá-lo. Para isso ele tem que usar tanto as suas gadgets quanto elementos do cenário.


Com essa roupa Batman tem uma camuflagem invisível, o que ajudaria por um tempo, mas não muito, pois ao ficar irritado Zoom corre em círculos, fazendo aqueles colchões de ar, tirando dano do Batman de qualquer forma "Você realmente está tentando se esconder de mim?! Eu posso vasculhar esse mundo inteiro atrás de você em segundos! Você não pode ser mais rápido do que eu! Não pode superar o meu poder! Sou o melhor Flash! Sou o Flash definitivo!" Seria bem intenso e difícil... Bem, conseguindo chegar onde queria, Batman rapidamente ativaria uma equipe de drones customizados de segurança, que ele havia deixado lá, por ser onde se encontravam os seus inimigos mais poderosos. Ele explica sozinho "Como eu esperava, Brainiac não poderia ter controle sobre os meus drones, já que eles fazem parte do meu sistema particular, e não do Planeta Prisão."


Então Batman sairia sorrateiramente invisível tentando encontrar o Flash Reverso. Quando o localiza, ele se esconde na área e manda todos os seus drones atacá-lo. Enquanto Flash tenta desviar deles, Batman o ataca por cima o nocauteando e colocando a pulseira, ele diz "O elemento surpresa sempre funciona." A partir dessa parte Batman poderia usar os seus drones estrategicamente. Eles ajudariam bastante nos combates contra hordas de inimigos e também poderiam ser usados para vencer inimigos que estão distantes nas partes de furtividade. Revendo as habilidades novas do "Batman: Prison Planet"

-Invisibilidade temporária
-Projéteis lasers
-Explosivos
-Voo
-Descargas elétricas
-Campo de força
-Drones de suporte para combate e furtividade


Batman liga para o Arqueiro Verde
"Arqueiro? Tive que encarar o Flash Reverso, mas ele já está derrotado."
"E agora, Batman? Grodd e Reverso deviam ser alguns dos mais fortes, ainda bem que já estão derrotados."
"Creio que sim. Podemos evitar que algo pior aconteça, ainda mais agora com os meus ajudantes."
"Robin? Asa Noturna?"
"Não. Robôs. Vim aqui conferir a segurança bem quando essa fuga começou. Tudo indica que foi coincidência já que Luthor e os outros estão definitivamente tentando me eliminar. Mas eu não acredito muito em coincidências."
"E também não sei dizer se isso foi azar ou sorte."
"Descobriremos, mas sinto que estou correndo às cegas. Vou encontrar com a Selina, a última vez que a vi estava no setor natural. Ela sempre sabe o que está acontecendo."
"Tome cuidado."


Selina Kyle está usando as roupas da prisão e encontra com a Hera Venenosa.
"Selina... então Grodd não te MATOU?!"
"7 vidas, Hera, 7 vidas. Ainda devo ter umas... duas."
"Mas que pena, Mulher-Gato! Se eu estivesse com as minhas plantas aqui, te mataria. Nem pensaria duas vezes quanto a isso."
"Vai se catar, Hera. Não tenho tempo pras suas psicoses. Tenho mais o que fazer."
"Boa sorte, gatinha. Ouvi falar que o Leopardo está feroz atrás de você. Morrendo de fome."
"Mulher-Leopardo? Não tenho medo dela. Beijinho Hera. Não esqueça de tomar água."


Mulher-Gato vai andando tranquilamente já que a maior parte dos inimigos do território já foram derrotados pelo Batman, mas eis que ela ouve um rosnado forte de gato e por pouco desvia da Mulher-Leopardo que ia pular em cima dela. Ela chama a Leopardo de covarde, por estar desarmada, mas ela não se importa e parte para cima dela. O Batman chega bem na hora para finalizar a Mulher-Leopardo pela terceira vez, e dessa vez colocar logo a pulseira suicida nela, na opção de sono.

"Selina, você está bem?"
"...é claro que eu estou, é claro."
"Ótimo, eu preciso saber o que está acontecendo no Planeta Prisão."
"Argh... eu ia encontrar com Luthor, mas aí o Grodd invadiu a minha mente e agora eu tô toda drogada."
"Se concentre, Selina!"
"Cala a boca! Vá..."


Então  o Coringa os interrompe pelos auto-falantes: "MULHER-GATO! Se você contar pra ele eu juro... eu juro..."
"Dá um tempo! Vocês que não deviam ter deixado o Grodd dominar a minha mente!"
"Oh! Mas vocês animais tem que se resolver entre vocês. Gatos, leopardos, gorilas... morcegos! Hahaha. Vai, vem logo pra cá! Todos os garotos estão loucos pra te ver."
"Tchau, tchau bonitão!"
"Selina! Espere!"
"Hahahahahahaha. Acha que pode enviar a garota pra outro planeta e ainda esperar que ela fique atrás de você?! Um dia te ensino a lidar com as mulheres do jeito que elas gostam, Bats! Isso é... se você sobreviver dessa vez!"

Sem a Mulher-Gato para ajudar, Batman procuraria a diretora da Prisão para tirar informações dela. Os robôs do Brainiac já teriam se espalhado melhor pela área e agora o Batman teria que passar por eles para alcançar a fonte. Quando a encontra ele pergunta "Como isso tudo aconteceu? Como os detentos puderam planejar isso? Como eles entraram em contato?"
"Eles nunca perderam contato. O convívio social é comum e importante em qualquer penitenciária. Até Lex Luthor podia se encontrar com os outros. Isso nunca seria um problema, a nossa segurança é de ponta."
"Nunca é demais. Não foi o suficiente. Me explique exatamente o que aconteceu, eu não consigo acessar a gravação das câmeras."
"Já fazia um tempo que Luthor e Coringa passavam bastante tempo juntos, estavam se encontrando constantemente. Nós nunca deixamos de observá-los, nem por um segundo. Mas Brainiac, ele nunca esteve por perto...


...Não tivemos qualquer falha na segurança. Na hora que essa crise começou uma luz amarela simplesmente começou a se espalhar rapidamente, atacando os guardas com força até que começou a abrir algumas celas. Aí essa guerra interna se iniciou."
"Foi o Flash Reverso que começou isso então?"
"Não, impossível, eu conferi. Ele estava na cela dele. Como eu disse, nossa segurança é de ponta."
"Deve ter sido o Sinestro então, inimigo das tropas Lanterna Verde."
"Sinestro nunca foi preso no Planeta Prisão."
"Muito estranho então."
"Brainiac só chegou depois disso."
"Ainda há muitos mistérios, e Brainiac pode se espalhar de várias formas. Não posso desperdiçar tempo, tome cuidado."


Batman liga para Oliver o informando do que descobriu. Eles concluem que o único caminho é caçar logo os super vilões, Luthor, Brainiac e Coringa, para descobrir o que está acontecendo, e seja la o que for, impedir. Eis que Batman detecta bombas no caminho e de repente facas são lançadas em sua direção. Eis que o Exterminador se apresenta. "Luthor está ficando preocupado. Disse que você venceu o Flash Amarelo. Agora está na hora de deixar esse trabalho nas mãos de um profissional."


Continua... MEU IRMÃO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog