Batman: Arkham Nightmare - Parte 1 - OZYMANDIAS_REALISTA...

Breaking

Ano IV! Quadrinhos, cinema, opinião, downloads, xadrez e mais 200 coisas.

segunda-feira, 23 de julho de 2018

Batman: Arkham Nightmare - Parte 1


"Arkham Nightmare" é como eu batizei toda e qualquer ideia que tive quanto a uma inevitável continuação do épico videogame: Arkham City. Eu já havia recebido pedidos de fazer um post assim, mas ainda não havia conseguido encontrar um formato que parecesse interessante. Hoje encontrei, sabe como? Começando do início, pensando nos detalhes, então se prepare para um texto bem grande. Já começarei pelos primeiros segundos depois de dar New Game. 


TEORIA TIME!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

"You've left me to die, bzzzt. You've left me to die, bzzzt. You've left me to die"

A frase do Coringa que fica repetindo no início do trailer da DLC Harley's Revenge para mim é perfeita para começar o jogo, com a gravação do Coringa sendo repetida. Então fica tudo preto, mostra os palhaços surpresos quando veem ele morto no final de Arkham City, e aí começam flashbacks, eis como eu acho que ficaria interessante.

"Nicely to say... but you of all people should know, there is plenty wrong with me."
"Only youuuuuuuuuuuuu"
"You know how to a keep a secret from the world's greatest detective?! Just stick right in front of him, right under his long pointy nose!"
Silêncio (Hush) falando com o Batman antes de fugir (só lembro frases do Coringa u.u).
Silêncio revelando a sua face de Bruce Wayne.
Hugo Strange morrendo com o som da voz dele "have you ever considered that all this is your fault? You created those animals. Like germs they spread."
Batman colocando a cura contra o Titan em si mesmo no fim de Arkham Asylum.
Tália levando um tiro.
Monstro de Titan tentando atacá-lo em Arkham Asylum.
"I set a trap, and you will spend it gloriously!"
"Die you big ugly bat!"
Ras al Ghul "Today is a good day." Batman "Good?! People are dying!"
Harley de viúva na DLC.
Bane ficando com os olhos verdes por causa do Veneno antes do combate.
"Face it as a running gag!"
Coringa com Titan "I can take it. I can take anything you throw at me, bats."
"Thats actually is... very... funy..."
Comissário Gordon no final de Arkham City "Batman! What happened?"


O som e a imagem iria ficando mais e menos claro durante os flashbacks, como se fosse um sonho. Depois dessas cenas voltaria a tela toda preta e silenciosa seguida da frase do Coringa em AA "Ready for the next round?!"

A imagem então ficaria completamente clara e você estaria com controle sobre o Batman no primeiro corredor de Batman: Arkham Asylum enquanto ouve o barulho daquelas portas automáticas fechando (indicando que ele acabou de entrar). Você vai andando por aquele primeiro corredor e todos os policiais se manteriam em silêncio, mesmo que você se aproximasse deles não seria possível comunicação. As telas da TVs estariam fora de sintonia fazendo bzzzzt e ia aparecendo o nome dos produtores.


Uma hora Batman entraria em uma sala com as paredes pintadas de branco, como se fizesse parte de um museu de arte contemporânea, lá teria vários vasos, apareceria "Aperte quadrado para atacar." então teria que quebrar todos os vasos, no final seriam revelados vários quadros na sala e apareceria "Aperte tal botão para dar zoom." e a sala ficaria escura com luzes coloridas sobre os quadros. Haveriam instruções para mover L para ver os lados durante o zoom e iria passando pelos quadros com os vilões mais famosos do Batman, no final um do Coringa estaria rasgado.

Após isso vem uma cena em que Batman chega no local onde está Gordon, que o ignora e entra em uma salinha, Batman chega lá e diz "Jim, ouvi falar que estava havendo um problema. Algo que eu possa ajudar?" 
"Eu não sei Batman, eu não sei se você está interessado."
"Posso investigar?"
"Eu posso te impedir?"


Depois disso Batman iria andando sozinho até uma sala das celas, onde ele pensaria "Hum, estranho, por que todas as celas estão vazias?" Seria uma sala não existente em Arkham Asylum, com diferentes andares, onde você poderia usar diferentes técnicas para nocautear os criminosos desatentos. Por fim, ele avança mais uma vez e encontra uma dra velha de sotaque. Ele pergunta à ela por que há ninguém por lá e por que os criminosos sumiram? Ela responde de forma indiferente que é porque há um evento especial ocorrendo e ninguém poderia faltar. Ao sair pela outra porta ela diz "Tente matar nenhum deles."

No início de Nightmare, as salas seriam quase idênticas às de Arkham Asylum.


Batman então liga para a Oráculo e ela fala
"Bruce. Você já está no Arkham?"
"Sim, eu já cheguei. Mas está tudo muito estranho. É como se houvesse algo errado, tem algo que me incomoda."
"O que houve? É a falta do Coringa e do Strange?"
"Não, é como se eles não me quisessem aqui dentro."
"Bem, acho que eles nunca te quiseram. É você que põe eles aí."
"Não. Eu sempre fui bem-vindo." E desliga.

Há um corredor com uns policiais, incluindo o Cash e outros famosos. Eles ficam de braços cruzados observando o Batman passar com cara feia.


Então há um vídeo, mas sem sair dos gráficos de gameplay. Nessa sala Harley surge no fundo com a sua roupa de luto e diz "Ali está ele! Mateeeeeeeeeeeem!"

Então vem vários inimigos e há tutoriais de combate. Por fim aparece alguns monstros Titan. Ao chegar no final Harley não está lá. Batman diz para Oráculo "Parece que Harley pode ser a culpada, mas ela sumiu antes que eu pudesse encontrá-la. Mandou uma grande quantidade de capangas pra cima de mim."
"Mas você teve problema em derrotá-los?"
"Claro que não."

Então ele sai para aquela área aberta gramada onde tem que se livrar dos inimigos usando stealth. Depois disso ele nota uma porta diferente e pensa "Eu não me lembro dessa porta aqui das outras vezes que vim para o Arkham...." e entra na porta.

Ele vai parar em uma espécie de cemitério, há um grande movimento de pessoas a frente. Fica impossível de correr ou atacar, dá apenas pra andar e quando se aproxima você nota que são todos vilões marchando de cabeça baixa como se estivessem em luto. Duas Caras, Crocodilo, Pinguim, Zsasz, vários. Enquanto Batman passa eles soltam alguns comentários.

"Então Batman teve a cara de pau de vir pra cá."
"Olha, o outro Batman voltou."
"Vai ver se terminou o serviço direito."
"Ele não consegue se encaixar."
"Aposto que já matou um monte de gente."
"Antes tinha dois Coringas, agora tem dois Batmans?!"

Ao chegar no caixão Batman nota que se trata do enterro do Coringa. O caixão ainda não foi enterrado e está acima de um pedestal, logo a frente há uma árvore sinistra onde Harley está enforcada em um dos galhos e um outro Batman o observa de cima como se fosse uma coruja, ele não se move. A única opção que sobra é apertar o botão mostrado para abrir o caixão. Batman abre e enquanto você vê a cara dele de surpresa uma arma é colocada na sua cabeça, a câmera levanta e é o outro Batman que está a segurando. Você ouve o barulho do tiro e a tela fica toda preta, eis que é revelado o título do jogo.

Batman: Arkham Nightmare

Então começa o primeiro vídeo legítimo, em CG com câmeras cinematográficas e etc. Batman abre os olhos com força e diz "Silêncio! O que você está fazendo trabalhando com o Espantalho?!"
Batman está amarrado em uma cadeira e Silêncio a sua frente diz "Então você já acordou. Realmente resistente hein, Cavaleiro das Trevas?"
"Você não vai escapar dessa. O que vocês estão planejando... onde está Crane?!"
"Nós dois temos contas a tratar com o Batman... mas eu e você temos algo mais pessoal... não é? Brucie Wayne?"
Batman se mexe com violência mas então Silêncio diz "E aí vai outra dose" e injeta uma seringa nele novamente.


Batman volta exatamente para onde estava, a câmera vai passando para o caixão, mas então ela volta quando se ouve uma voz familiar "I'm here Batman!!!" Batman se vira e o Coringa está correndo lá longe, o chamando. Já é possível correr de novo e você vai atrás dele pelo Arkham. Ao passar pelos outros vilões eles dizem coisas como "É um milagre! O Coringa está vivo!" "Lá vai ele de novo! Não entende que nunca vai conseguir vencer dele?" A perseguição segue por algumas salas do Arkham até chegar em uma área aberta e alta, onde o Coringa para e diz "You really can't ignore me? Can you?" e pula se jogando. Você pode tentar pegá-lo, ou simplesmente vê-lo cair. Alguns segundos depois ele ouve a própria voz falando de longe, é o outro Batman. Ele fala

"Mais uma vez, você quebrou o seu juramento. Você o deixou morrer!"
"Mas eu não pude!"
"Você é uma vergonha. Você não merece o manto de Batman e está prestes a perdê-lo.
Ao lado do outro Batman estão Alfred, Oráculo, Robin, comissário Gordon, Cash, Asa Noturna.

O outro Batman dá um grande salto a frente e cai em frente a você. Começa um combate naquelas montanhas do Arkham. Todo golpe que você dá como Batman ele defende e dá contra golpe. Qualquer gadget é esquivada. Por fim ele te deixa desnorteado com a capa e dá aquelas sequência rápida de golpes, depois pegando o spray explosivo e espirrando um símbolo de proibido em volta do símbolo na armadura do Batman e... explodindo. Você cai com a visão em primeira pessoa e pode ver Azrael atrás do outro Batman antes de tudo apagar.


O cenário passa para algo parecido com algodões, são nuvens. A cabeça do Batman surge de uma delas. Ele se levanta e se pergunta "Onde estou... eu morri...? Onde está Silêncio?" Passa uma cabecinha decepada de Robin "Hey! Olá Batman!"
"Jason!"
"Você demorou para chegar aqui. Já venceu do Coringa? Ei! Olha ele lá em cima!"

Então de uma abertura de luzes solar vem o Coringa vestido de anjo balançando os seus braços como quem desce angelicamente dizendo "Helloooooooo B-man!" O Espantalho passa voando bem no fundo, como se fosse um avião a distância.

O Coringa dá um soco no Batman e diz "You've left me to die!", ele dá mais um e diz a mesma coisa, no terceiro é possível contra-golpear, então Batman se vê no cinema do final de Arkham City com o Coringa pulando enquanto o chama para a briga. Depois de atacá-lo você seria acertado por outro Coringa, vestido com a roupa da Piada Mortal, então viriam vários, vestido de Capuz Vermelho, de anjinho, diabinho, Imperador Coringa, Batman teria que enfrentá-los quase que como vários capangas normais. Quando sobrasse só um teria que dá-lo um ground takedown, depois de fazê-lo esse se tornaria o Coringa doente de Arkham City que daria aquela sua última tosse antes de morrer.

Então logo atrás do Batman apareceria o Coringa de Titan que lhe daria um golpe e ele voaria longe, quebrando a parede e indo para outro cenário. Então ele diria "Round twoooooo!" e teria uma luta decente contra o Coringa em Titan. Ao final Batman começaria a dar vários socos na cara do Coringa no chão, com força, de forma que a tela tremia e começava a piscar. Por fim como se fosse mais um soco, ele romperia as cordas de onde estava sentado e gritaria "Silêncio!" que estaria de costas, mas ao ver que ele se levantou iria sair correndo por uma porta. Ao Batman sair por ela, se vê em um hospital e vem vários médicos bater nele. Começa a porrada. Dá para notar que são médicos meio zumbificados. Silêncio vai se comunicando com o Batman pelos televisores do hospital, Batman tem que achar um jeito de sair logo pois está com sangria, então começa a procurar um local onde hajam bandagens. Depois de chegar lá ele abre a porta e vê ainda mais médicos, mas ele fica cada vez mais fraco. Antes que você vença metade, uma parede é quebrada e surge um titan.


Então o controle passa para uma personagem familiar, a Mulher-Gato. Ela derruba o Silêncio que está correndo e ele pergunta o que ela está fazendo lá. Ela não responde direito, diz que estava dando uma voltinha e talz. Ele fala que o amado dela acabou de passar por uma operação perigosa e está fazendo muito esforço, inclusive, está enfrentando um monstro Titan. Ela pergunta como ele conseguiu o soro Titan, ele fala que o seu amigo Espantalho arranjou para ele. Enquanto Selina está distraída ele dá um tiro que acerta a janela e foge, então ela pensa "Lá vou eu salvar o detetive novamente. O que seria dele sem mim?" Então você controla a Mulher-Gato pelo hospital, com aquela jogabilidade dela lá. O objetivo é chegar onde o Batman está lutando antes que ele perca. Chegando lá ela tem que vencer os capangas e o monstro Titan sozinha.


Eles trocam umas informações, Mulher-Gato diz que quer saber o que está rolando com a cidade dela porque tem muitos mafiosos que não foram presos mas não deram muito as caras depois de Arkham City, principalmente o Espantalho. Aí ela diz que o Silêncio tem negociado com diferentes bandidos, alguns podem até interessar ele, mas quando saem pro telhado do hospital, aparecem vários capangas que dizem "Lá estão eles! Batman e Mulher-Gato, como disseram!"
"Aposto que foi o nosso amiguinho enfaixado que abriu a boca. Consegue cuidar deles sozinho?"
"Eu aceito uma ajuda."

Então teria a primeira luta co-op no jogo onde seria possível mudar de personagem e dar golpes sincronizados. Depois de socar o último capanga, Batman vira para falar com a Mulher-Gato, mas ela já sumiu.


Ele liga para Alfred e Oráculo e os atualiza da situação. Ele diz para Alfred que Silêncio o cortou, e sendo um cirurgião pode ter deixado algo dentro dele. Alfred cita o vírus que o Coringa colocou no Batman em City, mas Batman não reage bem a lembrança. Para não sofrer o risco de ser rastreado até a Bat-Caverna, ele diz para Alfred encontrar com ele na base de operações da Oráculo. Chegando lá abre a possibilidade de fazer uma missão secundária com o Robin, essas oportunidades iriam aparecendo e caso você não aceitasse poderia jogar depois. Seria como o sistema do GTA V de troca de personagens. Haveria algumas missões no Asilo Arkham para evitar fuga de prisioneiros poderosos. Assim como em Red Dead e GTA V, poderia haver algumas missões que apesar de secundárias fossem super iradas, enfrentando desde personagens menores como Ventríloquo e Zsasz até outros maiores como Sr. Frio e Slade.


Alfred encontraria um chip que foi colocado no corte do sr. Wayne. Para evitar que fosse uma cilada, Oráculo coloca o chip em um notebook que não é usado para as missões. Lá abre uma mensagem sombria, um áudio que termina dizendo que Batman fez muitos inimigos, e poucos amigos. Ele conclui que é pessoal. Oráculo avisa que está tendo um ataque, da gangue do Espantalho. Batman sai da torre e já tem que enfrentá-los logo na rua, como se tivessem o seguido até lá. No fim ele interroga um e descobre que o Espantalho está junto a um assalto.


Chegando no local Batman é surpreendido pelos inimigos que estão usando bazookas e metralhadoras giratórias. É preciso usar estratégia e ação para derrotá-los. Uma equipe de helicópteros da polícia chega, quando Batman nota um carro blindado indo na posição contrária aos outros e sendo seguido por motos, ele suspeita que seja o Espantalho e diz "Hora de chamar o Batmóvel". Então no controle do Bat-Móvel há uma perseguição atrás do Espantalho, que vai mandando mensagens de rádio para o Batman dizendo coisas como "Você não tem medo de dirigir tão rápido? Ou só tem medo de ficar pra trás?". Por fim você consegue virar o caminhão em um túnel, mas quando Batman vai checar, o vilão não está mais lá. Falando com Alfred pelo rádio ele não questiona se ainda não está atordoado pela quantidade de soro do medo que recebeu anteriormente. Mais capangas do Espantalho aparecem dirigindo motos para enfrenta-lo. É difícil porque ficam em alta velocidade, mas então Robin aparece para ajuda-lo dando em mais um momento co-op com troca de personagens. Por fim Batman aceita o conselho e volta para a mansão para descansar. Nisso você pode jogar mais missões secundárias com o Robin ou com a Mulher-Gato.


Bruce Wayne tem alguns pesadelos se lembrando do Coringa morto e o Silêncio com o seu rosto. Ele acorda e vai direto para a Bat-Caverna, lá é apresentado o menu onde é possível rejogar as missões. Batman esclarece a situação com o Alfred e explica que apesar deles terem que ficar de olho na sua identidade como Bruce Wayne com o Silêncio a solta, a noite ele já terá que voltar a sua rotina como Batman. Robin chega de moto ao hospital abandonado do Silêncio e vai investigar. Ele procura por pistas e descobre que Silêncio não voltou para lá. Ele acha itens relacionados a antiga gangue do Coringa. Ele conversa com Alfred se é melhor nem avisar Bruce disso, mas Alfred diz que não, porque ele vai acabar descobrindo de qualquer forma.


Batman descobre que o encontro será no cemitério e parte para lá à noite. Ele se infiltra, logo vê carros chegando e vários palhaços saem. A gangue do Coringa, Silêncio e Espantalho, ele começa a pensar sobre o que a gravação dizia "Você fez muitos inimigos...". Silêncio aparece e fala que o convidado de honra é o Batman e pede para ele se revele, mas armadilhas que ele já havia colocado vencem grande parte dos capangas, então ele pode enfrentar Silêncio, que usa duas pistolas e uns projéteis de metal parecidos com os bumerangues. Batman o interroga, mas Silêncio pergunta se ele não se lembra dele? O seu velho amigo de infância, Thomas Elliott, ele acusa Wayne de tê-lo abandonado e agora destruirá a sua reputação. Batman diz que vai levá-lo para a cadeia e então ele indaga "E vai deixar o Coringa escapar?".
"O CORINGA ESTÁ MORTO!"
"Veja outra vez, acho que ele acabou de sair do caixão."

Quando Batman se vira o Capuz Vermelho (primeira roupa do Coringa com capa e capacete) está fugindo do cemitério e então ele trata de ir atrás dele. Ele amarra Silêncio em uma árvore e fala para que Robin vá cuidar dele. Batman vai atrás do Capuz Vermelho enquanto ouve Silêncio gritar "Desista! Você fez inimigos demais! Deveria ter deixado a morte dos seus pais passar! E seguir em frente! Você vai se enterrar no buraco que cavou!!!!". Capuz Vermelho dispara em uma moto e então Batman volta para o Batmóvel.


A perseguição termina com os dois entrando na indústria de baralhos Ace Chemicals, onde Coringa e Batman se encontraram pela primeira vez. Batman diz
"Pare! Você já tentou isso antes Jason! Não me engana mais!"
O Capuz Vermelho se vira, tira o seu capacete, e realmente se trata de Jason Todd. Batman pergunta.
"Por que você está fazendo isso, Jason? Se unindo aos meus inimigos? O que você pretende."
"Você vai cair Batman, cair. Deve ter recebido a mensagem avisando que fez inimigos demais."
"Por que estão cismando com isso? Não é disso do que trata! Eu sempre tive aliados! Vários aliados... inclusive você."
"He... você cuida bem dos seus aliados, não é? De qualquer forma, está prestes a perder mais um Robin... e Gotham também"

Ele aperta um botão e explode várias bombas colocando essa parte da fábrica a baixo, Batman solta o seu gancho para escapar.

Robin chega ao cemitério e ao chegar na árvore ele vê que Silêncio não está mais lá. Sem se desesperar ele usa a sua Detective Vision para procurá-lo, eis que de repente surge Silêncio logo atrás dele e o disfere um golpe. Robin contra ataca, mas atravessa Silêncio, que se prova ser o Cara de Barro.


Durante o combate ele vira vários personagens e rola um pouco de esconde esconde pelo cemitério também, às vezes com a intervenção de alguns palhaços. Durante a luta Cara de Barro admite que pretende se vingar de Batman depois do que aconteceu em Arkham City. Por fim ele acaba sumindo com facilidade graças às suas habilidades. Você controla Robin de moto seguindo pela floresta do Arklay para entrar na Bat-Caverna. Lá o trio Alfred, Batman e Robin se encontram. Eles discutem como há algo muito bem planejado acontecendo, com vários de seus inimigos e como ele já passou por isso antes. O problema é que tanto Silêncio como Jason Todd o conhecem profundamente e podem ataca-lo quando menos espera. Batman deixa na tela do computador os seus criminosos que estão soltos e os que parecem fazer parte da conspiração:

-Silêncio
-Cara de Barro
-Capuz Vermelho
-Espantalho

Eles não duvidam que ainda hajam mais. Por fim Batman menciona um sujeito que viu em Arkham City, Azrael, que fez uma profecia para ele. Talvez ele faça parte de toda a maquinação, talvez a esteja liderando inclusive. Porém, eles sabem nada sobre ele e Batman não teve tempo para investigá-lo enquanto estava em Arkham City. Batman então parte para a casa da Selina Kyle (Mulher-Gato) para descobrir se de lá conseguirá tirar informações. Você então toma controle da Mulher-Gato em um roubo, após terminá-lo ela chega em sua casa e encontra o Batman. Ela reage violentamente e você tem que enfrentá-lo enquanto controla a Mulher-Gato, não é possível vence-lo, então tem que dar um jeito de despista-lo para fugir. Então ela resolve que irá para o seu próximo trabalho.

Chegando no local, Mulher-Gato encontra o seu chefe, Espantalho. Batman investiga a casa de Selina para descobrir porque ela está agindo tão estranho. Investigando, ele encontra escondido dentro da chaminé um recipiente de gás. No recipiente há pichado o logo do Espantalho. Ele entende que ela estava sob efeito de uma dose fraca de gás do medo. A partir dessa parte já é possível missões secundárias com o Asa Noturna também. Batman segue atrás da Mulher-Gato e chegando lá ele a encontra desmaiada e tem que enfrentar o Capuz Vermelho que conta com várias armas. Ele avisa o Batman que a Mulher-Gato ingeriu uma dose forte do veneno do medo e ele tem que salva-la. Batman injeta logo e diz que tem andado sempre com uma cura com o Espantalho solto ultimamente. Capuz Vermelho diz "Claro... você está sempre pronto, mas está pronto pra isso?" e começa a atacar o Batman. Apesar de algumas tentativas de fuga, Batman consegue nocautear o Capuz e aí ele se ajoelha perto de Selina, ele se lembra de Tália que morreu com um tiro do Coringa e a partir daí você controla a Mulher-Gato em uma alucinação do Espantalho. Ela não tem que lutar apenas passar escondida por alguns inimigos, alguns tem a aparência do Batman. Por fim ela consegue voltar ao normal.


Batman diz: "Aposto que Espantalho imaginava que me venceria" mas Mulher-Gato diz
"Eu acho que ainda tem muito mais. Parece que ele estava me usando como distração."

Ele então pergunta que serviços ela tem feito? Mulher-Gato explica e Batman então tem pistas de mais pontos chave da cidade para investigar. Mas antes ele tem que cuidar de Jason Todd... ao interroga-lo, ele explica que se trata de controle sobre Gotham. Ele só estava jogando com o time vencedor para depois tentar pegar a sua parte. Batman diz que não haverá isso de time vencedor, mas Jason parece certo de que Batman vai perder. Ele nota que Jason não sabe detalhes sobre o plano geral. Pergunta se Azrael está envolvido nisso, mas Jason conta que é um plano do Silêncio com o Espantalho. Sem ajudas externas de nenhuma organização como A Liga das Sombras.

E esse é o fim da Parte 1. Muito personagem, caramba, estou tentando o meu melhor, mas eu não sou Paul Dini. Espero que estejam gostando, tento entrelaçar tudo isso na Parte 2.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog