PESQUISA



smc

terça-feira, 15 de março de 2016

Review: Push (Wildstorm)

Leia o review de Push, minissérie em seis edições, escrita por Marc Bernardin e Adan Freeman e desenhos de Bruno Redondo, lançada pela Editora Wildstorm.


Sinopse:
Push traz o agente Ezra, de um grupo de elite de uma agencia secreta americana de espionagem que usa paranormais como operantes de campo em suas ações. Mas Ezra suspeita que a tal agencia está infiltrada por inimigos. Em um prédio cheio de agentes com poderes especiais em quem Ezra poderá confiar? Só lendo pra crer! Push é uma criação do jornalista Marc Bernardin, co-escrita por Adan Freeman, os mesmos de The Highwaymen (Velozes e Mortais), e com arte de Bruno Redondo.

Review:
Imagine que você é um dos melhores agentes de sua organização formada por paranormais que supostamente deseja manter o mundo em segurança, mas descobre que falsas memórias foram implantadas na mente de todos os agentes por Pushers, que tem esse tipo de poder. É o que acontece com Ezra, um Changer que pode assumir a forma de outro temporariamente. Desconfiado de suas últimas missões, ele descobre que a Divisão, agência onde trabalha, foi criada a partir das cinzas de um programa nazista de armas biológicas e pretende assassinar o príncipe Charles e Diana.


Uma história no estilo ação e espionagem com paranormais, possuidores de dons poderosos e especiais. Seu agente principal descobre uma traição interna – uma trama sempre usada em roteiros de espionagem – e busca a ajuda de agentes confiáveis. Uma reviravolta no final e o gancho que serve para futuras continuações. Achei apenas uma história normal. A série Velvet que trata do mesmo assunto (sem super poderes) é bem melhor. Há um filme baseada nessa HQ chamado Heróis co Chris Evans lançado em 2009.


Por Roger

Nenhum comentário:

Postar um comentário