Pesquisar este blog

smc

sábado, 3 de dezembro de 2016

Review: Doutor Estranho - Shamballa (Editora Panini)



Sinopse:
O Doutor Estranho retorna ao lar do Ancião, no Himalaia, para prestar homenagem ao seu mestre, e descobre que seu antigo mentor lhe deixou um último – e extremamente desafiador – presente. Uma dádiva que coloca o Mago Supremo numa jornada de autoconhecimento e que pode significar o início de uma nova Era Dourada para toda a humanidade. Uma jornada pelos locais mais sagrados do planeta e pelos recônditos de sua própria alma! Mas será que o Dr. Estranho está preparado para pagar o terrível preço exigido para completá-la?

Análise:

Confesso que quando li essa história pela primeira vez em 1989, lançado pela Editora Abril na série Graphic Novel #17, não entendi muita coisa, devido a narrativa pouco convencional e poucos diálogos, limitando as informações serem passadas de forma mais visual. Mas hoje, relendo esta história lançada pela Panini, consegui apreciar mais essa obra prima. Stephen Strange precisa retornar ao santuário de seu mestre – o Ancião, já morto há alguns anos, para receber uma caixa que ele ganhou, porém, os segredos que ele deve desvendar podem significar a destruição do nosso universo. Essa caixa abre uma porta para outra dimensão chamada Shamballa.

No fim das contas, fiquei com a impressão que, mais do que enfrentar uma ameaça mística, o Dr. Estranho acaba realizando uma viagem de autoconhecimento. Uma história que mais parece um livro ilustrado e não uma HQ convencional, com poucos diálogos. Os desenhos são muito bons, uma arte em forma de pintura por Dan Green, mais famoso como arte finalista da Marvel e DC. Leia esta história com calma, sem pressa, apreciando as ilustrações e a narrativa, pois ajuda a apreciar melhor a história e esta belíssima arte pintada. Shamballa é um clássico que mereceu um lançamento em capa dura pela Panini. Leitura altamente recomendada.


Por Roger

Nenhum comentário:

Postar um comentário