smc

Pesquisar este blog

sexta-feira, 27 de março de 2015

20 SONS IMERSIVOS VOL. 2


Em Boy Hood, o personagem vivido por Ethan Hawk (ao qual não lembro o nome) deu ao filho uma seleção de sons dos Beetles cujas letras completavam umas as outras e levava a quem escuta para uma viagem reflexiva. É claro que quase ninguém tenha a mesma referente viagem que eu, o ANT ou o Joker tiveram com esses sons, mas estou só – como em uma porrada de coisas na vida – tentando. Da minha parte coloquei sons que remetem a violência, dor, solidão de forma marcante e artística, sendo uma reforma na marcha de Ludivig Van artefinalizando nossa psicopatia inconsciente ao tecno de Mortal Kombat com sua violência 8 bits...
Some isso ao autoconhecimento de “Confortably Number" de Pink Floyd, o final resumido do que acreditamos ser amor pela letra de Chico Buarque, e os castelos reais e de cartas que enfrentamos na vida pelas canções de Hendrix ou Engenheiros.
Gostei mais do resultado dessa capa do que da outra, e se tudo der certo, vou lançar doze volumes desses “CDs”, cada qual com uma capa de Watchmen, um tributo ínfimo a maior história que já presenciei nessa vida, embora o criador dela se um dia soube-se da existência desse trabalho, apenas desse uma cuspida no nome “Ozymandias Realista”.


Nota: A canção 17 (Confortably Number) foi escrita errada. Só vi o erro após terminar de criar o verso da capa, e claro, não voltei todo o trabalho por causa de três letras.

Comfortably Number – PINK FLOYD

Hello
Is there anybody in there?
Just nod if you can hear me
Is there anyone at home?

Come on now
I hear you're feeling down
Well, I can ease your pain
And get you on your feet again

Relax
I'll need some information first
Just the basic facts
Can you show me where it hurts

There is no pain, you are receding
A distant ship's smoke on the horizon
You are only coming through in waves
Your lips move but I can't hear what you're saying
When I was a child I had a fever
My hands felt just like two balloons

Now I've got that feeling once again
I can't explain, you would not understand
This is not how I am
I have become comfortably numb

I have become comfortably numb

Ok
Just a little pin prick
There'll be no more
Ah!
But you might feel a little sick
Can you stand up?
I do believe it's working, good
That'll keep you going, through the show
Come on it's time to go.

There is no pain you are receding
A distant ship's smoke on the horizon
You are only coming through in waves
Your lips move, but I can't hear what you're saying
When I was a child
I caught a fleeting glimpse
Out of the corner of my eye
I turned to look but it was gone
I cannot put my finger on it now
The child is grown
The dream is gone
And I have become
Comfortably numb

Confortavelmente Entorpecido -- PINK FLOYD

Olá
Tem alguém aí?
Apenas acene se puder me ouvir
Tem alguém em casa?

Vamos lá
Ouvi dizer que você está se sentindo para baixo
Bem, eu posso diminuir sua dor
E te deixar de pé de novo

Relaxe
Eu preciso de algumas informações primeiro
Apenas coisas básicas
Você pode mostrar onde dói?

Não há dor, você está desaparecendo
Como a fumaça de um navio distante no horizonte
Sinto você apenas em ondas
Seus lábios se movem mas não consigo ouvir o que diz
Quando eu era criança eu tive uma febre
Minhas mãos pareciam dois balões

Agora eu tenho essa sensação mais uma vez
Eu não posso explicar, você não entenderia
Não é assim que eu sou
Eu me sinto confortavelmente entorpecido

Eu me sinto confortavelmente entorpecido

Ok
Só uma pequena picada de agulha
Não haverá mais
Ah!
Mas você pode sentir um mal estar
Você pode se levantar?
Eu acredito que esteja funcionando, ótimo
Isso manterá você de pé durante o show
Vamos, você tem que ir

Não há dor, você está desaparecendo
Como a fumaça de um navio distante no horizonte
Sinto você apenas em ondas
Seus lábios se movem mas não consigo ouvir o que diz
Quando eu era criança
Tive uma visão fugaz
Pelo canto do olho
Eu virei para olhar mas tinha sumido
Eu não consigo alcançá-la agora
A criança cresceu
O sonho se foi
E eu me sinto
Confortavelmente entorpecido.

 

FORÇA E HONRA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário