Home Top Ad

Responsive Ads Here

Maratona Novos 52 - Universo Dark Parte 3

Share:

Guia com todas as postagens anteriores da maratona:


[NOTA DO OZY: Todos os scans da postagem vem dos grupos:
* DARKSEID CLUB

*RENEGADOS

Todos os créditos reservados as equipes de tradução. O blog Ozymandias_Realista apenas reupou em um pack. Visite os respectivos grupos, e se tiver tempo livre, tente ajudá-los de alguma forma, traduzindo ou diagramando. Não seja um parasita.

Força e honra]


Li Monstro do Pântano #12-18 e Homem-Animal #12 e 17, do encadernado Swamp Thing: Rotworld – The Green Kingdom, com roteiro de Scott Snyder e desenhos de Yanick Paquette, e farei breves comentários sobre as edições.



Homem-Animal #12: Prólogo 1 da saga Mundo Podre. Depois dos últimos eventos, Buddy Baker, sua esposa Ellen, sua filha Maxine e o Sr. Meia partem para a Louisiana em busca do Monstro do Pântano, deixando Cliff ainda em coma devido à infecção que sofreu, aos cuidados da avó Mary.
Edição #12: Prólogo da saga Mundo Podre. O Homem-Animal finalmente encontra o Monstro do Pântano e os dois mergulham no portal que levam ao Podre. As criaturas do Podre aproveitaram a raiz deixada por Alec Holland para chegar à superfície, atacando Abby Arcane, Ellen e Maxine Baker.
Edição #13: Mundo Podre – O Reino Verde. Sem se aperceberem disso, Alec Holland e Buddy Baker ficaram um ano no reino do Podre. Quando são enviados de volta, se deparam com o apocalipse na Terra. O Monstro do Pântano encontra alguns sobreviventes do Verde – Hera Venenosa e Desafiador. Eles revelam como foi a ascensão do Podre neste ano que passou.
Edição #14: Mundo Podre – O Reino Verde. Antes do Mundo Podre, Abigail Arcane vai à Europa tentar impedir o Podre de se espalhar pelo mundo. Hoje, no Reino Verde do Mundo Podre, ao saber do destino de Abby, o Monstro do Pântano decide acabar de vez com o reinado de Arcane.
Edição #15: Mundo Podre – O Reino Verde. Antes de invadir o castelo de Anton Arcane, o Monstro do Pântano se dirige à Gotham atrás uma arma secreta. No caminho são atacados por William, sobrinho de Anton, e a única forma de deter esse pequeno agente do Podre requer um sacrifício do Desafiador.
Edição #16: Mundo Podre – O Reino Verde. O Monstro do Pântano conhece a Nova Gotham, criada dentro do Asilo Arkham. Lá ele descobre uma pequena resistência criada por Bruce Wayne e liderada atualmente por Barbara Gordon e a fórmula Bio-Restauradora do Dr. Alec Holland que Batman vinha desenvolvendo antes de ser infectado pelo Podre.
Homem-Animal #17: Mundo Podre – A Guerra da Podridão Parte 1. Finalmente o Homem-Animal e seus aliados encontraram o castelo de Anton Arcane, mas para entrar nele terão de passar pelos seus guardiões, ninguém menos que a Liga da Justiça infectada. Do outro lado do castelo, munido de seu soro Bio-Restaurador, o Monstro do Pântano e seus aliados também tentam invadir a fortaleza.
Edição #17: Mundo Podre – A Guerra da Podridão Parte 2. Após semanas viajando por uma terra devastada, Buddy Baker e Alec Holland finalmente têm a chance de encontrarem seus entes queridos – Maxine e Abby, mas não da forma como imaginavam. A única esperança é lançar a fórmula Bio-Restauradora na atmosfera.
Edição #18: Mundo Podre – Epílogo. Aproveitando a chance que recebeu do Parlamento dom Podre, o Monstro do Pântano chega a tempo de matar Anton Arcane e salvar Abigail Arcane. Mas agora, um novo avatar do Podre precisa se erguer e Abby é a sucessora, a não ser que ela também morra.
Ao abordar a Saga do Podre do ponto de vista do Monstro do Pântano, o escritor Scott Snyder procurou manter a mitologia já estabelecida de anos anteriores, ao mesmo tempo em que expandiu a mitologia do personagem. O amor entre Alec Holland e Abigail Arcane serviu de combustível para o Monstro do Pântano não desistir. Leitura recomedada.
Ao abordar a Saga do Podre do ponto de vista do Monstro do Pântano, o escritor Scott Snyder procurou manter a mitologia já estabelecida de anos anteriores, ao mesmo tempo em que expandiu a mitologia do personagem. O amor entre Alec Holland e Abigail Arcane serviu de combustível para o Monstro do Pântano não desistir. Leitura recomendada.

Li Liga da Justiça Dark #14-21, do encadernado Justice League Dark: The Death of Magic, com roteiro de Jeff Lemire e Ray Fawkes, e desenhos de Mikel Janin, e farei breves comentários sobre as edições.



Edição #14: A batalha contra Nick Necro e Felix Fausto acabou. Mas Constantine e sua Liga Dark ainda precisam encontrar Zatanna e Timothy Hunter. Eles pedem a ajuda do Dr. John Peril para lidar com os Livros da Magia.
Edição #15: Zatanna e Tim Hunter acordam na Área Selvagem, onde seus poderes são potencializados ao extremo. Vikar, oficial da Rede é enviado para detê-los. Em Nanda Parbat, utilizando as habilidades do Dr. Névoa para abri um portal, o grupo de Constantine vai atrás de seus amigos desaparecidos.
Edição #16: Assim que chegam ao Mundo de Epoch, os integrantes da Liga Dark sentem os efeitos do ambiente. O Desafiador volta a viver, mas por pouco tempo, já que é alvejado por Vikar. Zatanna e Tim Hunter vão parar no Subterrâneo Selvagem, onde conhecem um grupo de resistência.
Edição #17: A resistência dos subterrâneos selvagens revela a verdade sobre seu grande salvador, ancestral de Timothy Hunter. O portal que liga Nanda Parbat e Epoch está causando tremores e ameaçando a Terra. O pai de Tim se apresenta para atravessar os dois mundos e localizar seu filho.
Edição #18: Resta pouco tempo antes das energias místicas de Epoch partirem o mundo em pedaços. O jovem Tim Hunter assume sua posição de líder da resistência mística e parte em busca de seus amigos. Mas o ataque coloca em risco todos os que estão vivendo na cidade científica de Epoch.
Edição #19: A magia está salva, mas Steve Trevor ainda não confia em Constantine e pede para o Desafiador fica de olho nele. Antes de dar qualquer resposta, Boston Brand é convocado por Madame Xanadu. Alguém roubou a Casa dos Mistérios, e é hora da Liga Dark se reunir novamente.
Edição #20: Flash estava a caminho de Central City quando se deparou com uma legião de monstros em Manhattan, levando-o a se encontrar com Frankenstein. Em seguida, começa a reunir os outros, Madame Xanadu, Desafiador e por fim, Constantine.
Edição #21: A Liga Dark adentra a Casa dos Mistérios. Aparentemente, o filho de Madame Xanadu está no controle e usando os poderes do Monstro do Pântano para assolar a cidade. É preciso evitar que a visão apocalíptica de Xanadu se concretize. E do lado de fora da mansão, Flash continua a salvar quem puder das criaturas grotescas.
Dois arcos pequenos mostrando mais da interação da Liga da Justiça Dark capitaneada por Constantine. Reunindo um grupo dos mais poderoso seres místicos do universo DC, a Liga tem de salvar a magia no primeiro arco e procurar pela Casa dos Mistérios no segundo. Constantine, Zatanna, Desafiador e Madame Xanadu continuam a serem os destaques, mas a série ganhou com a participação de Frankenstein e Monstro do Pântano. Leitura satisfatória.

Li Homem-Animal #12-18 e Monstro do Pântano #12, 17 e 18, do encadernado Animal Man: Rotworld – The Red Kingdom, com roteiro de Jeff Lemire e desenhos de Steve Pugh, e farei breves comentários sobre as edições.


Edição #13: Mundo Podre – O Reino Vermelho. Sem se aperceberem disso, Buddy Baker e Alec Holland ficaram um ano no reino do Podre. Quando são enviados de volta, se deparam com o apocalipse na Terra. O Homem-Animal encontra alguns sobreviventes do Vermelho – Orquídea Negra, Aço e Mutano. Eles revelam como foi a ascensão do Podre neste ano que passou.
Edição #14: Mundo Podre – O Reino Vermelho. Antes do Mundo Podre, Maxine presencia sua mãe e sua avó serem infectadas do podre por Cliff e precisa fugir para sobreviver. Hoje, no Reino Vermelho do Mundo Podre, Anton Arcane envia um exército atrás do Homem-Animal.
Edição #15: Mundo Podre – O Reino Vermelho. Buddy Baker descobre que Maxine é prisioneira na fortaleza de Anton Arcane e ruma para lá com seus aliados. Ao passar por Central City, acaba enfrentando o Gorila Grodd e ganha o apoio de Frankenstein.
Edição #16: Mundo Podre – O Reino Vermelho. Quando os Guardiões do Universo souberam que a infestação não poderia se contida, enviou Medphyll, um Lanterna Verde que possui conexões com as forças elementais da Terra para ajudar e selaram o planeta. O grupo de Buddy Baker encontra e liberta o Lanterna Verde, mas descobrem que estão dentro de Blackbriar Thorn, a Cidade Viva.
Edição #18: Mundo Podre – Epílogo. O Homem-Animal e o Monstro do Pântano ficam sabendo do desequilíbrio imposto por Anton Arcane. O Podre concede uma única chance dos dois voltarem no tempo e impedir o rebelde avatar da podridão de espalhar o terror pela Terra e salvar seus entes queridos.
Monstro do Pântano #18: Mundo Podre – Epílogo. Aproveitando a chance que recebeu do Parlamento dom Podre, o Monstro do Pântano chega a tempo de matar Anton Arcane e salvar Abigail Arcane. Mas agora, um novo avatar do Podre precisa se erguer e Abby é a sucessora, a não ser que ela também morra.
Ao abordar a Saga do Podre do ponto de vista do Homem-Animal, o escritor Jeff Lemire procurou se manter fiel ao apego e amor que Buddy Baker tem por sua família. Esse foi o fio condutor que motivou o Homem-Animal ultrapassar seus limites para restabelecer o equilíbrio entre o Vermelho, o Verde e o Podre. Leitura recomendada.

Li Eu, Vampiro #13-19 e 0, do encadernado I, Vampire: Wave of Mutilation, com roteiro de Joshua Hale Fialkov e desenhos de Andrea Sorrentino, e farei breves comentários sobre as edições.


Edição #0: Antes dos Novos 52. É o ano de 1591. Lorde Andrew Bennett está fugindo de sua família e deixando sua vida aristocrata para trás para viver com seu grande amor Mary Seward. Um amor proibido, separado pela diferença de classes. Mas esse sonho está prestes a acabar quando Bennett encontra Cain, o primeiro de todos os vampiros, em seu caminho.
Edição #13: Dois meses se passaram desde o confronto decisivo quando Andrew Bennett absorveu a energia sombria de todos os vampiros e fugiu descontrolado pelo excesso de poder. Mary Seward, a ex-Rainha de Sangue ainda tenta se adaptar como um ser humano normal novamente.
Edição #14: Andrew Bennett vai atrás de Débora Dancer, uma antiga companheira de luta, “meia-vampira” transformada por Mary que estava vivendo isolada. Agora ele tem a companhia de Tig e os dois estão insaciáveis. John Throughton e Mary Seward conseguem rastrear a localização de Bennett a tempo de salvar Débora.
Edição #15: Colocando em prática o plano de dominação mundial, Andrew Bennett e Tig conseguem mais um “voluntário” para seu exército, o feiticeiro Charles Thompson. Eles vão direto ao castelo dos Van Helsing atrás de algo valioso. Na Inglaterra, Débora Dancer junta-se à John Troughton e Mary Seward em busca do vampiro original que transformou Bennett.
Edição #16: Mary Seward e seus aliados encontram Cain, o primeiro de todos os vampiros e “criador” de Andrew Bennett. Constantine aparece e mostra o massacre no Castelo Van Helsing. Bennett encontra o artefato que estava procurando dento do arsenal em miniatura.
Edição #17: O grupo de Mary Seward, agora com o apoio de Constantine chega à Casa dos Mistérios, mas são surpreendidos por Andrew Bennett e seu pequeno exército. Enquanto eles tentam abrir um portal para o inferno, os mocinhos se deparam com seus piores pesadelos.
Edição #18: Tig descobre que seu pai foi morto por Andrew Bennett e agora quer vingança. Seu primeiro ato foi decepar a cabeça de Mary Seward. Enquanto isso em um dos aposentos da Casa dos Mistérios, Cain está prestes a trazer de volta seu amor ancestral Lilith.
Edição #19: Cain retira toda a essência dos vampiros contidos em Andrew Bennett para trazer Lilith de volta, mas o portal não tem mais como ser fechado. Acontece a batalha final entre Bennett vs Cain e Mary vs Lilith. Em jogo, o destino da humanidade.
O último volume de Eu, o Vampiro mostra as consequências do sacrifício que Andrew Bennett fez para salvar a humanidade, ao absorver a essência de todos os vampiros. E a busca de seus companheiros, John Troughton e Mary Seward, por um possível processo de reverter sua condição. Um final no estilo apocalíptico para a história de amor e ódio eterno entre Andrew Bennett e Mary Seward. Leitura satisfatória.

Li Cavaleiros do Demônio #13-23, do encadernado Demon Knights: The Gathering Storm, com roteiro de Paul Cornell e Robert Venditti e desenhos de Bernard Chang, e farei breves comentários sobre as edições.


Edição #13: Etrigan rompeu seu elo com Jason Blood e traiu todos os seus companheiros de batalha. Ele tem um plano e um limite de tempo para colocá-lo em prática, caso contrário, Lúcifer devolverá sua maldição. E cada um dos cavaleiros tem de lidar com sua estadia no inferno.
Edição #14: Jason Blood quer tirar sua própria para poder encarar Etrigan no inferno. A Rainha Errante também quer Etrigan pois, de acordo com Mordru, o Graal está em posse do demônio. Para que seu plano dê certo, Etrigan precisa ir atrás de seus companheiros, que estão espalhados em vários cantos do inferno.
Edição #15: Todos os Cavaleiros se reuniram novamente e liderados por Jason Blood querem retornar para casa. Lúcifer e sua horda de demônios estão à um passo de conquistar Avalon. A Rainha Errante e seu exército também deseja entrar na cidade medieval atrás do Graal. É hora de Merlin convocar o Rei Arthur e seus Cavaleiros da Távola Redonda.
Edição #16: Trinta anos se passaram após a grande batalha de Avalon. É o ano 1.043 d.C. e o vampiro Caim vem espalhando uma praga por onde passa e seu exército aumenta cada vez mais. A ilha de Themyscira corre perigo. Al Jabr precisa reunir seus velhos companheiros Cavaleiros do Demônio para deter essa ameaça.
Edição #17: Caim e seu exército marcham para o sul rumo à Themyscira e ninguém consegue pará-lo. Al Jabr sabe que mesmo com todos os seus antigos companheiros juntos, ainda assim, será necessária a ajuda daquele que eles juraram nunca mais se aliar... Etrigan, o Demônio.
Edição #18: Depois de ser libertado do cativeiro de Vandal Savage, Jason Blood vai até Madame Xanadu para cortar o feitiço de mudez e convocar Etrigan. Mesmo hesitante, ele concorda em ajudar seus antigos companheiros de batalha contra Caim.
Edição #19: Caim e seu exército finalmente chegam à Themyscira. Os Cavaleiros do Demônio também, mas Etrigan não consegue mais retornar ao inferno para recuperar suas forças, impedido por Jason Blood. Ainda assim, eles podem receber a ajuda de um aliado inesperado... Vandal Savage.
Edição #20: Com a ajuda dos Cavaleiros do Demônio, as Amazonas rechaçaram a ameaça de Caim. Cumprindo uma profecia de Merlin, Sir Ystin se entrega ao mestre dos vampiros tornando-se mais um de seus lacaios. Com isso ele espera estar mais perto do Santo Graal e sua busca se renova.
Edição #21: Os Cavaleiros do Demônio chegam à uma ilha desconhecida no Mediterrâneo e encontram algumas runas. Xanadu está certa de ter identificado o sinal do Santo Graal entre elas. Após abrir o portal, Jason Blood e Vandal Savage estão pertos do cálice sagrado.
Edição #22: Jason Blood entrega o Santo Graal à Sir Yistin, depois de deixar Vandal Savage à mercê de seus gigantes guardiões. Eles retornam à cidade de Al-Wadi para se encontrar com Al Jabr e decidem manter o recipiente selado até que Merlin decida o contrário.
Edição #23: A Cavaleira foi curada pelo Graal. Até mesmo a doença de Sir Yistin foi expurgada. Mas não há tempo para celebrações. Vandal Savage traiu seus companheiros uma vez mais e levou os gigantes até Al-Wady. Os Cavaleiros do Demônio estão prontos para defender as muralhas da cidade.
Os Cavaleiros do Demônio precisam deixar de lados suas diferenças e se unirem uma vez mais para deter a ameaça de Caim, o mestre dos vampiros, que deseja conquistar a ilha de Themyscira. Além disso, a busca pelo Santo Graal leva o grupo a mais uma jornada de descobertas. Leitura recomendada.

Li Vingador Fantasma #0-5, do encadernado The Phantom Stranger: A Stranger Among Us, com roteiro de Dan Didio e desenhos de Brent Anderson e Philip Tan, e farei breves comentários sobre as edições.


Edição #0: Antes dos Novos 52. Depois de ter cometido um grave pecado, aquele que viria a se tornar o Vingador Fantasma (possivelmente Judas Iscariotes), foi julgado e condenado por ganância, ao trair um grande amigo. Sua penitência seria vagar pela Terra fazendo o bem até cobrir a dívidas pelos seus pecados.
Edição #1: Um trágico acidente de carro coloca o Vingador Fantasma no caminho de Rachel Roth, a Ravena. Seu pai, Trigon, a está caçando implacavelmente, mas com o poder do Vingador Fantasma, Ravena tem uma chance.
Edição #2: Pandora encontrou a “Caixa”, mas ela só pode ser aberta por alguém puro demais ou com o coração muito sombrio. O Vingador Fantasma se recusa a ajudá-la. Quando retorna para o local que adotou como lar, é surpreendido por Belia, filho de Trigon, que lhe dá um aviso.
Edição #3: O Vingador Fantasma recebe um pedido de socorro de Terrence Thirteen. O Ladrão de Estradas está em busca de uma vingança que remonta os anos 1800, assombrando o legado da família do Doutor 13. Passando-se por Philip Stark, pai e chefe de família, o Vingador Fantasma tenta levar uma vida normal.
Edição #4: A vida como Philip Stark é praticamente perfeita. De repente, o Vingador Fantasma é levado contra sua vontade à Casa dos Mistérios por Constantine. Mas, convencer o Vingador a se juntar à Liga da Justiça Dark não será um trabalho fácil.
Edição #5: Ao retornar pra “casa”, Philip Stark percebe que sua esposa Elena e seus flhos, Tim e Allie foram seqüestrados. O principal suspeito é Jim Corrigan, e o confronto entre o Vingador Fantasma e o Espectro é inevitável. O Questão surge no esconderijo do Doutor 13.
A versão do Vingador Fantasma para os Novos 52 traz um homem que cometeu o maior de todos os pecados e que continua sua longa jornada de redenção. O arco insere vários personagens místicos da DC. Mas essa nova versão deixa de lado um elemento clássico importante: as lições deixadas por cada ato altruísta do Vingador Fantasma. Leitura razoável.

Por Roger