Pesquisar este blog

smc

domingo, 2 de julho de 2017

"ESCOLHA A VIDA"


“...Era o slogan de uma campanha antidrogas dos anos 80.
E costumávamos adicionar coisas a ela. Então eu poderia dizer, por exemplo, "escolha... lingerie de marca", na vã esperança de reviver um relacionamento morto. Escolha bolsas. Escolha sapatos de salto alto. Caxemira e seda, para fazer você sentir o que se passa por feliz. Escolha um iPhone feito na China por uma mulher que pulou da janela e enfie-o no bolso do seu casaco recém-chegado de uma arapuca no sul da Ásia. Escolha Facebook, Twitter, Snapchat, Instagram e um milhão de outros modos de vomitar sobre pessoas que nunca conheceu. Escolha atualizar o seu perfil. Diga ao mundo o que comeu no café da manhã e torça para que alguém, em algum lugar, se importe. Escolha procurar velhas paixões, desesperado para crer que não está tão mal quanto elas. Escolha blogar ao vivo, desde sua primeira punheta ao seu último suspiro. A interação humana reduzida a nada mais do que dados. Escolha 10 coisas que nunca soube sobre celebridades que fizeram cirurgias.
Escolha protestar contra o aborto. Escolha piadas sobre estupro,
promiscuidade feminina, pornô de vingança e uma maré infinita
de misoginia deprimente. Escolhaque 11/9 nunca aconteceu, e, se aconteceu, foram os judeus. Escolha um contrato de 0h
e uma viagem de 2h para o trabalho.
E escolha o mesmo para seus filhos, só que pior. E diga a si mesma que seria melhor se eles não tivessem nascido. Depois recoste-se e sufoque a dor com uma dose desconhecida de uma droga desconhecida feita numa cozinha qualquer. Escolha promessa não cumprida e deseje ter feito tudo diferente.
Escolha nunca aprender com os seus erros. Escolha observar
a história se repetir. Escolha a lenta reconciliação com o que você pode conseguir, em vez do que sempre quis. Contente-se com menos e finja que isso não importa. Escolha o desapontamento. E escolha perder aqueles a quem ama. Enquanto eles somem, um pedaço de você morre com eles. Até ver que, um dia no futuro, pouco a pouco todos terão morrido. E não sobrará nada de você
para chamar de vivo ou de morto.

Escolha o seu futuro, Veronika.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...