smc

Pesquisar este blog

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Maratona Novos 52 - Universo Batman Parte 3


Análise de Detective Comics #8-12, 0 e Anual #1, do encadernado Detective Comics: Scare Tactics, com roteiro de Tony Daniel e Gregg Hurwitz e desenhos de Tony Daniel Ed Benes, e tecerei breves comentários sobre as edições.


Edição #8: Batman é obrigado a realizar três tarefas para o Espantalho em troca da vida de um garoto. Precisa deter a Mulher-Gato de roubar sua toxina do laboratório de controle de doenças, descobrir que a contratou e encontrar seu paradeiro. Mas, para descobrir o objetivo principal dessas missões, o Cavaleiro das Trevas terá de fazer uso de todas as suas habilidades investigativas.

Edição #9: Jeremiah Arkham também é um dos alvos dos Garras. Quando o Asilo Arkham é invadido, nem mesmo o Batman pode conter os Garras. Desta vez, será preciso contar com a ajuda de seus pacientes internados. História ligada ao arco Noite das Corujas.

Edição #10: Batman auxilia o DPGC a deter um bando de criminosos que furtaram material radioativo. Seguindo pistas, o Homem Morcego descobre que o Sr. Tóxico está interessado nesse material.

Edição #11: Batman detém o Sr. Tóxico mas descobre um plano intrincado que envolve a criação de clones e uma máquina geradora de partículas, orquestrado por um cientista megalomaníaco.

Edição #12: O insano Prof. Hugh Marder e seu clone, o Sr. Tóxico invadem o laboratório Dunhill e se submetem ao acelerador de partículas em uma última tentativa de cura. Batman chega tarde demais e se vê diante de uma aberração.

Edição #0: Antes dos Novos 52. Após a morte de seus pais, Bruce viajou pelo mundo em busca de conhecimento e habilidades. Sua última parada foi nos Himalaias onde foi treinado por Shihan Matsuda. Mais do que um treinamento corporal e mental, Bruce aprendeu as armadilhas do coração.

Anual #1: Após conter a invasão ao Asilo Arkham pelos Garras, descobre-se que Roman Sionis, o Máscara Negra escapou. Batman sai à sua procura e descobre que outro vilão conhecido também está envolvido na busca pelas máscaras desaparecidas.

O segundo volume trás vários pequenos arcos, incluindo uma história relacionada à Noite das Corujas e o grande destaque que é a edição #0 mostrando uma faceta do treinamento de Bruce Wayne antes de se tornar o Batman e que definiria os rumos do Cavaleiro das Trevas. Leitura razoável.

Análise de Batman #8-12 e Annual 1, do encadernado Batman: The City of Owls, com roteiro de Scott Snyder e desenhos de Greg Capullo, e tecerei breves comentários sobre as edições.


Edição #8: A Corte das Corujas resolve realizar um ataque definitivo à cidade e libera todas as gerações de Garras disponíveis. Bruce é um dos principais alvos e a Mansão Wayne é invadida na Noite das Corujas.

Edição #9: Com uma armadura especial e a ajuda de seu “exército” de morcegos, Batman consegue deter os Garras que invadiram a Mansão Wayne. Enquanto os demais Vigilantes de Gotham defendem os alvos de outros Garras, Batman vai ao Asilo Arkham atrás de Jeremiah Arkahm, e, em seguida, ajudar Lincoln March.

Edição #10: A maioria das tentativas de assassinato dos Garras falhou, e agora Batman se prepara para uma ofensiva, invadindo o QG da Corte. Porém, ao invadir o “ninho” das Corujas, descobre que todos os membros que estavam presentes se suicidaram. Ainda assim, Bruce acredita que o caso não terminou, até que percebe quem é o verdadeiro responsável por toda essa orquestração.

Edição #11: O confronto decisivo e mortal entre Batman e Lincoln March. Mais do que apenas uma batalha pelo controle da cidade.

Edição #12: Esta edição é dedicada a introduzir a personagem Harper Row e seu irmão Cullen, por vezes vítima do preconceito e da ignorância. E como suas vidas mudaram quando encontraram o Cavaleiro das Trevas pela primeira vez.

Anual #1: Mostra acontecimentos logo após a Noite das Corujas, focalizando a fuga do Sr. Frio do Asilo Arkham. Frio deseja retomar o corpo de sua esposa Nora, se vingar de Bruce Wayne e deixar Gotham para trás, mas, em seu caminho, ele irá se deparar com os Vigilantes de Gotham. Scott Snyder explora o passado e as motivações de Frio.

Sequência eletrizante do arco anterior. A Corte das Corujas foi uma criação de Scott Snyder e que adicionou em muito à mitologia do Homem Morcego. Além disso, tanto a cidade de Gotham, quanto a família Wayne foram bem retratados, em uma profunda exploração de seus passados. Leitura altamente recomendada.

Análise de Batman – Cavaleiro das Trevas #9-15 e 0, do encadernado Batman – The Dark Knight: Cycle of Violence, com roteiro de Gregg Hurwitz e desenhos de David Finch, e tecerei breves comentários sobre as edições.


Edição #9: Carver, um dos mais antigos Garras foi designado para matar o candidato à prefeito de Gotham, Lincoln March. Debilitado pela idade, ele ainda tem mais um obstáculo para cumprir sua missão – o Cavaleiro das Trevas. História ligada ao arco Noite das Corujas.

Edição #10: Crianças estão sendo sequestradas e em seguida sendo soltas, mas com a mente completamente alterada, e  isso acaba afetando o Cavaleiro das Trevas. Em seu apartamento, Jim Gordon é atacado pela gás do medo do Espantalho.

Edição #11: Quando fica sabendo do desaparecimento de Gordon, Bruce tem de deixar seus próprios medos de lado e investigar à fundo o paradeiro de seu amigo, o que o leva até o Espantalho. Porém, é surpreendido antes que pudesse invadir o esconderijo do psicótico vilão.

Edição #12: Batman é aprisionado e submetido à uma terrível tortura psicológica do Espantalho. Os dois revivem seus medos originados no passado, mas estão preparados para encará-los de frente?

Edição #0: Uma semana após o assassinato de seus pais, o pequeno Bruce Wayne se pergunta “por que” seus pais foram mortos. Quem estaria por trás de tudo isso? Essas perguntas se tornaram obsessão durante toda a sua juventude.

Edição #13: Acorrentado e à mercê do Espantalho, o Cavaleiro das Trevas é submetido a todo tipo de horror causado pela nova toxina criada por Crane. Uma jornada de medo, escuridão e autoreconhecimento.

Edição #14: Batman escapa por um triz antes do esconderijo do Espantalho explodir. Mas antes, o perturbado vilão liberta sua pequena vítima. Sem desistir de seus planos, o Espantalho adquiri um maquinário capaz de espalhar sua toxina do medo por toda a cidade.

Edição #15: Gotham Square está tomada pelo pânico com a contaminação pela supertoxina do Espantalho. É uma corrida contra o tempo para Lucius Fox desenvolver um antídoto. O sangue do Cavaleiro das Trevas possui os anticorpos necessários, e ele está pronto a se sacrificar pela cidade que jurou proteger.

O segundo volume de Cavaleiro das Trevas traz a estreia do escritor Gregg Hurwitz que optou por uma abordagem mais sombria, analisando a fundo a psique do vilão Espantalho e também do próprio Batman. Leitura altamente recomendada.

Análise de Batman e Robin #9-14 e 0, do encadernado Batman and Robin: Pearl, com roteiro de Peter J. Tomasi e desenhos de Lee Garbett Patrick Gleason, e tecerei breves comentários sobre as edições.


Edição #9: É a Noite das Corujas. Alfred pede para Damian salvar o General Benjamin Burrows. O ataque aconteceu no momento em que o general estava liderando um treino simulado. E agora, Damian precisa colocar à prova todas as sua habilidades estratégicas e militares aprendidas durante sua infância na Liga dos Assassinos.

Edição #10: Damian reúne todos os outros que já foram Robins – Dick, Tim e Jason – e os desafia a provar quem é o melhor Robin. Tim Drake, atualmente o Robin Vermelho, foi o primeiro a encarar o desafio. Um novo vilão, Terminus, surge para ameaçar o Homem Morcego.

Edição #11: A próxima vítima do desafio de Damian de provar que é o melhor Robin, é Jason Todd. Enquanto isso, Terminus ataca Gotham em uma série de atentados terroristas e marcando suas vítimas.

Edição #12: A batalha final contra Terminus exige o apoio de outros vigilantes de Gotham como Asa Noturna, Capuz Vermelho e Robin Vermelho. E no final, Dick mostra à Damian porque não há motivos para eles se digladiarem para ver quem é o melhor Robin.

Edição #0: Desde seu nascimento, Damian recebeu treinamento intensivo de sua mãe, Tália Al Ghul. O menino sempre desejou saber a identidade de seu pai e Tália prometeu revelar tudo quando seu filho a vencesse em um duelo a cada aniversário. Quando fez dez anos, esse dia chegou.

Edição #13: Gotham passará por um eclipse total do sol, e fenômenos assim podem causar alguma anomalia nos satélites de comunicação que alimentam a bat-caverna. Batman e Robin se certificam de que tudo está bem, porém, ao retornar à Gotham, descobrem que a cidade está sendo atacada pela própria população transformada em um tipo de zumbis.

Edição #14: Robin é capturado e levado até os subterrâneos de Gotham. Lá, ele consegue fugir e libertar outros cativos com a ajuda de seu pai.

O segundo volume atravessa a Noite das Corujas e faz um prelúdio para Morte da Família, com o escritor Peter Tomasi sempre focalizado no relacionamento entre pai e filho de Batman e Robin, mas também, amplia essa relação para os Robins. Leitura recomendada.

Por Roger



Nenhum comentário:

Postar um comentário