Pesquisar este blog

smc

terça-feira, 27 de junho de 2017

Como fuder a mente de quem não estudou (Com Salatiel Jr)





   

Faz tempo que eu vi esse vídeo mas a pouco eu estava pensando nele e percebi o quão perigoso é. O vídeo é de um desses neo-ateus, mas não um neo-ateu comum, um neo-ateu da internet (porque os Dawkins e Hitchens ao menos tentam ganhar seguidores em meios onde as pessoas tem mais de 12 anos de idade). A verdade é que eu comecei a ficar preocupado de alguém realmente levar a sério um vídeo desses (eu só dei risadas) então voltei para ver os comentários e... as pessoas realmente levam. A maior parte dos que concordaram com o vídeo nos comentários pareciam ser crianças e eu não sei se isso me preocupa mais o menos. Por um lado adultos que compartilham opiniões tão infundadas (e sim, completamente idiotas) quanto essas demonstram uma falta de educação apropriada no país mas crianças que vejam um conteúdo como este e realmente por falta de informação comecem a acreditar nessas baboseiras, isso é no mínimo tão ruim quanto. Então eu vou fazer uma refutação básica de todos os argumentos do vídeo, nada muito complicado, até porque não se precisa de muita intelectualidade para refutar isso...

1- Falta de evidências


Esse é provavelmente o que engana as pessoas mais facilmente apesar de estar repleto de erros grosseiros. Vou colocar os erros em ordem:

1- Existiam sim diversas fontes de Jesus Cristo fora dos evangelhos, as epístolas de Paulo (onde ele afirma ter conhecido São Pedro e o próprio irmão de Jesus) são talvez o exemplo mais famoso. Mas existem fontes não cristãs como por exemplo Plinio, o jovem e Suêtonio.

2- É ridícula a "prova" que ele dá se utilizando do livro de Josefo. Um livro grosso fala não fala de Jesus... e? O que isso prova? Se eu ler um livro grosso sobre Augusto Cesar que não fala sobre outras personalidades da época isso quer dizer que elas nunca existiram? 

3- Como se não bastasse, o livro de Josefo menciona sim Jesus e a maior parte dos que estudiosos que analisaram os escritos do historiador do século I concordam que a passagem não foi "adicionada" posteriormente como diz Salatiel e sim modificada (endeusando Jesus e suas obras). O fato do trecho poder ser "arrancado" do capitulo e este continuar coerente não significa nada, isso acontecia regularmente em escritos históricos da época.

4- Citar Bart D. Ehrman foi a prova definitiva de que Salatiel não fez pesquisa nenhuma e nem possui conhecimento algum sobre o assunto. Deixo aqui um trecho do livro de Ehrman "Jesus Existiu ou não?" (Excelente livro por sinal):

"Todas as semanas recebo dois ou três e-mails perguntando se Jesus existiu como ser humano. Quando comecei a receber esses e-mails há alguns anos, achei a pergunta um tanto estranha e não a levei a sério. É claro que Jesus existiu. Todos sabem que ele existiu. Não sabem? Mas os e-mails continuaram e fui levado a pensar por que tanta gente me fazia esse pergunta. Fiquei ainda mais surpreso em saber que eu era- erroneamente- citado em alguns círculos como tendo dito que Jesus nunca existiu."

2- Ele foi embora



Um amigo meu que viu o vídeo comigo começou a rir quando viu essa parte. Admito que ri um pouco também. Ele foi embora? Que porra de argumento é esse? E quanto ao irônico "ajudou para caramba" dele, eu respondo no próximo.

3- O mundo continua um lixo



 O argumento é "ele não resolveu porcaria nenhuma" e pouco depois diz que Jesus "não contribuiu para evolução nenhuma". Aqui vai um pouco da "não contribuição" de Jesus:

1- Com o cristianismo as crianças deixaram de ser propriedades e  passaram a ser consideradas seres humanos.
2- Antes de Cristo as mulheres eram vistas como inferiores, porem a maneira como Jesus tratava as mulheres iniciou um processo de mudança social para que as mulheres passassem a adquirir mais igualdade.
3- A ciência moderna foi fundamentada no cristianismo, tanto que a maior parte dos cientistas nos "primórdios" dessa eram cristãos. Isaac Newton (chamado por muitos de "pai da física") desenvolveu grande parte de suas teses por motivos teológicos.
4- Os primeiros movimentos contra a escravidão, assim como os movimentos de direitos civis eram fundamentados no cristianismo.

 Esses são só quatro exemplos mas existem muitos outros da "não contribuição" de Jesus Cristo na história, realmente ele não ajudou em nada...
E sobre a história dos pastores ricos e do "papa cheio de ornamentos enquanto crianças morrem de fome na Africa", não tenho interesse  nenhum em defender a igreja católica (faz tempo que eu abandonei o catolicismo) mas a maior parte das grandes instituições de caridade são cristãs.

4- Você precisa ter fé



 Fé não é acreditar sem ter evidência nenhuma, isso foi um significado mais tarde dado a palavra por algumas igrejas. Fé é o simples ato de acreditar, se eu tenho fé na teoria da evolução não quer dizer que não existem evidencias para a teoria (e alias, existem). O senhor Salatiel poderia ter ao menos pego um dicionario antes de postar um vídeo contendo um argumento desses.
 E só para constar, existem diversas evidencias para se acreditar em Jesus Cristo, essa falta de evidencias só existe na cabeça de quem não estudou o assunto, como o senhor Salatiel.
 Ps: Existirem evidências não significa que é a verdade absoluta com certeza, retomando o exemplo da teoria da evolução, existem evidências, não significa que esteja correta (como muitos gostam de lembrar).

5- Milagres são os mesmos em todas as religiões



 Me perdoem se eu não conseguir responder esse de forma apropriada, mas é que eu vejo e revejo esse trecho e não entendo o ponto dele. Se um cristão está doente e melhora ele atribui essa melhora a Jesus e um budista atribuir a sua recuperação de uma mesma doença a meditação (não sei se os budistas o fazem, não sou um estudioso do budismo, conheço apenas o básico) isso quer dizer que ambos Jesus e Buda não existiram/estavam errados? Que sentido isso faz? Nós apenas podemos dizer que ao menos um dos dois está errado, desqualificar qualquer um dos dois baseado apenas nisso não faz nenhum sentido. 
 Vou utilizar novamente o exemplo da evolução, Darwin e Lamarck tinham idéias diferentes quanto a evolução isso quer dizer que ambos estavam errados? Não, quer dizer apenas que um dos dois está uma vez que suas visões são inconciliáveis. Mas saber que um dos dois está errado não é o bastante para dizer que ambos estão nem qual deles está.

6- Credibilidade do Novo Testamento  



 Como eu demonstrei anteriormente nós temos evidências suficientes sobre Jesus fora do Novo testamento. Mas e se não tivéssemos? Acho engraçado a insistência de Salatiel em citar o doutor Ehrman pois eu gostaria de fazer o mesmo. Aqui vai um trecho do já citado "Jesus Existiu ou não?":

"A (eventual) opinião ateísta da Bíblia como texto não histórico é tão equivocada quanto a (típica) opinião fundamentalista. A verdade é que os autores dos livros que vieram a constituir a Bíblia não sabiam que estavam produzindo livros que mais tarde seriam considerados escrituras e provavelmente não tinham intenção nenhuma de produzi-las. Os autores dos Evangelhos- cristãos anônimos falantes da língua grega que viveram cerca de 35 a 65 anos após a data tradicional da morte de Jesus. Alguns desses episódios podem ser historicamente exatos, outros talvez não."

 Resumindo, os evangelhos são sim fontes históricas. O argumento de que foram escritos muito tempo depois não vale da nada já que foram baseados em escritos mais antigos da época (muitos se perderam com o tempo) e na tradição oral. Existem passagens da Bíblia que somente fazem sentido quando traduzidas para o aramaico uma vez que a versão grega apresenta inconsistência (provando que os evangelhos foram baseados em tradições orais mais antigas). 
 O argumento das contradições também não vale. Mesmo considerando as contradições (muitas já foram refutas, outras ainda estão em discussão no meio acadêmico embora muitos estudiosos inteligentes como o própio Ehrman considerem tais contradições) isso não prova que ambas as fontes estão erradas, no máximo prova que uma delas está (como eu já expliquei no último ponto).

Ps: Queria chamar a atenção para todas as auto-exaltações que Salatiel faz. "Os estudiosos sérios concordam comigo", "Se você pesquisar a fundo vai ver que eu tenho razão", "Esses são só alguns livros da minha biblioteca", e por ai vai. Qualquer um que não tem estudos fica impressionado com a "intelectualidade" dele, digo, ele leu um monte de livros e supostamente os historiadores e estudiosos da Bíblia concordam com ele. Mas pela base argumentativa tudo parece suspeito. Se ele realmente estudou o assunto o fez muito mal.

7- Ele é um Mentiroso!



 Ele diz que Jesus é um mentiroso e nos dá um exemplo (apenas um para uma afirmação tão séria, mas enfim...) que está em João em que Cristo afirma que aquele que crê nele também fará as obras que eu ele fez e as fará maiores. Segundo Salatiel isso prova que Jesus é um mentiroso porque nós não fazemos milagres.
 Creio eu que a maioria que leu isso já viu o quão idiota é o argumento mas caso você que esteja lendo tenha por alguma razão achado que é um argumento sólido eu o responderei:

Cristo não diz nessa passagem que quem acredita nele realizará milagres e sim que realizara obras até maiores do que as dele. Milagres não são citados em momento algum. Na verdade, vou colocar a passagem com o acréscimo do que vem antes:

"Filipe lhe diz:'Senhor, mostra-nos o Pai e isso nos basta!'
Diz-lhe Jesus: 'Há tanto tempo que estou convosco e tu não me conheces, Filipe?
Quem me vê, vê o Pai.
Como podes dizer: 'Mostra-nos o Pai!'?
Não crês
Que estou no Pai e o Pai está em mim?
As palavras que vos digo, não as digo por mim mesmo, mas o Pai, que permanece em mim, realiza suas obras.
Crede-me:
Eu estou no Pai e o Pai em mim.
Crede-o, ao menos, por causa dessas obras.
Em verdade, em verdade, vos digo:
quem crê em mim
fará as obras que faço
e fará até maiores do que elas,
porque vou para o Pai
E o que pedirdes em meu nome,
eu o farei
a fim de que o Pai seja glorificado no Filho."

 A interpretação teológica que eu tenho é que ele diz que aqueles que acreditam nele farão obras maiores no sentido de fazer o bem maior, ajudar o mundo (o que os cristãos realmente fizeram). Em nenhum momento são mencionados milagres. Inclusive o resto do capitulo nos leva a crer que ele não falava em milagres. Logo, se alguém quiser defender tese "Jesus é um mentiroso" eu sugiro que use um trecho onde alguma mentira explicita esteja escrita e não somente utilize uma mentira nunca proferida em outro lugar que não a sua cabeça.

8- Os manuscritos originais cadê?



 Novamente ele cita Ehrman para comprovar uma tese que o próprio Ehrman já refutou (creio que o livro "Jesus existiu o não?" não tinha sido lançado na época do vídeo mas de qualquer maneira, ele cita um autor para defender pontos dos quais o autor discorda) demonstrando assim total ignorância no assunto.
 Nós não temos os manuscritos originais... e? O que isso prova? Se Jesus existiu e era quem alegou ser ele teria que preservar os escritos originais? Por que? Salatiel novamente só pega uma crença pessoal dele (sem base alguma) e coloca como se fosse a verdade absoluta.

9- Tudo é para depois que você morrer!



 Somente uma pessoa que não pára para pensar, que não raciocina vai aceitar um argumento desses com facilidade. Você só vai para o paraíso depois que morrer segundo a doutrina cristã... e? Qual a merda do ponto que está sendo feito? Que nós não temos como ter certeza do que acontece depois da morte? Isso prova que Jesus não existiu e/ou não era quem ele afirmava ser? Se um cientista te disser que um asteroide irá passar pela Terra no ano de 2036 ele não é um cientista porque não temos como ver o futuro? Puta que pariu...

10- Jesus não é melhor que um mafioso



 Um homem que leva um tapa e pergunta qual foi o seu erro, que é traído e negado mas perdoa seu traidor e negador, que é morte e humilhado mas pede perdão para quem o matou e humilhou não é diferente de um mafioso... chega.

Bônus:



Eu realmente tinha parado de escrever no "Jesus é um mafioso" mas como transcrevi esse texto para cá e estou mais calmo agora, resolvi colocar um pequeno bônus com mais dois vídeos desse "jénio" da internet (não uma refutação completa, apenas breves comentários para que esse post tenha algo a mais do que o original).

O "vídeo do Facebook" que ele refuta é um trecho de uma palestra do grande Ravi Zacharias (recomendo procurar mais sobre ele). A refutação de Salatiel é a seguinte:

"Zacharias se baseou no livre arbítrio que já foi refutado (pelo próprio Salatiel!)."

Como assim? Será que após séculos de aceitação quase geral da ideia do livre arbítrio como algo irrefutável Salatiel jr conseguiu desbancá-la de vez? Porra nenhuma. Procure o vídeo dele sobre o livre arbítrio (procure mesmo, não acredite nas minhas palavras) e veja por si mesmo. Faz um tempo que eu vi essa do livre arbítrio então não me lembro com exatidão (até porque fiquei rindo pela maior parte do vídeo) mas a "refutação" dele era que você não escolhe onde nasce e não escolhe existir logo não possui o livre arbítrio (se parecer idiota, é porque realmente é). E a história do Faraó acontece logo no incio do Exodo (3-10), sendo que se você têm o mínimo de formação em interpretação de texto e conhecimento do que é uma metáfora pode ir conferir por si mesmo.  


Só alguns:

2- Longe de mim defender a bancada evangélica, mas como podemos pensar em um país livre sem poder organizar posições políticas.

3- Muitos usaram a religião para justificar a escravidão, é verdade, usaram mais ainda a ciência (Ohhh). A diferença é que o cristãos criaram os primeiros grandes movimentos abolicionistas. Os movimentos feministas só ganharam força (para não dizer que surgiram) com Jesus Cristo. Mas ele não vai recomendar livros, você tem que ir atrás assim como ele o fez (e fez muito mal, pelo visto).

7- Procure pesquisas meia boca na internet, realmente isso refuta TODA a caridade que igrejas cristãs fazem, até porque não fazem né?

8- Mas Salatiel, não tem como ir contra a liberdade porque não temos livre arbítrio (esse cara é uma contradição ambulante). Mas é genial esse argumento, afinal, se existe uma punição para o assassinato, nós não temos liberdade!

10- Novamente vemos um grande exemplo de raciocínio lógico. Afinal, Salatiel é contra a religião porque "tira a sua liberdade" quando coloca regras mas ao mesmo tempo é contra a religião porque esta permite quebrar todas as regras! 

11- Esse cara ao menos conhece algum cristão?

13- Deixando de lado toda a baboseira que vem antes, "toda vez que um grupo religioso toma o poder termina em catástrofe", não na verdade isso acontece com estados ateus (China de Mao Tse Tung, Russia de Stalin). 

14- Meu avô é ateu, o homem mais inteligente que eu conheço, quem cria esteriótipos são pessoas e não a religião. Já leu os comentários no seu próprio vídeo? Um monte de gente (assumo que crianças) falando que todo religioso é burro (se é assim eu me orgulho de ser um idiota junto com Isaac Newton).
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Perdão pelos insultos e pelo sarcasmo mas é que isso é de uma desonestidade intelectual tão grande que eu não consigo responder seriamente (ou melhor, consigo mas levaria muito tempo)






Nenhum comentário:

Postar um comentário