smc

Pesquisar este blog

domingo, 27 de novembro de 2016

"NÃO ADIANTA ME EMPURRAREM PARA A DIREITA, QUE EU NÃO VOU"


  Disse Aécio Neves, acredito que em 2015, enquanto os descontentes (leia-se quase todo o país) procuravam nele um rosto oposicionista para todo um sistema. Em pleno 2014, o povo queria o impeachment. Tivemos um governo tão insustentável, que até depois "do lobo ter sido saciado" com a saída de Dilma, tudo ainda ainda permanece um tanto... Torto. Eu havia votado em Aécio em 2014, ciente de que, de tão absurda que estava a situação, ele sairia vencedor. E... Ele não conseguiu. E estava em, como dizem, "na cara do Gol". Fosse outro candidato, do PSDB de outrora, como Alkimin ( forte promessa para 2018 no segundo turno) ou Serra, teria sido a história bem diferente.

   O eleitorado descontente, achava que Aécio teria culhões para liderar vários movimentos, por novas eleições. O que não sabia ou ignorava é que Aécio Neves é um político no sentido bem amplo e praticável da palavra. Ou seja, ficou em cima do muro até perto dos 45, dando uma entrevista aqui, outra lá, sem se comprometer, até mesmo "conversava" com movimentos populares, ou se escondia debaixo da saia do FHC. Quando colocado como um representante de uma política direitista (que todo esquerdista acusa o PSDB de ser, apesar da porra do partido ser o PARTIDO SOCIALISTA DO BRASIL), Aécio soltou essa, que me fez ver que o meu voto nele foi um grave erro:

"NÃO ADIANTA ME EMPURRAREM PARA A DIREITA, QUE EU NÃO VOU."

   Bem, essa imagem, coloca um belo adendo em tudo:


 Prefiro mesmo, é o Gary Kasparov:

  "Não lamentem a morte de um ditador brutal. Fidel Castro foi um dos muitos monstros do século 20 e eu só lamento que ele tenha infligido miséria a Cuba por tanto tempo. Não racionalizem ou desculpem as décadas de brutal repressão, tortura e assassinato que ele causou. Ele não lutou pela liberdade; ele a destruiu. Não me contem, a mim de todas as pessoas, sobre um "paraíso Comunista" ou sobre "um bom sistema de saúde". Muitas prisões têm excelentes sistemas de saúde e nem por isso deixam de ser prisões. Não existe geometria moral que desculpe a ditadura. Um paraíso não precisaria de arame farpado para manter as pessoas dentro." 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário