smc

Pesquisar este blog

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

10 DICAS PARA JOGAR NO LICHESS...



   Comecei a jogar no Lichess em 2014, e desde de então, o site que já era excelente, evoluiu de uma forma a deixar para trás em qualidade muitos sites pagos de xadrez. Hoje em dia, o site é financiado por doações e vendas de camisas. Por mais que ajam discussões sobre qual o melhor, seja ele ou o Chess.Com -- semelhante a rivalidade Marvel x DC --, esse é o que eu jogo e defendo. Após ter jogado 2385 partidas lá, eu gostaria de listar algumas dicas que eu gostaria de ter ouvido, objetificando um desempenho bem melhor:


10. PERSONALIZAÇÃO


Antes de mover a primeira peça, recomendo bastante isso. Não só estratégia e memória, xadrez é muita concentração, e para tal, nada melhor que editar o tabuleiro e as peças da maneira que melhor lhe sirva a visualizar.

09. CHESS BASICS


Pegue todas as estrelas... (?)
                                                                 

Ferramenta ótima para quem é iniciante, ou não joga há um bom tempo. Essa ferramenta lhe proporciona treinar a precisão com que suas peças são movimentadas, as treinando individualmente. O método é simples: são colocadas estrelas, e deve-se capturar elas com o mínimo de movimentos possíveis. Além de divertido, reduz bastante possíveis lances desnecessários, que podem lhe atrasar numa batalha. Esse método similar é utilizado em um treinador de xadrez chamado "Chess Tutor", no qual o Prof. Júlio Lapertosa fala nesse vídeo:





08. ANÁLISE DE COMPUTADORES


Esse dia foi... Tenso...

Com um simples clique, o computador faz cálculos após terminada uma partida, de quais foram seus lances mais fortes, e quais sequencias poderia ter feito em pontos chaves da partida. Lembrando que por mais que seja excelente ter essa tecnologia na mão, o ideal é primeiro fazer sua análise, para logo depois comparar com a do computador.

07. TENHA UM "TEAM"?




Há não ser que se ache bom o suficiente para derrotar todo o site sozinho, como faz o Mário em SMW quando pega a estrela, lhe recomendo entrar em um time. Pode ser do seu país, ou em homenagem a algum enxadrista em particular. Existe espaço para todo mundo, e foruns dentro deles, a maioria em inglês, vale dizer. Meses atrás eu construí um time, e ele está chegando em 100 membros, o BR_ARMY: https://pt.lichess.org/team/br_army

06. O TEMPO É SEU SEGUNDO REI


1.6 segundos de vantagem. E claro, o choro é livre.


Jogar Blitz (3 - 5 min cada) ou Bullet (30 segungos á 2 minutos cada) é sempre algo discutível. Muita gente diz que não se pensa direito, e só serve a fins recrativos, que não é xadrez pensante, que para tal, é necessário ao menos 30 minutos de cada no relógio. Mas eu, particularmente acho um excelente exercício de como se trabalhar bem sobre pressão. E isso é um detalhe exemplar que faz o xadrez se sobressair, nele, assim como na vida, não adianta ser apenas bom, deve-se ser bom no tempo certo. Ir melhorando a qualidade das suas escolhas, com o tempo que levou para tê-las, é segundo Kasparov, um dos meios ao sucesso.

05. OS TORNEIOS, É CLARO

 
Pelo menos o peso pena eu ganho... Nem que seja por 1 ponto.



Fui bem cabeça dura no começo, e talvez seja o seu caso. Não queria saber e ia logo pra cima de rating 2000 e tanto, como se eu fosse o Wolverine. Bem, é importante ser valente, mas quando há algo para se mostrar. SE seu jogo tem um rating abaixo de 1600, existe hoje em dia no site torneios especiais, cujos participantes só podem jogar com o rating até, adivinhe só... 1600. Esses torneios tem a cor roxa. Um que eu recomendo, é o Super Blitz (3 min cada) que acontece todos os dias, ou as 15h ou as 21h. Há também a opção de se jogar os torneios com o rating até 2000, também na cor roxa. Mas se o senhor é valente, ou se garante, há os torneios abertos para todos. E neles estão streamings talentosos que humilham jogadores fortes ao vivo, e encaram até GMs de igual pra igual. É a sua escolha. Um adendo: Não jogue partidas amigáveis, ou contra anônimos. Vá sempre valendo pontos, e contra quem tá vendo o perfil, isso torna tudo mais sério.

04. OS PUZZLES




Não adianta passar o dia vendo como Fischer venceu todos os candidatos para desafiar Spassky, ou Kasparov se imortalizando contra Topalov, se lhe falta compreensão prática das mecânicas de cálculo do jogo. Todas as decorebas de aberturas, ou o que "os GMs fizeram nessa mesma posição", se não há a sua maneira de se guiar dali, e para isso, é ideal a resolução de exercícios diários. Lembrando que se tentados / resolvidos 10.000 no Lichess, há um troféu que ficará no seu perfil. Não lhe trará grana ou respeito, mas lhe fará orgulhoso de sua persistência, além de lhe garantir uma certa vantagem aos valentões com "talento natural" que só jogam, vivem ganhando, e "não precisam treinar, porque pra eles tudo é fácil"...

03. A ANÁLISE COM AMIGOS E SOZINHO





Quando eu criei o BR_ARMY, o principio foi esse. A maioria de nós não tem clubes de xadrez para ir, ou mesmo amigos próximos para praticar xadrez. Hoje em dia, a internet facilita isso. Com a ferramenta "study", é possível estudar qualquer partida, seja sua, de outra pessoa, ou mesmo importada pela coordenada. Nisso são traçadas setas nos diagramas, criadas variantes, e demais experiências para se extrair aprendizado dos lances feitos. Se tudo isso fosse feito sozinho, já seria bom, mas ainda é possível adicionar outros membros do site, e analisar com eles as jogadas. Recomendo um headseat, para se falar por voz, seja via Skype ou hangouts do g+, enquanto visualizam o diagrama.

02. MÚSICA PODE AJUDAR?



Há pessoas que só conseguem jogar em absoluto silêncio. Eu ainda não consigo totalmente isso. Por todo dia ter que jogar em ambientes barulhentos --leia-se 400 crianças ou mais gritando -- eu já me acostumei ao barulho, embora tenha vezes que realmente irrite... Mas online, gosto de colocar sons para relaxar a mente. Se jogo partidas mais posicionais, e com mais tempo, ponho o Réquiem do Mozart, a 9º do Beethoven, ou mais recente Vivald. Agora em tempos frenéticos, geralmente partidas de curtas duração, cheias de adrenalina, um rock como Matanza -- graças a você, ANT -- ou hip hop como Eminem. Faz tudo parecer... Natural. Ainda mais quando se tem que passar 50 minutos ininterruptos jogando com vários adversários sem poder perder...


01. BAIXE AO MENOS UMA VEZ AO MÊS SEU PGN







O site é excelente, já disse umas 100x. Mas não sabemos se ele estará ai para sempre, portanto, baixe, nem que seja uma vez ao mês, o PGN de seus jogos. É um download rápido, que em muitos casos não chega nem a 1 MB o tamanho dos arquivos. Para os que ainda não sabem (sério que não sabe isso?) o PGN é a abreviação de "Portables Games Notacion", ou seja, hoje em dia a máquina lhe faz o fatídico trabalho de anotar todos os seus jogos no site, para futura consulta. Além de que esse tipo de arquivo pode ser lido por outros softwares, como Chess Base 12 ou Lucas Chess. E claro que os dois tão sublinhados porque tem aqui para download, é só clicar nos nomes...
 
Força e honra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário