Pesquisar este blog

smc

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

O BRASIL DE ONTEM É O DE HOJE?


Bem, sempre que vejo algo interessante, me vejo com um pequeno dever de citar aqui, e na maioria dos casos, transcrever aqui. Um amigo meu, pedindo autorização ao dono desse post de desabafo no Facebook, me enviou esse pequeno texto abaixo. Por que ele é tão importante? Primeiramente porque são palavras sinceras de alguém experiente na vida, e em segundo, preciso exemplificar o quanto isso cai como uma luva na situação econômica e moral do nosso país? O link original da postagem está logo abaixo.
                    
“No final dos anos 80s eu fui trabalhar como funcionário em uma área de produção de uma das maiores fábricas de calçados do Espírito Santo, foram dois anos de muitos trabalhos, eu acordava as 3:30 h da manhã para pegar o ônibus ás 4:30 h e chegar antes da seis horas no serviço que começava as seis. Eram oito horas em pé na frente de uma máquina, eu era operador da mesma, com um intervalo de 20 minutos para o almoço. Durante um período de 6 meses , trabalhei no horário noturno de 22 horas às 6 horas , e parávamos 15 minutos de madrugada para fazermos um lanche, tempo de muito trabalho, coisa que hoje os jovens nem ao menos pensam em tentar.
 Pois bem em meados de 1990 paramos a fábrica compulsoriamente, não tínhamos representação sindical e todos estávamos indignados dos donos da fábrica nos oferecerem 6% de aumento enquanto a chefia praticamente teve os salários duplicados, fui líder da greve e fundamos um sindicato, antes da greve acabar a empresa havia me demitido, eu poderia ter ficado, já que como diretor sindical eu tinha estabilidade, mas sai fora e comecei a trabalhar como segurança patrimonial ao qual é a profissão que exerço até hoje. Tenho curso de qualificação e mais seis reciclagens, tenho um curso superior e tento a cada dia continuar trabalhando com dignidade e honestidade, pois foi assim que meu pai ensinou a mim e meus outros sete irmãos. Mas hoje em dia vejo jovens indo a cada dia mais para o lado sombrio das vida e fico pensando que meu tempo aqui já era e que não quero fazer parte desta perversão toda a qual o mundo está indo. Só acordo e conto mais um dia e vou vivendo ............ e tentando entender .........





Nenhum comentário:

Postar um comentário