smc

Pesquisar este blog

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

ESTUDO DE MINIATURA


-->Texto escrito por : Silvio Antonio <--

As histórias dos reinos antigos sempre tiveram envolvidas em romances, guerras e as traições; a que conto hoje também; por isso para ilustrar terei a companhia do amigo tabuleiro de xadrez.





Em certo Reino Negro, a Rainha tinha um peão como amante. Não se entende bem o psicológico da infidelidade; mas o que se sabe é que ela amava mais o peão do que ao Rei seu esposo.
 
    Numa ocasião onde os peões do reino faziam as suas atividades no limite do reino, houve uma luta com os guardas do reino vizinho, o Reino Branco; nesta luta o peão “e4” abateu e capturou o peão “d5”; o amante da Dama.


 
    Quando a Rainha soube que seu amante fora capturado pelas forças inimigas do reino; correu negligentemente e capturou o peão inimigo culpado pela luta contra seu amante. Percebendo o início de um grande problema, a Dama Branca enviou seu cavaleiro pessoal para tomar as satisfações, o qual chegou com uma brutalidade equina na casa “c3”; o que levou  a Dama infiel a recuar ao território “e6” e declarar um ataque direto ao Rei Branco; que reagiu no susto do movimento inesperado a se guardar atrás de seu “Cavalo G”; neste movimento do golpe militar, a Dama Negra chamou seu cavaleiro pessoal para o território “c6”.


 
    Assim o Rei Branco percebendo que estava meio sufocado e apertado com esta situação, enviou um soldado ao território “a4” para enviar informações de como estava o campo de batalha e também para que apoiasse a frente; porém com melhor visão da batalha o Cavaleiro Negro que estava em apoio a Dama Negra avançou para o território “d4”.
    O Reino com o exercito branco avançou o seu cavaleiro da Dama para o território “b5”; no intuito de contra atacar ao Cavaleiro Negro em “d4”; o que levou o Rei Negro a perceber que não conhecia e nem sabia muito de amor, mas, conhecia de guerra e já que estava envolvido nesta trama de traição, preparou-se para a batalha e preparou sua esposa, destacando-a com fortes armamentos para enviá-la ao perigoso território “h3” dando como motivo uma “misteriosa estratégia” para resolver este problema de guerra em que estavam.
    Quando percebeu que a perigosa Dama Negra estava em seu território “h3”, o Rei Branco desistiu de atacar o cavaleiro “d4” e ordenou ao seu soldado “g2” capturar a perigosa Rainha; com este movimento, sem grandes delongas o Cavaleiro Negro recebeu a ordem para avançar ao território “f3” onde o Rei Negro, dominou o Reino do Tabuleiro e se vingou da Dama Negra.

 

Partida de xadrez: 

 
1.e2-e4; d7-d5 2.e4xd5; d1xd5 3.b1-c3; d5-e6+ 4.g1-e2;b8-c6 5.a2-a4; c6-d4 6.c3-b5; e6-h3 7.g2xh3; d4-f3#
 

Conclusão: Nunca abandone seus planos para pegar uma Dama preparada!
Existem vários pontos de vista e opiniões com ensinos para o xadrez, sobre este fato humano percebido neste conto; se quiser dividir a sua aprendizagem conosco fique a vontade para deixar seu comentário.



    Paz; Força e Honra!




Referencias:

http://pt.lichess.org/@/SilvioAntonioJesus

https://www.youtube.com/user/XadrezExplicado

http://www.tabuleirodexadrez.com.br/index.html


http://www.ediouro.com.br/novo/livro/xadrez-basico



"Nota do Ozymandias": Esse texto me foi enviado para publicação alguns depois das minhas "férias", mas como eu prometi ao Silvio, assim que eu volta-se eu publicaria. 

Um comentário:

  1. Ola! boa noite;
    Valeu,e' uma miniatura interessante espero que tenha aproveitado o estudo.

    ResponderExcluir