Pesquisar este blog

smc

terça-feira, 19 de abril de 2016

Brian Johnson deixa mensagem de explicação aos fãs


Finalmente. Faz poucos dias que se tornou oficial a saída de Brian Johnson do AC/DC, assim como sua substituição nos shows que já haviam sido marcados por... Axl... Rose... Bem, Brian substituiu o primeiro cantor famoso da banda, após sua morte por coma alcoólico, em 1980, surgindo de forma extrema com "Back in Black", até os dias de hoje uma das maiores lendas do mercado, sendo o segundo disco mais vendido da história, passando gigantes como Beatles, Pink Floyd e... bem... praticamente todo mundo. Antes disso o cara havia sido cantor da banda mais desconhecida Geordie, onde ele foi muito competente e já tinha seu estilo que havia o deixado mais famoso, mesmo a banda não tendo ganhado muito reconhecimento, terminando nos Anos 70. Após mais de 30 anos de serviço no mundo do rock, quase 40, Brian explica que se vê obrigado a se afastar por problemas de audição.

"Como vocês já sabem, as demais datas de 2016 da turnê 'Rock or Bust', incluindo dez que foram adiadas nos EUA, serão remarcadas com um vocalista convidado. Eu gostaria de explicar pessoalmente as razões pois não acredito que os informes iniciais de imprensa tenham sido suficientemente detalhadas para exprimir o que eu gostaria de dizer aos nossos fãs ou mesmo do jeito que eu preferia que as coisas tivessem sido apresentadas".

"No dia 7 de março, após uma série de exames feitos por causa da minha perda de audição, fui advertido que se continuasse a me apresentar em grandes arenas, poderia ficar completamente surdo. Embora petrificado pela realidade que me apresentavam, na verdade eu já tinha consciência que minha perda parcial de audição estava começando a atrapalhar as minhas performances no palco. Estava com dificuldade de ouvir as guitarras e por não conseguir ouvir os outros músicos, temia que a qualidade de minha performance poderia ser comprometida. Honestamente, isto é algo que minha consciência impede que aconteça. Nossos fãs merecem uma performance no nível máximo, e se por alguma razão eu não puder entregar algo neste nível não vou desapontar nossos fãs ou embaraçar os outros membros do AC/DC. Não sou de desistir e gosto de terminar o que comecei, sendo assim, os médicos deixaram claro para mim e os caras da banda que eu não tinha escolha a não ser parar de me apresentar nos demais shows e possivelmente depois deles. Foi o dia mais tenebroso de minha vida profissional".

"Desde aquele dia, tive várias consultas com meus médicos e parece que, no futuro próximo, não poderia me apresentar em palcos de arenas e estádios onde o nível do volume estão acima do que posso suportar, sem o risco de ter uma perda definitiva de audição. Até então, eu tinha tentando com todas minhas forças prosseguir, apesar das dores e perda de audição, mas daí se tornou algo impossível de se lidar e o risco envolvido passou a ser muito grande".

"Estou pessoalmente devastado por isto, mais que todos podem pensar. A tristeza que sinto hoje é algo que nunca senti antes em minha vida. Ser parte do AC/DC, gravar e tocar para milhões de fãs devotados nos últimos 36 anos faz parte de minha vida profissional. Não consigo me imaginar seguindo adiante sem isto, mas não tenho escolha no momento. A única coisa certa é que sempre estarei com o AC/DC em espírito em cada show, isto se não estiver pessoalmente.

"Mais importante, me sinto terrível tendo que desapontar os fãs que compraram ingressos para os shows cancelados e que vêm incondicionalmente apoiando tanto a mim quanto à banda por todos estes anos. Palavras não podem expressar minha profunda e sincera gratidão não somente pelos acontecimentos recentes e votos de melhoras, mas também pelos anos de lealdade ao AC/DC. Meus agradecimentos também a Angus e Cliff pelo seu apoio".

"Por último, quero assegurar para nossos fãs que não estou me aposentando. Os médicos me disseram que poderei continuar a gravar em estúdio e pretendo fazer isto. No momento, meu foco é continuar o tratamento médico para recuperar minha audição. A esperança é que com o tempo minha audição vá melhorando e permita que eu volte a me apresentar ao vivo. Embora o resultado ainda seja imprevisível, estou otimista. Só o tempo dirá".

"Mais uma vez, meus sinceros agradecimentos e obrigado a todos pelo apoio e compreensão. Com amor, Brian".



Um dos meus cantores favoritos, e sempre será. Super desprezado por ser substituto do Bon Scott, mas tem talento e competência sem iguais, mesmo já idoso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário