.

Pesquisar este blog

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Review: Homem-Aranha 2099 – Início (Panini)

Publicação da Panini, formato 17 x 26 cm, 252 páginas, lombada quadrada, capa cartão, papel LWC, R$ 22,90. Leia o review do Planeta Marvel/DC desse encadernado, só aqui com exclusividade no Ozymandias Realista. 


Sinopse:

Risco, o Especialista, o Abutre — o futuro é cheio de ameaças, mas nenhuma é tão maléfica quanto o corrupto governo e as corporações por trás dele! Um futuro pavoroso precisa de um herói igualmente assustador, quem sabe algum tipo de Escalador de Paredes? Conheça o mundo do amanhã e seus habitantes enquanto o Homem-Aranha 2099 combate o mal na alta e na baixa sociedade, naquele que é o principal título do Universo 2099 escrito por Peter David, uma lenda das histórias em quadrinhos! (Spider-Man 2099 1-10)

Review:

Uma visão futura de como seria o universo Marvel em 2099, em que os heróis tradicionais como conhecemos realmente existiram. Tanto é que o protagonista, Miguel O’Hara é um cientista que trabalha no desenvolvimento de pesquisas de um projeto chamado Programa Homem-Aranha, cujo chefe, Tyler Stone é inescrupuloso e ganancioso. Um ato de traição faz com que Miguel manifeste poderes similares ao Homem-Aranha, com algumas modificações como as garras que saltam de suas mãos e pés e as teias que são lançadas diretamente de seus antebraços.

Além desses personagens, outros importantes como Gabriel (irmão de Miguel), Dana (namorada de Miguel), Lyla, um programa computadorizado holográfico e Kasey (namorada de Gabriel) têm seus momentos de importância na trama. Basicamente, depois de adquirir seus poderes e enfrentar novos inimigos (Risco, Especialista) e até mesmo inimigos com nomes tradicionais como o Abutre, o novo Homem-Aranha, depois de constatar toda a sujeira de sua própria empresa – A Alchemax – decide combater as grandes corporações corruptas e opressivas de sua época, enquanto tenta descobrir uma cura para si mesmo.

O encadernado reúne as edições #1-10, escrita por Peter David e desenhos de Rick Leonard (com exceção da edição #9 desenhada por Kelley Jones). A trama gira em torno da origem do Homem-Aranha 2099 e os acontecimentos em sua vida que o tornaria um grande super-herói no futuro. A narrativa é muito boa e flui bem, com bons diálogos, e mescla muita ação, drama e alguns momentos divertidos, principalmente nas cenas em que Lyla aparece. Também gostei dos desenhos do Rick Leonard que combinaram com o ambiente e com os personagens. Eu tinha certa ressalva em ler esse material, mas não me arrependi, e até fiquei com vontade de acompanhar a série toda. Vale a leitura. Pena que a Panini disse que lançaria apenas este volume, mas quem sabe...


Por Roger

Nenhum comentário:

Postar um comentário