Pesquisar este blog

smc

domingo, 13 de setembro de 2015

Personagens que podiam ser melhor usados em Kingdom Hearts III


Já faz um tempinho (quase um ano) que escrevi um post comentando sobre personagens que eu gostaria de ver em Kingdom Hearts III.

Fazem 10 anos que se aguarda o lançamento desse game. Sim, a mulecada que jogava nem é mulecada mais. Agora há um rumor que a Square-Enix pretende lançar... Kingdom Hearts 2.9. Sim, chega a ser ridículo. Mas eu vou fazer esse post porque já tinha pensado nele há um tempo, mas simplesmente não tinha rolado. Ao invés de falar de personagens que eu gostaria de ver, vou falar sobre alguns que já apareceram na série, mas eu acredito que poderiam fazer um pouco mais. Só que apenas os da Disney, porque os do Final Fantasy quase todos podiam fazer um pouco mais. Vamos lá, pessoal.




O mascote do Mickey e um dos primeiros personagens que aparece no game. A ideia é que ele acompanharia os amigos do Rei na jornada para encontrá-lo, mas aí ele acaba se perdendo e só aparece de novo no final. Sendo um cachorro, acho que seria curioso ver como ele vai se virando na sua própria história, o Pluto quase não interage com o jogador em momento algum. Sei lá, acho que é só ser criativo, no último Metal Gear tem um lobo que ajuda nas missões, não é algo impossível, ainda mais em um game infantil.




Esse quase não sei o que falar. No Kingdom Hearts II ele aparece, o que é bem legal, já que é o Stitch, e AÍ ELE NÃO APARECE MAIS! Eu lembro que ele podia ser invocado pra ajudar em alguns combates, mas ainda assim é esquisito, já que ele tinha aparecido em alguns vídeos. Na trama mesmo ele nunca mais é mencionado, e creio eu que se trata de um personagem que todo mundo curte. O coalinha demoníaco do espaço... Me lembro como quando o filme ia lançar tinha vários trailers(até pôsteres) que mostravam ele em outros filmes da Disney... Ou seja, não tem como ser um personagem mais perfeito pra essa série.








É claro que com o Luizinho eu me refiro aos três sobrinhos do Pato Donald. Eles só ficavam parados com aquela cara de nada, dava até medo, parecia que tinham alguma doença. Também custa nada uma ou duas cenas em que fossem um pouquinho mais expressivos.

















Esse sou meio suspeito de falar porque devo ser o único cara no mundo que vê ele em um jogo e fala "QUE FODA, CARA! O TIO PATINHAS!", hehe. Ele também faz porcaria nenhuma, só fica vendendo esses picolés esquisitos pros outros personagens. É estranho porque... poxa! Ele é o Tio Patinhas, podia fazer qualquer outra coisa. Tudo bem que ele é velho, mas ainda é o "pato mais rico do mundo". O personagem já fazia parte daquele desenho antigo de aventura, "Duck Tales", e também houve uma excelente série em quadrinhos feita pelo Dan Rosa chamada "A Saga do Tio Patinhas", ganhou tudo quanto é prêmio, é muito melhor do que você possa imaginar, nossa, sério, fico devendo um texto sobre pra vocês. Algum dia...

Mas bem, isso prova que assim como já fizeram, dá pra explorar mais o velho pato.








Os próprios coadjuvantes que acompanham o herói principal. No primeiro game eles eram introduzidos de forma mais característica, o Donald esquentadinho e o Pateta, atrapalhado, é claro. Já no segundo parecia que eles só tavam te seguindo o tempo todo, e dificilmente a personalidade dos dois que é conhecida dos gibis e desenhos animados fazia alguma diferença. Novamente, todo mundo gosta deles, não tem porque não aproveitar.













Nos filmes o personagem era legal por causa além do jeito carismático e engraçado do Johnny Depp, você nunca sabia qual era a dele, de que lado ele tava e afins. Se o colocassem como um cara mais influente na trama, seria interessante ver o pirata com essa posição de curinga nos acontecimentos. A quantidade de personagens pra ele enganar é bem maior...

















No primeiro game ela era a vilã principal que unia todos os outros da Disney e era enfrentada duas vezes. Ok, é bastante coisa. Mas meu Deus! No segundo ela não faz nada! Quando ela aparece ainda é bem legal, mas não teve metade do impacto que tinha no game anterior. No fim das contas fica como um retorno que deve dar em algo posteriormente. Sempre foi uma vilã que fica na memória de quem viu o desenho, agora com o último filme da Angelina Jolie poderiam apostar em ver as origens do personagens e o que a torna tão obscura e dedicada às trevas, quem sabe até uma traminha paralela de reflexão e redenção, naquele estilo Darth Vader. Acho que valeria a pena os caras tentarem investir mais nesses personagens. Kingdom Hearts III continua sem data de lançamento, motherfuckers, espero que tenha gostado da leitura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário