.

Pesquisar este blog

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Análise e Download de Thor - Por Asgard (Editora Panini)

Relançamento da Panini, Thor – Por Asgard foi escrito por Robert Rodi e desenhado por Simone Bianchi. Veja a análise sobre esse épico do Deus do Trovão aqui no Ozymandias Realista.




Faz mais de dois anos que Odin partiu de Asgard, e Thor está tentando fazer seu melhor para comandar o reino e deter os vários focos de rebelião que se espalham. Depois de deter um foco de descontentamento em Jotunheim, Thor precisa lidar com o descontentamento e incerteza do povo asgardiano. Além disso, o inverno sem fim está acabando com a fonte de alimentos que mantém os asgardianos fortes e imortais. Balder foi assassinado devido a uma trama de Loki. Todos esses eventos seriam apenas uma série de consequências do destino ou algo mais estaria por trás de tudo isso?

O fardo é tão grande que o deus do trovão já não consegue mais empunhar seu martelo Mjolnir. Traidores empreendem um ataque surpresa e ferem mortalmente o guardião da Bifrost – a ponte do arco-íris, quando uma delegação partiria até Midgard (Terra) para procurar solos férteis. Assim, fica claro que um inimigo está por trás de toda essa trama.


Odin tenta conciliar-se novamente com Jord sua ex-esposa, porém sem sucesso. Após a morte de Heimdall, Thor ruma à Valhalla, a terra dos mortos. Ele quer encontrar Balder e pedir sua ajuda para desvendar suas visões.

Ao chegar lá, Thor descobre que nem mesmo Valhalla está segura dos ataques de seu inimigo, e não encontra com Balder. Mesmo diante da agressividade de Jordi, Odin pede sua ajuda. Thor consegue retornar à Asgard, mas descobre que as rebeliões internas aumentaram, atacando novamente a ponte do arco-íris.

Thor acaba se ferindo gravemente e entra em coma. Nesse estado ele tem outra visão, mas dessa vez, encontra-se com Balder que lhe explica o que deve fazer. Thor acorda de seu coma, diz que sabe o que deve fazer e morre! Asgard está um verdadeiro caos, dividida em duas facções.


A solução parece estar em Yggdrasil, a árvore que conecta os nove reinos. Enquanto que Odin continua em sua viagem de redenção, Asgard tenta sobreviver à sua própria população.

Uma boa história com tramas mais profundas do que aparentemente se mostram. Asgard sempre se considerou a “dona” e guardiã dos nove mundos, mas quando passa por uma profunda crise de liderança e intrigas políticas internas, se vê ameaçada por rebeliões, e assim, tenta manter a paz na base da força.
A arte de Bianchi é muito boa, bem realista, quase parecendo com quadros pintados, e ele consegue retratar bem as emoções dos personagens.
Leitura recomendada.

Por Roger



Nenhum comentário:

Postar um comentário