segunda-feira, 6 de julho de 2015

EM UM DESSES ACASOS DA VIDA...




Eu e um grande amigo na época estávamos em um teatro, e ele costumando ser mais inteligente e perspicaz, escutou um som usado na peça, que havia passado despercebido por mim. “Vamos falar com todos aqui até descobrir o nome desse som.” O som, era uma música composta para um filme, filme que outro amigo vivia me recomendando. Aquela obra foi um degrau do destino que me foi colocado no meu caminho. Pretendo falar dele ainda essa semana, bem como coloca-lo aqui. Vai ser a estreia do quadro “Filmes com Alma” ou algo semelhante. Acho que esse post transcende a barreira de 200 posts. Aguardem também um making of do processo de criação desse blog, como a ideia surgiu, divergências criativas, conquistas de parceiros e por ai vai. Com direitos a boas imagens dos “primórdios” de tudo isso, bem como “documentos” um tanto polêmicos. Além de que o post “É mais de 30.000” parece ser um sonho cada vez mais próximo, ao estilo do “É mais de 9000”.



Nenhum comentário:

Postar um comentário