sexta-feira, 17 de abril de 2015

“É realmente surpreendente que o homem mais poderoso do mundo seja uma figura controversa?"



video

E esse é o motivo pelo qual eu vejo mais coerência nos filmes da DC. Eles realmente trabalham de maneira realista a consequência de uma história para outra. Isso é poético, ao mesmo tempo em que é realista. Isso sim é humano, nos põe não como um leitor, mas como um real participante do enredo que se questiona no mínimo "qual o meu papel nisso, se tudo isso fosse real?", acho que quando um diretor ou escritor, conseguem trazer esse pensamento, é uma enorme vitória da arte na vida das pessoas. Não só te entreter, não só te fazer rir, não só ser um filme do momento, mas transcender essa barreira que faz os quadrinhos serem vistos como subgênero, e não literatura. Snyder guardou o máximo que pode, pois sabe possuir o que parecer ser o trabalho de sua vida. Mas do que isso, a virada de mesa contra a hegemonia da Marvel e como as coisas são encaradas. Estou muito orgulhoso desse material, muito mesmo, fazia tempo que eu não me envolvia com um trailer dessa forma, o ultimo que me propiciou expectativa semelhante, mas ainda menor em comparação com esse foi Homem de Aço. Quando um trabalho de um autor te tira da zona de conforto, te envolve em centenas de referências, a melhor escolha é tentar aprender o máximo. 

INJUSTICE?
Filmes divertidos são bons também. A primeira vez que eu vi Vingadores eu fiquei extasiado. Vi um novo padrão de filme surgindo, apesar de não ter gostado desde primeira da cena do Loki sendo sacudido pelo Hulk, não sem uma luta entre ambos. Na segunda vez eu já já achei graça em algumas partes, mas ainda continuei gostando de cenas como o Tony Stark falando com o Loki na mansão. Na terceira, saído à euforia, já comecei a contar erros no filme, vários mesmo, e não me empolgar tanto. Na quarta, eu já estava ciente de que o filme não levava o público a sério, que era só uma sequência de ação e computação gráfica muito bem feita, mas sem um roteiro formidável sustentando tudo. Já não consigo dizer o mesmo de The Dark Knight do Sr. Nolan. Em Begins há falhas, em Ressurge mais ainda, continuam ótimos filmes, mas não a mesma coisa. Acredito, pelo trailer, que a Warner está para lançar algo que nivele ou supere Cavaleiro das Trevas. Então, não, não é só um trailer, é de verdade o alvorecer da justiça aos quadrinhos como algo cultural, não apenas “pop”.


Nenhum comentário:

Postar um comentário