smc

Pesquisar este blog

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Review e Download HQ: QUARTETO FANTÁSTICO – JOGADO AOS LOBOS


Ben Grimm descobrindo que em um mundo preguiçoso, ser eficiente é ser um alvo.



Roteiro: Roberto Aguierre Sacasa

Desenhos: Steve McNiven


“Ultimamente todos os meus sonhos são sobre estar caindo. Em meus sonhos, porem, nunca sou eu caindo, e sim alguém que eu amo, ou amei. No mais recente foi o meu avô. Enquanto boto minha filha para dormir, uma onda de tristeza se abate sobre mim. Valéria nunca conheceu seu bisavô, seu nome era John Richards. Pelas fotos que eu vi, e pelo que eu lembro dele, sou muito parecido com ele... Em aparência. Duas semanas antes do seu vigésimo aniversário, meu avô se alistou. Durante a segunda guerra, ele serviu como pára-quedista no grupamento 101. Era um saltador. Em 6 de Junho de 1944 os jovens do grupamento 101 saltaram nos céus enevoados da Normandia. Nenhum deles tinham mais de vinte anos, e a maioria morreu no ar. Meu avô teve sorte. Anos mais tarde, depois que John Richards deixou o exército... Abriu uma empresa e fez fortuna, se aposentou. Depois ficou viúvo, e ainda falava na guerra.”
 


"Vou xingar o seu site."
Tudo começa aparentemente como só mais uma história simples para tapar buraco, afinal sempre haverá alguém querendo mostrar serviço, seja ele bom ou não, foi sobre essa desconfiança que o “estreante” na Marvel, Steve McNiven pegou um roteiro de Roberto Aguierre (essa é a primeira história que eu leio dele) para desenhar. O enredo como eu disse é simples, o Quarteto vê sua casa e tudo que construiu sendo atacado e tomado deles não pelo Doutor Destino, Toupeira ou Namor, mas pelo contador das finanças da família, que os fazem ter que se reinventarem como “trabalhadores comuns”, enquanto a união deles é colocada em teste. O roteiro foi feliz em saber destacar as individualidades de cada membro do Quarteto, dando um tom mais crível à obra, enquanto Reed se isola para traçar equações que desafiam a realidade, como calcular as probabilidades para fazer um investimento perfeito na bolsa de valores... Ben Grimm parte para a construção civil na cidade, Susan Richards vira professora de inglês substituta, enquanto Jonny Storm continua com o seu amadurecimento lento, buscando ser ator ou fazer parte de algum reality show...
Eu já tinha lido uma história similar a essa do Quarteto, na extinta Geração Marvel Homem-Aranha, que tinha a proposta de publicar as primeiras histórias do Aranha e do Quarteto, sempre levemente reescritas e desenhadas por outros artistas, e havia gostado bastante do resultado, apesar de ter sido uma história fechada de 24 páginas. São esses tipos de quadrinhos que eu acho que realmente fazem jus ao reconhecimento que a Marvel tem de fazer histórias mais humanas, embora o Quarteto obviamente seja sempre mais para o lado cósmico, aqui nos realmente acreditamos que possa existir uma família de super-heróis, cujas ações causam efeito no mundo, bem como vice-versa, pode não ser a melhor história do Quarteto que você vai ler, mas se levarmos em conta os filmes feito com eles, principalmente o 2 em que apareceu o Surfista Prateado e o que vai ser lançado no próximo ano, onde ao que tudo indica eles vão fazer um Doutor Destino ainda pior do que o Warren Ellis fez no universo Ultimate, essa obra fica como um lembrete do potencial de boas histórias que esse título tem.

 

Nota: 7.0







Nenhum comentário:

Postar um comentário