smc

Pesquisar este blog

domingo, 28 de dezembro de 2014

A Tristeza de Melissa



A Tristeza de Melissa 


Ela tem medo do escuro
Vive trancada em seu quarto
Sentada pelos cantos em um mundo imaginário
E só consegue chorar

Em sua frente comprimidos
Suicídio
Ela encontrou a solução

Não pensou em seus pais
Que choraram e se culparam
Por não terem notado
A tristeza de Melissa

Ela dizia ver fantasmas
E ouvia risadas
Mas ninguém acreditava
 - Ela só quer atenção

Pais ouçam seus filhos
Filhos ouçam seus pais
Pois os pais já foram filhos
E os filhos um dia serão pais
Somos todos iguais

E agora pela casa não são ditas mais palavras
Só quatro olhares tristes e quase sempre cheios de lágrimas

E no quarto de Melissa só retratos espalhados
Versos e desenhos tristes retratando pensamentos
Era um mundo tão estranho e tão distante de seus pais.


P/ Ítalo

 Com afeto e esperança
JP
Jefferson Pereira Pitta Neto

De uma das pessoas mais maravilhosamente depressivas que eu já conheci na vida.
Aí o moleque me vai e esquece de marcar a data. Mancada. Fazem uns dez anos, ou bem perto disso.


Nenhum comentário:

Postar um comentário